Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Educar (Com)Vida

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

JOGOS PEDAGÓGICOS: Pote das trocas

Alguns jogos que podem ser divertidos e educativos em simultâneo, podem educar para as emoções, podem melhorar o desenvolvimento físico, podem exercitar capacidades intelectuais. Por estas razões, hoje traga-vos uma proposta de uma atividade pedagógica que pode ser realizada em famílias e/ou por educadores/as.

Assemelha-se a outros jogos pedagógicos, já aqui partilhados e consiste na criação de um Pote que contenha papelinhos diferentes com bons comportamentos. Assim, sempre que o estudante tem um comportamento mais errado, de maior agressividade, etc., deve ser confrontado com tal comportamento de forma a ser capaz de fazer uma troca.

O estudante deverá trocar o seu comportamento menos correto por um retirado do Pote das Trocas, assumindo assim esse novo comportamento, ao longo do dia, e abandonando o comportamento anterior.

Esta ação de ser apoiada na reflexão sobre comportamentos, melhorando a capacidade de distinguir o certo do errado e ajudando a criar estratégias para selecionar atitudes e formas de estar consigo próprio e com os outros.

jogos pedagógicos.jpg

 

JOGOS PEDAGÓGICOS: A caixa da Raiva

Alguns jogos que podem ser divertidos e educativos em simultâneo, podem educar para as emoções, podem melhorar o desenvolvimento físico, podem exercitar capacidades intelectuais. Por estas razões, hoje traga-vos uma proposta de uma atividade pedagógica que pode ser realizada em famílias e/ou por educadores/as.

As crianças começam cedo a tentar lidar com sentimentos muito fortes, como por exemplo a raiva e a frustração. Esta técnica pode ajudar neste desenvolvimento e controlo, de forma a poder direcionar emoções e sentimentos voltando a acalmar e a relaxar.

Como proceder:

Utilize uma caixa que possa decorar com imagens de monstros chateados e de aspeto furioso, preso em grades de metal, essa caixa servirá para guardar desenhos.

Assim, quando a criança estiver com esses sentimentos deve ser aconselhada a transferir para um desenho tudo aquilo que está a viver, tornando as emoções conscientes e claras. No decorrer dessa contemplação é convidada a fazer o desenho do seu monstro que transmita tais sentimentos, tendo assim a personalização da sua frustração.

No final deve colocar o seu desenho na caixa, sendo-lhe explicado que o monstro será preso... um processo que  ajuda a acalmar a criança… ao longo do desenho a criança irá começar a sentir-se mais calma e paciente. Ensine-a a utilizar a caixa de forma mais autónoma e sempre que sentir necessidade, explique que estes sentimentos fazem parte da vida e que é importante aprender a controlá-los o melhor que conseguimos.

jogos pedagogicos (1).jpg

 

Com jogos também se aprende e se memoriza….

Desde os quatro, cinco anos que as crianças podem começar a aprender muito com jogos, sejam jogos entre pares ou em família, sejam jogos individuais. Não estou a referir-me aos jogos interativos em ecrãs, que estão na moda, mas sim jogos mais tradicionais que se podem comprar, fazer, inventar ou emprestar.

Existem jogos que direcionam a aprendizagem para a gestão de conflitos entre crianças e para a aprendizagem do saudável convívio… outros ajudam a memorizar objetos, palavras, conceitos, outros ainda procuram trabalhar as emoções e a criatividade, e também o desenvolvimento motor (motricidade fina e grossa)… existem tantos jogos e para um sem fim de objetivos.

Aqui ficam alguns que, facilmente, pode adquirir ou construir em casa:

  • Jogo da memória,
  • Jogos de cartas,
  • Jogo da glória,
  • Jogo do bingo,
  • Jogos de tabuleiro,
  • Jogos ao ar livre,

Todos eles são forma de aprendizagem, desenvolvem competências e em simultâneo divertem e deixam as crianças e jovens motivados na conquista de novas capacidades.

brincar (1).jpg

 

JOGOS PEDAGÓGICOS: Fazer amoeba/slime

Alguns jogos que podem ser divertidos e educativos em simultâneo, podem educar para as emoções, podem melhorar o desenvolvimento físico, podem exercitar capacidades intelectuais. Por estas razões, hoje traga-vos uma proposta de uma atividade pedagógica que pode ser realizada em famílias e/ou por educadores/as.

A amoeba ou slime é uma massa viscosa e fácil de moldar que melhora e apoia no desenvolvimento das capacidades criativas, ajuda na motricidade fina e promove algum relaxamento aquando do seu uso.

Estas amoeba ou slime pode ser comprado, ou feito de forma caseira:

Como fazer amoeba:

1 pacote pequeno de bicarbonato de sódio ou boráx

1 tubo de cola branca normal

Tinta guache da cor que pretender

Água mineral

  1. Num recipiente de vidro verta a cola branca. A quantidade irá depender de quanta amoeba pretende fazer.
  2. Num copo com 150 ml de água, adicione 3 colheres de sopa de bicarbonato de sódio ou boráx até diluir bem.
  3. Despeje a tinta de guache no recipiente com a cola branca, até que atinja a tonalidade cor desejada.
  4. Pegue no copo de água com bicarbonato de sódio ou boráx e verta, aos poucos, no recipiente de cola branca e mexa.
  5. Quando a mistura descolar do recipiente e das mão, está a chegar ao ponto certo… a amoeba. Está pronta!

(Este é um método de amoeba retirado da internet, lá poderá encontrar outros de acordo com os gostos da pequenada)

Aproveitem estas férias para colocar ‘mãos à obra’!!!

jogos pedagogicos (4).jpg

 

 

JOGOS PEDAGÓGICOS: A Garrafa Sensorial

Alguns jogos que podem ser divertidos e educativos em simultâneo, podem educar para as emoções, podem melhorar o desenvolvimento físico, podem exercitar capacidades intelectuais. Por estas razões, hoje traga-vos uma proposta de uma atividade pedagógica que pode ser realizada em famílias e/ou por educadores/as.

A Garrafa Sensorial é aconselhada, principalmente, para bebés a partir dos 6 meses, no entanto, as crianças de infantário ou do pré-escolar também irão adorar brincar com estas Garrafas repletas de cor.

 Estas irão estimular os bebés de forma lúdica e despertar-lhes a curiosidade e desenvolvem os sentidos.

Como fazer:

  • Escolha uma garrafa plástica com tampa;
  • Lave bem a garrafa e retire-lhe o rótulo;
  • Selecione materiais de diferentes naturezas que despertem a curiosidade e o desejo de observação, de pequenas dimensões;
  • Coloque os objetos na garrafa;
  • Feche bem a garrafa com cola quente.

Permita no máximo duas a três Garrafas Sensoriais de cada vez, para que o bebé não disperse demasiado a sua atenção.

jogos pedagogicos (3).jpg

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Vencedor:

Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2015
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
Blogs Portugal