Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Educar (Com)Vida

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

JOGOS PEDAGÓGICOS: SOS Família

É imprescindível ensinar às crianças conceitos morais e éticos fundamentais, como a solidariedade e a empatia pelo outro. Se tais conceitos forem utlizados em casa com regularidade e frequência, torna-se bem mais fácil para quem cresce reproduzi-los em sociedade de forma natural e sensível.

Para ajudar a incrementar tais conceitos nas rotinas das crianças e jovens, hoje partilho este jogo pedagógico: SOS família, onde o objetivo é que a criança consiga identificar situações familiares específicas, onde deve intervir para ajudar qualquer um dos elementos.

O jogo necessita dos seguintes matérias:

Duas pequenas caixas que devem conter cartões. Uma caixa vermelha, onde se pode ler: S.O.S, outra caixa verde, onde se pode ler: AJUDO e canetas.

Sempre que alguém da família sentir que necessita de uma ajuda extra, num determinado dia, deve retirar da caixa vermelha o cartão e escrever o seu problema e assinar (pode afixar no frigorífico, ou em outro local previamente definido);

 

Sempre que for ativado o pedido de S.O.S. os familiares devem retirar um cartão da caixa verde e propor a sua ajuda e a forma de apoio, assinando.

Estes cartões de ajuda podem e devem ser utilizados sem que seja necessário que alguém use o cartão de S.O.S, pois significa que existe sensibilidade para perceber quando alguém precisa de ajudar, antecipando assim o apoio.

Esta ajuda pode ser uma simples atividade doméstica, como pode ser um apoio emocional, como por exemplo: alguém ficar doente; arrumar a cozinha; sentir de tristeza; … etc.

Todos podem pedir ajuda e todos podem ajudar… e é sempre obrigatório cumprir o prometido!

Atenção: se alguém ainda não consegue escrever, pode desenhar ou pedir apoio na escrita.

 

jogos pedagógicos (1).jpg

 

 

JOGOS PEDAGÓGICOS: O Frasquinho dos Desejos

As crianças, por vezes, apresentam algumas dificuldades em discernir objetivos e desejos de bens materiais… podem muitas vezes limitarem os seus gostos e prazeres apenas aos objetos que podem ser adquiridos em lojas, como por exemplo, equipamentos eletrónicos, roupas de determinadas marcas, etc., isto pode deixar quem cresce muito mais preocupada com o Ter e descuidado de outros valores: sentimentos, ações e emoções, que estão relacionados com o Ser e que trazem muito mais felicidade e satisfação pessoal.

No entanto, esta sensibilização passa também por uma educação e aprendizagem, que cabe essencialmente às famílias. Estas aprendizagens irão despertar para a sensibilidade, empatia, compaixão, solidariedade e compromisso.

Para apoiar no desenvolvimento destas aprendizagens, hoje partilho aqui o jogo ‘O frasquinho dos Desejos’. Basta reciclarem um frasco já utilizado, decorarem a gosto e colocarem próximo um bloquinho de notas.

Ao longo de um período de tempo, as crianças devem ir anotando os seus Desejos, ou seja, algo que queiram muito conquistar e que não poderá ser comprado/adquirido. Por exemplo: melhor nota a Português; fazer uma nova amizade; fazer um passeio em família; abraçar os avós…

Os desejos devem ser colocados no frasquinho e, em data a definir com a família, devem ser abertos, lidos e festejados… devem ser consideradas conquistas muito felizes e muito importantes na vida da criança! A Verdadeira Felicidade!

 

jogos pedagógicos.jpg

 

Tabela do Comportamento: Vou ser fantástico/a!!

Por cá, já tenho deixado várias tabelas que poderão apoiar e incentivar aos bons comportamentos, seja dentro do contexto escolar, ou em contexto familiar. Mas como estas partilhas nunca serão demais… e atividades diferentes podem ajudar também de formas diferentes. Hoje, partilho uma nova tabela mensal.

Com esta tabela os educadores ou família podem ir anotando, ao longo do mês o comportamento da criança e colorindo a tabela, basta imprimir e seguir as regras, que são extramente simples!!

Versão PDF para imprimir:

ser fantástico_mes.pdf

vou ser fantástico.jpg

 

Quais os melhores brinquedos?

Porque estamos próximos do Dia da Criança, a escolha de brinquedos para as crianças deve ser algo importante e reflexivo. Os brinquedos devem levar as crianças a desenvolverem capacidades imaginativas, criativas e de grande fantasia.   Para ajudar a comprar os brinquedos adaptados a cada idade, pode seguir por esta proposta padronizada, como orientação:

0 - 5 anos: o brinquedo deve ser um calmante. Pode optar por objetos coloridos com sons ou músicas.

6 meses - 1 ano: brinquedos que estimulam a curiosidade sobre o meio envolvente. Pode optar por brinquedos de encaixar, de empilhar, flutuantes, ou com sons.

1 - 2 anos: os brinquedos devem auxiliar no desenvolvimento da concentração e da motricidade fina. Brinquedos com diferentes texturas, ilustrações, puzzles, com botões para pressionar, ou com rodas.

2 - 3 anos: os brinquedos devem estimular a imaginação e a criatividade.  Pode optar pelas pinturas, réplicas de objetos ou animais, bolas, baloiços.

3 - 4 anos: os brinquedos mais próximos dos desejos das crianças são os que representam o dia a dia das crianças. Para além das réplicas de objetos quotidianos, pessoas e animais, pode incluir triciclos, bicicletas, casas de bonecas, oficinas de ferramentas, jogos simples, plasticina e livros ilustrados.

4 - 6 anos: aumenta o estimulo da fantasia e da imaginação, que pode ser auxiliado com os brinquedos corretos. Os brinquedos podem ser, dinheiro de brincar, meios de transporte, caixa registadora, cidades de brincar, instrumentos musicais, jogos, etc.

6 - 9 anos: já em idade escolar, as crianças estão ainda muito dedicadas à brincadeiras de faz-de-conta e do imaginário. Pode optar por livros, jogos de tabuleiro, corda, patins, bicicleta, equipamentos desportivos, meios de transporte em peças para montar e legos.

9 – 12 anos: nesta idade as crianças entram na fase da adolescência e preferem ser elas a escolher as diversões, deve haver uma continuidade no despertar do raciocínio e da criatividade. Pode escolher entre livros, jogos de mesa, caixas científicas, equipamentos desportivos ou material eletrónico.

brincar e aprender.jpg

 

Jogos simples e didáticos para este verão!

Nos dias de hoje as crianças jogam nos tablets, computadores, telemóveis e deixam para trás os jogos mais clássicos, mas que são muito importantes para o desenvolvimento educativo.

Deixo aqui alguns jogos divertido, baratos para todas as idades e que deixam o telemóvel na gaveta:

Em casa:

  • Bingo: para pequeninos e grandes, pode ser jogado em família e ajuda a decorar números em qualquer língua;
  • Jogo da memória: para um grupo mais pequeno, pode até ser feito em casa com pequenos cartões;
  • Amoeba ou plasticina: dá para fazer em casa, está na moda e ajuda na motricidade fina…

Lá fora:

  • Bowling: basta ter umas latas ou garrafas plásticas e uma bola, para divertir e melhorar a motricidade grossa;
  • Frasquinho de bolinhas de sabão: estes frasquinhos são baratos e fazem a delícia da pequenada;
  • hula hoop: já foi moda e agora anda um pouco esquecido, também é divertido e diferente dos brinquedos habituais.
  • Peddy Paper: se quiserem utilizar um realizado por mim, é só visitar https://educarcomvida.blogs.sapo.pt/uma-atividade-divertida-peddy-paper-84738

 

Por aí, que propostas divertidas têm, pouco ou muito conhecidas????

 

Ferias.jpg

 

 

 

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Vencedor:

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
Blogs Portugal