Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Educar (Com)Vida

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

Fazer ou não resumos?

Na minha opinião, os resumos são uma fonte muito importante de estudo, organização mental da matéria e apoio à memorização, principalmente em algumas disciplinas, como História, Ciências, Físico-Química, Filosofia, etc… No entanto, os métodos de estudo variam de acordo com as necessidades de cada estudante, alguns optam por fazer resumos a todas as disciplinas, outros definem formas de estudo diferentes para diferentes disciplinas.

Para quem opta pelos resumos é importante salientar que, fazer resumos na véspera de teste não funciona e, depois de os fazerem, se não voltarem a ser usados como forma de memorização e compreensão, também não irá funcionar.

Os resumos são para se fazerem semanalmente ou quinzenalmente, conforme a matéria dada, devem ter uma linguagem simples, deverão incluir as informações mais importantes do manual da disciplina e também as anotações auxiliares que estão no caderno. Assim, se o estudo foi contínuo, aquando da proximidade da avaliação basta reler e relembrar a matéria através dos resumos, para refrescar a memória e esclarecer dúvidas.

resumos (1).jpg

 

“Não tenho tempo para fazer resumos”

Para alguns estudantes o realização de resumos como forma de estudar para as avaliações são prática constante, no entanto, os resumos não devem ser realizados nas vésperas do teste, devem ser feitos vários dias antes deste e não é necessário que sejam produzidos num só dia de estudo, podem ser feitos semanalmente ou a cada quinze dias, para que não se acumule muita informação, o que levará a muito tempo de escrita.

Quando se aproximam as avaliações, as datas entre várias disciplinas são sempre muito próximas e, muitas vezes, os estudantes têm dificuldades em conseguir gerir tempo e objetivos. Isto leva a que alguns resumos fiquem por fazer, para estas situações sigam algumas instruções:

  • façam os resumos de forma manuscrito, escrito a computador fica melhor, mas demora mais tempo;
  • Usem cores e sublinhados para ficar mais agradável ao estudo;
  • Em algumas partes da matéria realizem esquemas e tópicos, é organizador de estudo e rápido de fazer;
  • Imprimam quadros ou desenhos muito complexos porque demorará muito tempo a reproduzir;
  • Não usem linguagem complexa, não vão entender quando estiveres a estudar;
  • Procurem sintetizar, sem esquecer informações importantes;
  • Recorram aos caderno diário, por vezes lá, já está a matéria mais resumida;

 

Quando existe muita matéria e percebem que não têm tempo suficiente para resumir e estudar, façam resumos, apenas da parte que seja de mais difícil compreensão, ou então, da matéria que devem mesmo memorizar!

 

Mais algumas dicas para acrescentar?

resumos.jpg

 

Estudar é: FAZER RESUMOS

A minha proposta para se estudar melhor algumas disciplinas, como por exemplo a História o as Ciências da Natureza, é começar por realizar um bom resumo sobre a matéria a estudar. A construção de resumos facilita na compreensão e assimilação de novas aprendizagens, permite o treino na escrita e na capacidade de síntese e exercita a capacidade de explicação com mais rigor e utilizando os conceitos associados ao tema em estudo.

 

 OS RESUMOS AJUDAM QUANDO:

Utilizas as tuas próprias palavras;

Estás bastante concentrado na sua concretização;

És fiel às ideias expostas;

Entendeste toda a matéria a resumir;

Organizas os resumos com cores, tópicos e palavras-chave;

Voltas a reler várias vezes até apreenderes toda a matéria;

Fazes uma seleção de temas principais e secundários;

Respeitas a ordem cronológica dos acontecimentos;

Defines conceitos e palavras-chave.

 

OS RESUMOS NÃO AJUDAM QUANDO:

Transcreves na integra o que está no livro;

      Estás distraído na sua concretização;

      Contradizes o que leste;

      Não entendeste parte da matéria a resumir;

      Constróis um resumo desorganizado e pouco legível;

      Não voltas mais a reler;

      Não fazes distinção de temas ou ideias;

      Não ordenas situações ou acontecimentos;

      Não sintetizas os conceitos presentes na matéria.

 

 

  

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Vencedor:

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
Blogs Portugal