Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Educar (Com)Vida

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

Nestas férias pensa no teu futuro!

Se até ao 9ºano de escolaridade, nem todos os estudantes se preocupam com médias e bons resultados, apenas têm como objetivo transitar de ano, no 10ºano, tudo poderá mudar, já que muitos estudantes ambicionam entrar em determinados cursos e universidades, o que exige estudar para médias e para os melhores resultados.

Para além disso, no secundário os jovens devem começar a transformar hábitos de estudo, a direcionar esforços e ambições. Principalmente, no 12ºano cada aluno, deve conhecer os vários cursos, as várias saídas profissionais e quais as suas capacidades e interesses, só assim poderão realizar escolhas conscientes e motivadoras… muitos estudantes esquecem-se que o preparar do futuro começa pelos 16 anos!

Portanto, aos jovens alunos, que agora se encontram de férias, é o momento ideal para começarem a dedicar parte destas férias a investigar cursos, médias, faculdades, saídas profissionais, etc, etc… porque em períodos de aulas irão dizer que não têm tempo para isso!

futuro.jpg

 

É tempo de ser Criança!!!

Se já aqui disse que a educação não é só escola e que a aprendizagem se realiza em muitos outros lugares, assumo o quanto importante é que o estudante esteja integrado em outras atividades: Música, Desporto, Arte, Religião, Dança, Teatro, etc, etc… No entanto, estes tempos devem ser bem equacionados pois podem ultrapassar a fronteira do plausível quando, (principalmente as crianças do 1ºciclo) andam em todas estas atividades e mais algumas… quando os pais correm de um lado para o outro a transporta-las para os mais variados lugares, quase chegando atrasados a tudo! A qualidade destes tempos é bem mais importante do que a sua quantidade! 

Brincar é também uma atividade importante na vida de uma criança, principalmente quando brinca com os seus pares (crianças da mesma idade), sem televisão ou jogos de consolas… este é um tempo precioso que deve ser incentivado pelos educadores. É preciso tempo para ser criança!

Olhando por esta perspetiva é imprescindível assumir o papel avassalador de quem é responsável por educar… «assim, o papel dos educadores/professores não é mais, e somente, o de instruir mas, e fundamentalmente, o de serem mediadores entre a cultura escolar e a cultura local, de forma a que as aprendizagens das crianças se tornem significativas e promotoras de sucesso.» (Preciosa Fernandes, Uma Formação em Círculo: 2001). 

Agora, em tempo de férias, ao aproximar-se um novo ano escolar, vale a pena refletir sobre isto, antes de definir as atividades extra curriculares e antes de adquirirem os novos equipamentos eletrónicos e antes de definirem as novas rotinas familiares!

brincar.jpg

TPC para férias

Agora que estamos a começar as férias de verão, são quase três meses de muito calor e pouco para fazer, deixo aqui, uma proposta diferente de TPC para estes tempos livres. É uma boa forma de aproveitar tanto tempo livre de forma útil, educativa e divertida.

Experimentem:

TPC férias (1).jpg

 

 

Sabe que o seu filho tem contas ‘só para friends’ nas redes sociais?

Diálogo entre mim e um/a estudante de 3º ciclo:

«Eu: _Afinal quantas contas de Instagram tens?

Estudante: Só tenho duas… uma oficial e outra para os ‘friends’…há quem tenha mais!

Eu: _Para que precisas de duas contas?

Estudante: _Há coisas que só quero partilhar com os amigos»

 

Com o passar dos anos e pelas conversas que tenho com estudantes, tenho percebido que os gostos pelas redes sociais são enormes, mas que não são iguais às dos adultos eles, por exemplo, não gostam de facebook e utilizam bem mais o instagram, o que mais gostam de partilhar são fotos individuais ou com amigos e estão horas em conversas, através destas redes.

Como eles partilham muitas coisas que consideram privadas, tanto em comentários com em conversas, acabam por criar uma ou mais contas, para além das que são conhecidas pelos pais e demais familiares.

Nós sabemos que todos os pais vão às contas dos filhos, muitas vezes até têm as passwords, estão atentos às publicações e às amizades, é claro que, eles também sabem… por mais que isso seja feito de forma muito discreta! Então, criam uma nova conta, onde selecionam muito bem as amizades e onde partilham coisas que consideram mais privadas, como amizades, namoros, situações que acontecem na escola, ou no grupo de amigos.

Nesta(s) outra(s) conta(s) não precisam de apagar conversas, nem comentários, como fazem nas contas ditas ‘oficiais’, e tornam-na um ‘quase diário sagrado’ onde só chega quem querem.

Esta situação não me parece alarmante, no entanto, as famílias devem estar atentas às redes sociais ‘ditas oficiais’ e devem também estar alerta para estas práticas comuns… sempre com grande descrição e com respeito pela privacidade, pela qual eles tanto lutam!  

jovens (1).jpg

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Vencedor:

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
Blogs Portugal