Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Educar (Com)Vida

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

A idade em que as ‘notas’ baixam: 7º e 8º ano

Claro que são anos com mais exigência na aprendizagem, nas matérias, com disciplinas mais complexas… Mas sabemos que não é apenas isso… Os interesses começam a mudar, as amizades são mais importantes, os namoros iniciam-se, o interesse pelas redes sociais espoleta de forma radical… e a motivação para o estudo desde consideravelmente…

Se antes, estudar uns dias antes do teste trazia bons resultados, agora, com o início do 3º ciclo, já não é assim tão linear! É necessário mais organização no estudo, deve estudar-se diariamente, fazer-se resumos, rever matérias  e resolver exercícios de forma mais contínua, utilizar parte do fim de semana para organizar trabalhos e estudar.

Tudo isto parece fácil, mas com as mudanças físicas e psicológicas a acontecerem, com a entrada na adolescência e a complexidade que traz a cada adolescente, faz com que tudo se torne mais difícil… desmotivante para o estudo… motivante para a interação social.

Às famílias cabe o papel regulador destas situações, uma atenção cuidada e diferente, motivando e esclarecendo a importância do estudo e da escola, nunca desvalorizando as novas experiências pessoais e sociais diárias… porque nestas idade, «de manhã foi o melhor dia da minha vida e, de tarde o pior dia da minha vida….» .  

ciclos (2).jpg

 

Hábitos de estudo… já escolheste o teu?

Como sabemos, não aprendemos todos da mesma forma, logo estudar não poderá ser um método único para todos os alunos. Por isso, mais importante que estudar muito é ter a capacidade de estudar bem, isso conquista-se quando encontramos o melhor método para cada um de nós e que melhor funciona. Para além disso, estes métodos poderão variar um pouco de acordo com a disciplina e a matéria estudada.

Cá fica, então, uma lista com alguns métodos de estudo, cabendo a cada estudante escolher as que produzem melhores resultados.

Hábitos de estudo_tabela (1).pdf

habitos estudo (1).jpg

 

Este ano tenho Exames Nacionais, quando começo a estudar?

Existem anos contemplados com a realização de dois ou mais Exames Nacionais, no 9º ano e depois no secundário. Os exames nacionais são uma realidade e um grande desafio porque influenciam avaliações e determinam entradas no ensino superior.

Por esta razão o estudo deve iniciar-se com antecedência e, de acordo com as características, e necessidades de cada estudante.

Se o estudante tem, por hábito, receber boas avaliações da disciplina, ao longo do ano, certamente que começar o estudo no início do 3º Período será suficiente para manter os bons resultados. Torna-se imprescindível rever toda a matéria, retirar dúvidas e realizar exercícios de exames anteriores como forma de análise de conhecimentos.

Se o estudante não obtêm bons resultados à disciplinas e/ou apresenta muitas dúvidas sobre grande parte da matéria, então o melhor, será iniciar um estudo já no 2º Período. Relembro que, em vários casos, optar por um apoio escolar extra pode ajudar na melhoria de resultados, principalmente nestas situações, ou em situações em que o estudante já não tenha contacto com a disciplina há algum tempo.

Para os estudantes que necessitam de resultados de excelência, com avaliações próximas dos valores máximos, o estudo também deve ser bastante aprofundado, deve iniciar-se logo no início da aprendizagem da disciplina e um apoio extra escolar também poderá ser uma mais valia.

Recordo que, embora as aulas sejam interrompidas primeiro, para os alunos candidatos a exames nacionais, não será essa(s) semana o suficiente para memorizar e recordar matérias escolares de um ou mais anos letivos, com o sucesso pretendido.

exames nacionais.jpg

 

Retenção Escolar: que respostas?

Em Portugal apresentar negativas, no final do ano letivo, às disciplinas de Português, Matemática e outra, aponta para uma retenção escolar!

 

Na minha opinião, repetir o ano, nem sempre será sinónimo de sucesso escolar garantido no ano(s) seguinte(s).

Eu concordo que, um estudante que apresente dificuldades em várias disciplinas, que levem à retenção escolar, deve ser acompanhado num apoio ao estudo, paralelo à escola, onde se desenvolva planos de estudo adequados à necessidades apresentadas, de preferência de forma individualizada.

Para além disso, a vontade de melhorar resultados deve estar, também, muito presente e consciente no estudante, portanto os encarregados de educação devem conversar e discutir esta situação com a criança ou jovem, de forma a construir uma consciência positiva, relativamente à escola e ao conhecimento académico.

Para além disso, nas férias escolares de verão, devem-se já incutir objetivos de estudo, não como castigo, mas sim como motivação e interesse na autossuperação. Nesse sentido, não serão necessárias muitas horas de estudo diárias, basta uma hora diária a cada disciplina, por semana, desde que, o estudo seja realizado com altos níveis de concentração e empenho. Este estudo pode ser realizado autonomamente ou acompanhado, de acordo com as necessidades apresentadas.

Finalmente, lembrar que, um estudante retido é um estudante que necessita de um apoio especial, por parte de toda a comunidade educativa.

falhei-ta.png

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Vencedor:

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
Blogs Portugal