Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Educar (Com)Vida

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

A Educação que se esconde…

Todos nós sabemos que, se os estudantes pudessem escolher as suas rotinas, ou mesmo os seus momentos de laser, nas rotinas nunca incluiriam a escola e no laser optariam pelos mais variados ecrãs: jogos, facebook, TV…. Enquanto Educóloga cabe-me lembrar a importância da participação efetiva noutros contextos educativos, sejam eles de carater permanente (pertença a grupo(s) organizados, social, religioso, artístico ou desportivo), ou de carater esporádico: Exposições, Encontros, Museus, Workshops, Concertos, Visitas, Viagens… todas estas experiências proporcionam diferentes formas de aprendizagem, desenvolvem outras competências, descobrem vocações e sentidos de vida, tornam os estudantes mais conscientes, críticos e criativos… assim sendo, a Educação que tanto remetemos apenas para o contexto escolar, mostra-se também no seu esplendor em todas as vivências quotidianas das quais não nos devemos privar e nas quais tanto nós aprendemos, descobrimos, conhecemos… e será sempre esta a maior riqueza, a mais bela e a mais poderosa de todas: O Conhecimento, A Educação!

Portanto continue a educar o seu estudante, leve-o à escola… leve-o à Festa… leve-o ao Japão… leve-o a descobrir o mundo e a descobrir-se a si mesmo: como humano, cidadão, responsável, Homem/Mulher….

mafalda.jpg

 

‘_Ela não sabe jogar futebol porque é menina!’ - Educar para Incluir

Todos os que cuidam de crianças, seja de forma constante, ou esporadicamente já se questionaram sobre o seu papel e contributo para um saudável crescimento da criança. Em si têm a noção clara de que deve corrigir as brincadeiras homofóbicas ou discriminatórias entre pares (crianças da mesma idade) ou para com os outros. Já que educar é ensinar, nos mais variados momentos da vida, que o respeito a aceitação e a tolerância para com o outro é fundamental numa sociedade cada vez mais justa e equilibrada. Contudo, corrigir e orientar é apenas uma das atitudes a ter nesta promoção de um ser humano feliz.

Cabe aos educadores contribuir para momentos de discussão, experimentação, reflexão e atitudes que promovam o desenvolvimento intelectual e emocional de quem aprende a viver. Neste sentido, conhece algumas atividades e/ou brincadeiras que contemplem estes momentos?

Aqui ficam algumas propostas às quais poderá juntar as suas…

 

  • Criar momentos de diálogo partilhado, entre pares, sobre conceitos como: igualdade de género; racismo; partilha; direitos humanos; ….
  • Voluntariado: visita a lares ou instituições; voluntário em associações; participação em donativos (alimentos, roupa, brinquedos); …
  • Participação em grupos como: escutismo; catequese; grupos de teatro;
  • As mais variadas práticas desportivas;
  • Inclusão da Arte como conceito caleidoscópico da vida…

School-life-sayings-tumblr.jpg

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D