Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Educar (Com)Vida

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

O Plano Nacional de Leitura é…

Certamente, já ouviu falar do Plano Nacional de Leitura das mais variadas formas, seja porque encontrou alguns livros à venda com esse logótipo, seja porque tem uma lista escolar com os livros recomendados, etc.

Pois bem, é sempre bom lembrar o primordial objetivo deste projeto lançado em 2006 e que tem vindo a procurar responder à preocupação nacional referente aos «níveis de literacia da população em geral e, em particular, dos jovens (…) o Plano Nacional de Leitura (PNL) concretizou um conjunto de estratégias destinadas a desenvolver as competências nos domínios da leitura e da escrita, bem como a alargar e a aprofundar os hábitos de leitura da sociedade portuguesa, designadamente da população escolar. » (In: www.planonacionaldeleitura.gov.pt: 2017)

Em concreto, este PNL propõe livros para serem lidos em idade escolar ou em adultos, desenvolve concursos literários, trabalha em parceria com várias instituições e oferece livros em formato digital. Pode saber mais em http://www.planonacionaldeleitura.gov.pt.

O mais importante em tudo isto é lembrar que, seja ou não um livro proposto pelo PNL, o importante é ter por hábito ler e, nestes tempos de ficar em casa, passar o tempo a ler é uma excelente forma de incentivar à criatividade e à imaginação e, também, uma forma muito interessante de aprender!

Resultado de imagem para plano nacional de leitura

A importância de ir para a pré-escola.

Há anos atrás as crianças pequenas de 4 e 5 anos mantinham-se em casa até entrarem para a escola, ou com a mãe ou com os avós, por exemplo. Mais tarde assumiu-se que, se frequentasse o pré-escolar a criança teria mais facilidade de adaptação à escola.

Atualmente, estudos indicam que existem ainda mais vantagens para as crianças se integrarem no ensino pré-escolar, pois facilita os processos de sociabilização e apresenta vários efeitos positivos a maior longo prazo, como por exemplo, a prevenção no abandono escolar e na exclusão social.

Assim, no pré-escolar as crianças começam por desenvolver uma nova capacidade intitulada de Aprender a Aprender, ou seja, vontade e curiosidade pelo saber, gosto pelo conhecimento e predisposição para a aprendizagem. Em simultâneo surge o desenvolvimento de novas competências sociais de cooperação e interação com crianças das mesmas idades.

No pré-escolar as crianças aprender a brincar em conjunto, a fazerem amizades e a executarem tarefas em conjunto, aprendizagens que se apresentarão de muito valor nos próximos anos.

Qual a vossa opinião sobre o assunto?

pre escolar.jpg

 

Educação: a base… o âmago… a resposta…

Cada vez mais tornamo-nos pessoas extremamente direcionadas devido à nossa educação, formação e profissão… pelo menos eu ‘olho-me’ cada vez mais assim… compreendo a Educação como um caminho novo para velhos problemas, uma base sólida para melhorar atitudes e pensamentos, um caminho seguro para a evolução do Indivíduo e da sociedade.

Através da Educação conseguimos aceitar a diferença, sensibilizar para o apoio, julgar com justiça, compreender o sentido da seriedade e da humildade… a Educação fornece-nos os valores fundamentais, os direitos humanos, a justiça social, a inteligência cognitiva e emocional, apoia um desenvolvimento tecnológico, não apenas num Saber Fazer como também num Saber Ser… e se a sociedade, a família, a escola, a religião, a cultura, não nos ofereceu tudo isto, então, o caminho ainda está por completar e a felicidade ainda é uma utopia…

Imagem relacionada

 

 

Visitas ‘em’ estudo!

Talvez seja devido aos cortes orçamentais que os estudantes de hoje têm poucas visitas de estudo, proporcionadas pelas escolas. Contudo, mantenho a opinião de que estas são elemento importante na aprendizagem, pois «constituem uma situação de aprendizagem que favorece a aquisição de conhecimentos, proporciona o desenvolvimento de técnicas de trabalho, facilita a sociabilidade.» (in www.netprof.pt/).

Assim, e para os educadores que têm essa possibilidade, deixo o desafio de refletirem mais sobre possíveis lugares a visitar, dentro e fora do país, que permitam a aquisição de mais cultura, contato multicultural, conhecimento histórico, artístico e geográfico…

Viajar, visitar, contemplar, escutar, enriquecem o ser humano de forma profunda e transformadora, desenvolvem novos saberes, despertam curiosidades, aguçam sentidos, constroem competências.

Visitar museus, espetáculos, novas cidades, galerias, bibliotecas, e tantas outras formas de arte, contribuem para o desenvolvimento e crescimento educativo, facilitando a aquisição de conhecimento de forma mais natural e interessada…pois, alia-se o conhecimento teórico recebido em contexto sala de aula com o conhecimento prático de quem sente e vive o que leu.    

escolar_img.jpg

 

‘Podemos ter um cão?’ – A importância dos animais de estimação

Diálogo entre mim e um/a estudante de 2º ciclo:


Eu: _ Nesse exercício pede para descreveres o animal que mais gostas. Qual é?
Estudante: _ Da minha cadela!
Eu: _ E como é que ela é?
Estudante: _ É espetacular… é castanha e branca… brinca muito e é muito esperta... mesmo….»

 

Quantas vezes nos trabalhos escolares é pedido às crianças que escrevam/descrevam o seu animal de estimação, ou o animal de que mais gostam. Pelo que converso com os estudantes sobre esse assunto: os que têm um, ou mais, animais em casa adoram-no(s), são sempre a sua espécie preferida e se pudessem teriam mais… aqueles que não têm, afirmam que a ideia os interessa bastante e referem já ter pedido aos pais, por várias vezes para terem um, tenha asas ou focinho, ou escamas…
A maioria dos pais já teve um animal de quem tratou e, portanto, assusta-se com os trabalhos inerentes aos cuidados e tratos que qualquer animal necessita, logo sempre que um estudante pede para adotar um animal a resposta é prontamente ‘Não… não temos espaço, nem tempo para ele…’ mas note que, ter uma animal de estimação em casa traz benefícios para as crianças, jovens e adultos… No próximo Post escreverei sobre alguns desses benefícios!
Antes de mais, gostaria de deixar aqui um alerta de que se deve explicar às crianças que, ter um animal de estimação não é o mesmo de que ter um brinquedo, que implica enorme responsabilização e cuidados!!!

amizade-bebe-bulldog3.gif

 

Família: pedra basilar da Educação

Diálogo entre mim e um/a estudante:

Eu: _ Quem te vem buscar?

Estudante: _ O meu avô!

Eu: _ Moras com os teus avós?

Estudante: _ Sim, os meus pais estão fora…»

 

Muitas vezes, neste Blog, escrevo sobre as implicações práticas da família na educação das crianças. A família é a primeira instituição educadora que faculta orientações, punições e recompensas, logo nos primeiros obstáculos da vida, e permanecem ao longo de todo o caminho. É, portanto, um núcleo de pessoas que se protegem e amparam, que ensinam valores e ideais, que fomentam grandes e sólidos patamares de felicidade.

Atualmente as famílias têm grandes desafios na educação, sãos os primeiros educadores, são permanentes exemplos, apoiam outros contextos de educação como as escolas e grupos educativos, tomam decisões primordiais pelos mais pequenos, quer seja na saúde, na cultura, na religião, na moral e na ética, orientam os seus membros com gestos, palavras, atitudes e decisões.

Quando me refiro a este conceito de família lembro que este também tem passado por processos de mudança social e cultural… neste sentido, para mim, família é conceito de amor, entre um núcleo de pessoas, que em nada se define pelo género, raça, cultura, ou etnia…

Por tudo isto, hoje, deixo aqui um bem haja a todas as famílias que tanto se esforçam para criar e orientar novas gerações, que apoiam incondicionalmente, que estão permanentemente presentes…. A Educação passa, sem dúvida, pelo vosso esforço e empenho! 

despicable-me.jpg

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Vencedor:

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D