Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Educar (Com)Vida

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

O Fim de um Ano Letivo especial?

Este ano escolar começou numa aparente normalidade, mas repentinamente, em março tudo se transformou… os alunos deixaram de ir para a escola de um dia para o outro e as aulas passaram a acontecer online, entre síncronas e assíncronas. Tudo necessitou de ajustes e de adaptações… todos os intervenientes no ensino viram-se a braços com um desafio gigante!

Não me parece que tenha sido um ano letivo muito produtivo em aprendizagens, embora com o esforço e empenho de todos, faltaram computadores, acesso a internet, motivação e ficaram muitas dúvidas por esclarecer! 

Agora o ano letivo chega ao fim… já por cá refleti sobre todo o processo, já propus dicas para estudar em casa, já refleti sobre uma diferente forma de avaliação… Mas, agora que o ano letivo termina, outra questão se coloca: e em setembro?

De facto, o que colocou em casa todos os estudantes foi o COVID – 19, mas este ainda não está controlado… não existe tratamento… nem vacina… e perspetivas para que em setembro as aulas recomecem com a normalidade habitual parece desvanecer-se… então, como começará o próximo ano letivo?

Manter este ensino à distância, não me parece o mais acertado, porque ficará muito por aprender… no entanto, para recomeçar o ensino presencial, novas regras e comportamentos terão de ser ajustados. Estarão as escolas preparadas para tal desafio?

Haverá a tentativa de colmatar as falhas decorridas do ano letivo que acaba, ou continuaremos a reinventar um ensino adaptado à situação, onde a pressa é inimiga da perfeição?

férias.jpg

 

Escola em casa, que avaliação?

Diálogo entre mim e um/a estudante de 3º ciclo:

Eu: _Então, como estão a decorrer as aulas? Tens feito os trabalhos?

Estudantes: _Sim, mas ninguém está preocupado… já toda a gente sabe que é para passar e é, portanto!»

Logo no início do 3º período escolar, das situações que penso ter mais preocupado os professores foi como irão avaliar os seus alunos, neste período, sendo que eles estão em casa a receber formação através dos meios de comunicação e com isso os constrangimentos que irá acarretar são reais.

A avaliação, em situação normal escolar, quer-se contínua e, desde a atenção em sala, a realização dos trabalhos e as fichas de avaliação, muito havia para analisar e avaliar.

Agora, que os estudantes estão em casa, a sua participação na telescola não é visível, perceber se o aluno está atento em vídeo aulas é tarefa extremamente difícil, verificar se os trabalhos realizados foram feitos pelo próprio, ou em conjunto, requer muita sensatez… ou seja, a pergunta torna-se imperativa, até que ponto esta avaliação será ajustada e realista?

Quando converso com os alunos, sinto que eles consideram que têm o direito a algum facilitismo, devido a tantos constrangimentos, dos quais não têm a culpa e consideram que todo o esforço realizado de adaptação a estes métodos de ensino devem ser recompensados.

Os professores têm por base um período e meio de aulas presenciais onde conseguiram conhecer um pouco os alunos e retirar daí alguns traços principais de avaliação que, certamente, não serão suficientes… e agora terão de adaptar as suas próprias estratégias de análise.

Muitas dúvidas e incertezas surgem no momento de assumir se as aprendizagens escolares, este ano letivo, foram efetivamente conseguidas…

avaliação escolar.jpg

 

Crianças e jovens em casa a estudar….

Alguns cuidados

O 3º Período entrou no seu último mês, as rotinas já estão instaladas e desenvolveu-se o hábito de estudar em casa, de forma mais autónoma e privada. No entanto, temos de continuar a manter alguns cuidados nos hábitos dos nosso estudantes pois, este estudo em casa, em frente aos ecrãs, podem trazer situações de desmotivação e desalento.

Hoje, deixo uma lista de cuidados mais gerais que, embora a maioria das famílias estejam atentas, deve sempre ser recordada e lembrada:

 

  • É necessário manter o exercício físico, pelo menos três vezes por semana;
  • Como estudam com ecrãs, sempre que possível devem deixá-los e descansar a visão, fazendo outras atividades longe deles e longe das TV’s;
  • Manter regras alimentares, os açucares não devem estar disponíveis para consumo diário;
  • As horas para deitar e levantar devem ser exigência indiscutível;
  • O apoio nas tarefas domésticas deve estar incluído nas rotinas;
  • Os cuidados com o uso da internet e os seus perigos devem ser lembrados e reforçados;
  • As atividades extra curriculares que se mantêm online devem ser incentivadas;
  • As conversas em família devem se manter presentes...

estudoemcasa-partilha (7).jpg

 

Dia da Criança

1 de junho

Em anos anteriores, festejar o Dia da Criança era algo muito aguardado pelos mais pequenos… eram os insufláveis para visitar, as pinturas faciais, os presentes, os avós, os doces e as brincadeiras partilhadas…

Hoje tudo é diferente, as crianças querem-se mais protegidas de um vírus que ameaça a população, poucas são aquelas que vão para as cresces e as escolas estão fechadas para elas. Deseja-se que o Dia Mundial da Criança seja, este ano, celebrado de forma única e que não exista mais nenhum ano semelhante, em que as crianças são privadas do contacto social, dos abraços e do carinho a que têm direito.

Hoje é importante lembrar que, muitas outras crianças ainda não têm os seus direitos assegurados, não têm direito digno a educação, saúde, segurança, proteção…. E nem uma pandemia pode parar esta luta pelos Direitos da Crianças!

Hoje, fica o desejo de que muito mude… nos nossos lares e na vida de muitas crianças espalhadas por este mundo… igualdade, liberdade, dignidade, justiça…. Tantas palavras para lembrar, refletir, exigir….

Feliz Dia da Criança, num desejo profundo de um mundo melhor para elas!!!

 

Digitalizar0027.jpg

(imagem retirada da internet)

 

Estudar com a escola na TV

Diálogo entre mim e um/a estudante de 1º ciclo:

Eu:_ Gostaste das aulas da telescola?

Estudante: _ A de Português quase era para dormir, mas a de Matemática até gostei…»

 

Alguns pais das crianças e jovens de hoje foram alunos da telescola, mas essa forma de ensino em nada se comparava à telescola dos dias de hoje.

A telescola dos dias de hoje, entra na casa de cada aluno, oferece um conjunto de matérias para dois anos letivos simultâneos, por vezes até mais e esta é a resposta do Governo para que os estudantes continuem a aprender tendo de ficar em casa.

Esta não é a única forma de aprendizagem, cada escola adotou outras medidas complementares de ensino, todas continuam a enviar trabalhos para o email e outras incluem vídeo aulas através da internet, para além disso, os alunos são convidados a realizarem trabalhos como complemento à avaliação.

No entanto, as matérias dadas através desta telescola não está em consonância com a matéria lecionada pelas escolas, o que traz um grande desfasamento entre esta formação e está a levar algumas escolas ao não incentivo da atual telescola.

Para todos os alunos que assistem diariamente à telescola, aqui ficam algumas orientações:

 

  • Assiste às aulas de preferência sozinho;
  • Retira toda a distração das proximidades, como por exemplo o telemóvel;
  • Responde às perguntas em voz alta;
  • Não te preocupes em escrever tudo, algumas propostas de TPC’s passam muito rápido... Para os que têm tv cabo, voltam atrás no final;
  • Anota as dúvidas no caderno e depois retira-as com a família ou com o teu professor;
  • Nos intervalos não fiques sentado, faz alongamentos e caminha um pouco;
  • Procura concentrar-te e estar atento, o melhor que conseguires…

 

E aí em casa, já desenvolveram novas estratégias para esta telescola?

estudoemcasa-partilha (6).jpg

 

Alunos de 11º e 12º voltam às salas de aula!

É já nesta segunda feira que os alunos de 11º e 12º anos voltam a sentar nas cadeiras das salas de aula, para iniciarem o 3º Período, de forma presencial. Até agora os seus estudos foram realizados em casa, através de vídeo aulas, estudo individual e trabalhos de pesquisa.

Mas, ainda falta mais de um mês para acabarem as aulas e estes alunos têm de estar preparados para realizarem os Exames Nacionais, estes Exames são de grande influência para quem pretende dar continuidade aos estudos no ensino superior, o que exige muito estudo e concentração.

Assim, neste período curto de tempo, estes estudantes terão de aproveitar as aulas presenciais para tirarem dúvidas sobre as matérias, deste ano letivo e dos anos letivos anteriores, para além disso têm de ter todos os cuidados de saúde necessários, pois a possibilidade de contágio por COVID – 19 ainda é uma realidade. Tudo isto pode despertar uma maior ansiedade e nervosismo a alunos, famílias e professores e que deve ser gerida da melhor forma possível.

Portanto, para os estudantes que hoje voltam às aulas e para as suas famílias, aqui ficam mais algumas dicas:

  • Escolhe muito bem os Exames Nacionais a que te propões e de acordo com o que pretendes no futuro, eles podem permitir ou impedir o acesso a determinados cursos universitários;
  • Faz uma tabela com toda a matéria já estudada e define a que mais precisa de revisão;
  • Elabora uma lista de dúvidas e questões para serem esclarecidas nas aulas;
  • Mantém-te atento nas aulas, como serão poucas, aproveita-as ao máximo;
  • Adquire os livros de preparação para exame, se sentires necessidade de mais resumos ou de mais exercícios;
  • Elabora um plano de estudos para realizares em casa e cumpre-o sempre;
  • Recorre a explicações individuais se sentires dificuldades no estudo.
  • Respeita as regras de distanciamento físico, para te protegeres e protegeres os teus colegas;
  • Presta atenção às novas orientações/regras que terás de seguir e mostra-te responsável;
  • Quando chegares a casa deixa o calçado à porta, coloca a tua roupa para lavar e toma um banho;
  • Cuida da tua alimentação, exercício físico e horários de sono, é fundamental para aprenderes e memorizares com facilidade;

Votos de um Bom Regresso, para todos/as!!! Sempre em segurança!!!

ensino (1).jpg

 

A Orientações Vocacional, ficou nas escolas?

Inquietude

Hoje trago um tema que para mim, é mais uma inquietude das que, por cá, tenho por hábito escrever.

Com todas as alterações atuais implícitas pelo Estado de Emergência e pelo facto de que os estudantes estão em casa, sem irem à escola, tudo está diferente… e, no meio disto tudo, não consegui perceber muito bem, como ficou a Orientação Vocacional facultada pela escola, através de sessões coletivas e individuais de apoio ao estudante, relativamente às opções de formação e às saídas profissionais.

Os alunos que têm mais apoio neste sentido são os de 9º ano de escolaridade que, no final do ano letivo, têm de optar por diferentes áreas de ensino regular ou profissional. Assim como, os alunos de nível secundário que devem ser orientados para um percurso académico ou profissional, após a conclusão do 12º ano.

Pelo que tenho assistido, todos os esforços foram realizados, pelo Governo e pelas escolas, para darem continuidade aos estudos e ao ensino das matérias escolares, no entanto, não tenho percebido quais são as medidas realizadas para que se continue a oferecer este apoio aos estudantes, no que se refere à Orientação Vocacional e a todos estes apoios fundamentais.

Considero que, tal oferta escolar não pode ser desvalorizado, já que os jovens necessitam de realizar escolhas importantes para a sua vida futura e que implicam, não apenas a vida académica e profissional, mas também, a vida pessoal e futura!

Por aí, continua a existir apoio nesta área? Que experiência têm relativamente a este tema?

images (31).jpg

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Vencedor:

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D