Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Educar (Com)Vida

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

Uma lista de desempenho,

Para te avaliares enquanto aluno!

 

A avaliação escolar não é apenas o resultado dos testes escritos, realizados para cada disciplina. É, também, um conjunto de outros comportamentos e atitudes concretizadas pelos alunos, no dia a dia escolar… dentro e fora das salas de aula.

Se gostarias de ter uma ideia mais concreta sobre todos os tópicos aos quais és avaliado diariamente, analisa com cuidado a lista seguinte e autoavalia-te… reflete em tudo aquilo que podes melhorar e evolui…

Lista em PDF para imprimir: 

Lista de análise de desempenho do aluno.pdf

Análise desempenho1.jpg

Análise desempenho2.jpg

Inquietude: As turmas de nível…

No meu tempo era assim, as turmas A e B eram sempre as que obtinham os melhores resultados e as que beneficiavam dos professores com mais anos de escola. Parecia que os alunos eram escolhidos a dedo, de forma a ficarem os melhores todos juntos… para o final do alfabeto ficavam os que apresentavam mais dificuldades de aprendizagem, os que reprovavam, também… Com isto, alguns, defendiam que era uma promoção de condições de aprendizagem, onde uns incentivavam os outros na obtenção de melhores resultados…

Agora coloco-vos a questão:

Isto ainda acontece nas vossas realidades, nas vossas escolas, nas escolas dos vossos filhos? Parece-vos a melhor opção, fazer esta seleção de competências? Será que existe uma efetiva promoção das melhores condições para aprender? Será esta a melhor estratégia? Existirão outras estratégias mais adequadas?

É algo que me inquieta, desde dos meus tempos de 3º ciclo, quando percebi que tal situação estava presente, no meu quotidiano escolar… Inquieta-vos hoje? 

inquietudes.jpg

 

Mais sobre as Provas de Aferição

Por cá, escrevi sobre as Provas de Aferição que se realizaram no ano letivo passado (2022/2023), incidindo no facto de que seriam realizadas em formato digital. Essa situação deixou-me apreensiva porque os alunos de 2º ano teriam de escrever no computador e foram muitos os comentários trocados neste sentido. Se deseja ler esses artigos, veja aqui e aqui.

Entretanto, os resultados destas Provas já foram disponibilizados para as escolas e para divulgação pública... Pode ler a notícia do Diário de Notícias:

Deixo, de seguida, uma citação do link que partilhei:

«Alberto Veronesi, professor de 1.º ciclo, é perentório em afirmar: "Os resultados são maus". "Os resultados das provas de aferição do 2.º ano, que foram pela primeira vez realizados em formato digital, estão aí e não há surpresas. São maus! Quando apenas na educação artística é que conseguimos encontrar domínios onde a maioria dos alunos "Conseguiu", temos de admitir que estamos mal", afirma.»

In: Diário de Notícias: 26 de dezembro de 2023

 

Na minha opinião e pelo que acompanhei, os alunos afirmam que os resultados ‘não contam para nota’ e portanto, não se dedicam a realizar as Provas, alguns alunos não fazem o menor esforço para demonstrarem as suas competências ou aprendizagens. Alguns alunos do 8º ano, deram como finalizadas as suas Provas dez minutos após o seu início. O que me leva a questionar se serão, de facto, espelho da realidade?

Contudo, não pretendo alongar mais sobre a minha reflexão, prefiro ler os vossos comentários e assumir, mais uma vez, que o ensino precisa de nova vida e de novas estratégias…

 

inquietudes (1).jpg

 

Como conquistar 25% da nota, em cada disciplina!?

Os alunos preocupam-se muito com as avaliações e notas finais, no entanto, valorizam apenas os resultados das fichas de avaliação e esquecem-se que a avaliação é continua e que, muitas outras coisas são tidas em consideração, no momento de receberem uma avaliação justa, a cada período/semestre escolar.

Por isso, hoje venho lembrar que existe uma parte da avaliação continua chamada de Atitudes e Valores, onde os comportamentos, responsabilidades e atitudes demonstradas são analisadas pelos professores de cada disciplina e que faz ponderar sobre a avaliação final, a cada tempo letivo. Estas Atitudes e Valores têm um valor de cerca de 25% da nota e, podem alterar a avaliação espectável, dependendo de cada aluno.

Assim sendo, se queres receber 25% de boa avaliação, trata de:

  • Ser assíduo e pontual;
  • Manter o caderno diário bem organizado e com toda a matéria;
  • Leva sempre o material e manual solicitado;
  • Mostra-te atento e responsável nas aulas;
  • Não sejas perturbador na sala;
  • Sê amigo e tolerante, dentro e fora da sala;
  • Assume os teus erros e pede desculpa, sempre que necessário;
  • Demonstra que estudas diariamente e tira dúvidas;
  • Respeita professores, auxiliares e colegas;
  • Colabora nas atividades e aceita os desafios dos professores;
  • Se fores chamado à atenção, pede desculpa e ‘refila’ menos;

Vês!!! Se analisares com calma, esta percentagem de excelente avaliação é muito simples de conquistar e um orgulho de apresentar! Ter boas notas passa, também, por seres responsável! 

avalia.jpg

 

A emoção interfere com a razão… e com os resultados escolares

Quantas vezes os estudantes começam a apresentar maior dificuldades e piores resultados nas avaliações e as famílias não percebem porque será a falta de aproveitamento, que nunca teve e agora manifesta!?

Por vezes as respostas são simples: a emoção está a interferir na razão, ou seja, situações pessoais da vida do estudante estão a preocupá-lo, retirando-lhe a atenção e a motivação em sala de aula e no estudo individual.

Portanto é necessário estar atento:

 

  • Existe alguma situação familiar específica, que traga (direta/indiretamente) tristeza ou ansiedade ao estudante?
  • Existem situações de conflito ou bullying na escola ou em outro espaço?
  • A vida pessoal do estudante está ou esteve recentemente em mudança?
  • Ocorreu a morte/nascimento/doença de alguém próximo que influenciou as emoções?
  • O estudante viveu alguma situação de stress ou trauma que exija atenção e cuidados psicológicos?
  • Estão a ocorrer mudanças de escola, amizades, namoros, que interfiram com a concentração e dedicação ao estudo?
  • Está a viver a puberdade ou algum problema de saúde com maior dificuldade?

Por vezes, as dificuldades escolares podem ser um alerta para outras situações emocionais ou sentimentais, pelas quais as famílias devem estar alerta, de forma a poderem ajudar, orientar ou procurar apoio, sempre que for necessário.  

avaliações escolares.jpg

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Vencedor:

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
Blogs Portugal