Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Educar (Com)Vida

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

Porque não somos apenas seres pensantes: A Motricidade…

Ao longo do crescimento, desde bebé até jovem, vamos aprendendo novas capacidades motoras, vamos melhorando a coordenação, o equilíbrio, a forma de manuseamento de objetos, etc. Estas capacidades são parte integrante de um desenvolvimento saudável e não devem ser esquecidas ou descuradas pelos educadores.

Para melhor introduzir este tema, aqui ficam umas globais características do desenvolvimento físico, de acordo do as faixas etárias:

 

Dos 0 aos 6 meses

  • Processo de fortalecimento gradual dos músculos e do sistema nervoso,
  • Controle completo da cabeça por volta dos 4 meses,
  • Pelos 4 meses o controle das mãos é mais fino, sendo capaz de segurar num brinquedo, 

 

Dos 6 aos 12 meses

  • Capaz de se sentar direito sem apoio e de fazer as primeiras tentativas de se pôr de pé,
  • A partir dos 8 meses, consegue arrastar-se ou gatinhar,
    • A partir dos 9 meses poderá começar a dar os primeiros passos,

 

Do 1 aos 2 anos

  • Começa a andar, sobe e desce escadas, sobe os móveis, mas com o equilíbrio bastante instável,
  • Melhoria da motricidade fina devido à prática - capacidade de manipular um objeto,

 

Dos 2 aos 3 anos

  • Capaz de saltar ou saltar de um pé para o outro quando está a correr ou a andar,
    • É mais fácil manipular e utilizar objetos com as mãos, como um lápis de cor para desenhar ou uma colher para comer sozinha; 

 

Dos 3 aos 4 anos

  • Grande atividade motora: corre, salta, começa a subir escadas, pode começar a andar de triciclo;
  • É capaz de comer sozinho, 

 

Dos 4 aos 5 anos

  • Grande atividade motora, com maior controle dos movimentos; 
    • Consegue escovar os dentes, pentear-se e vestir-se com pouca ajuda; 

 

Dos 5 aos 6 anos

  • A preferência manual está estabelecida; 
    • É capaz de se vestir e despir sozinho; 
    • Assegura sua higiene com autonomia;

 

Nos próximos artigos iremos continuar a refletir sobre este tema: a motricidade.

moticidade global.jpg

(imegem retirada da net)

 

O desenvolvimento infantil, segundo Piaget!

Segundo Piaget, as crianças apresentam um desenvolvimento cognitivo contínuo, de acordo com cada idade. Assim sendo, de segundo o autor, podemos perceber melhor atitudes e comportamentos de cada criança, de acordo com a etapa do desenvolvimento em que se encontra.

Ao delimitar etapas de crescimento e desenvolvimento por fases, poderá ajudar-se os educadores a apoiarem o desenvolvimento de cada criança de forma mais individualizada, podendo adaptar estratégias que melhorem as capacidades apresentadas em cada fase.

Mas, é necessário lembrar que, existem algumas nuances no que concerne às etapas pré-estabelecidas, até porque nem todos os autores concordam plenamente com Piaget e nem todas as crianças se desenvolvem de forma tão linear. No entanto, deixo-vos aqui a tabela das etapas para analisarem, poderá ser algum apoio em determinado momento, seja em delinear tarefas e atividades, sensibilizar para situações, alertas para possíveis problemas de desenvolvimento.…

Piaget_ Fases do desenvolvimento cognitivo (2).jpg

(imagem retirada da internet)

Desporto: com que idade?

Pode existir algum receio, por parte dos encarregados de educação, aquando da escolha do desporto mais adequado a cada criança, de acordo com a sua fase de crescimento. É, claramente, necessário uma especial atenção ao desenvolvimento de cada criança, contudo ficam aqui algumas propostas dos ‘entendidos’ nesta matéria:

  • Crianças em idade pré-escolar: precisam de atividades próprias ao seu potencial para o desenvolvimento da motricidade, sendo fundamental que em todos os momentos as atividades sejam lúdicas.
  • 4 aos 6 anos: Os joguinhos começam a ficar interessantes. As atividades deverão ser realizadas com jogos e brincadeiras.
  • 7 anos em diante: Serão trabalhadas atividades com diferentes exercícios de recreação e competição, o que estimula muito a criança. Já poderão ser introduzidos também o atletismo (corridas, saltos e lançamentos – de forma simplificada), a natação, pequenos jogos, etc.
  • 11 aos 14 anos: A proposta aplicada já inclui, além de muita recreação, os jogos desportivos, não sendo aconselhado, no entanto, determinado tipo de desporto por faixa etária mas sim, seguindo o desejo da criança. Estimulando sempre um gosto pelo desporto que permaneça na vida adulta.

Com base em: Marcia Cristiane Perretto  In: www.gazetanews.com

desporto.png

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D