Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Educar (Com)Vida

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

Ai…ai…. Os verbos!!!

Parece-me que, as maiores dificuldades no estudo da língua portuguesa prendem-se com a exigência da gramática. Sendo os verbos algo difícil de entender e memorizar, nos primeiros momentos de estudo. Mas, é de lembrar que estes conhecimentos serão necessários para todos os anos letivos escolares, desde o 1º ano ao 12ºano. Para além disso, saber escrever e falar corretamente é uma excelente competência que todos nós deveríamos procurar adquirir.

Hoje, para ajudar nesta tarefa, trago uma pequenina explicação sobre os verbos no indicativo, pois alguns estudantes confundem-nos facilmente.

Presente do Indicativo: refere-se a um facto atual, algo que indique situações permanentes ou habituais.

Pretérito Imperfeito: exprime uma ação passada mas habitual ou repetida, ou seja, é um passado que permaneceu algum tempo.

Pretérito Perfeito (simples): indica uma ação passada mas não habitual, ação momentânea no tempo.

Pretérito Mais-que-perfeito (simples): refere-se a uma ação que ocorreu antes de outra ação já passada.

Futuro (simples): algo que irá ou poderá acontecer mais tarde, que consideramos ser possível acontecer.

verbos.jpg

 

O que devo saber sobre a gramática portuguesa?

Em todos os anos letivos aprende-se um pouco mais sobre a gramática da língua portuguesa, portanto, quanto mais rapidamente os estudantes e começarem a entender a gramática melhor, ajudá-los-á em todos os anos letivos.

O que se deve aprender sobre a gramática:

  • Palavras: relação entre palavras; neologismos; arcaísmos; formação de palavras; expressões idiomáticas.
  • Subclasses de palavras: nomes; determinantes; quantificadores; pronomes; adjetivos; verbos; advérbios; preposições; conjunções; interjeições.
  • Sintaxe: constituintes da frase; funções sintáticas; concordância; forma ativa e passiva; frases simples e frases complexas (coordenação e subordinação).
  • Língua e Comunicação: grafia; registo formal e informal; discurso direto e indireto;
  • Recursos Expressivos: onomatopeia; repetição; comparação, metáfora, etc…
  • Tipos de Texto: textos literários e não literários; géneros literários.

portugues.jpg

 

Para a disciplina de Português…

Os Recursos Estilísticos, ou as Figuras de Estilo, são conceitos constantemente aprendidos na disciplina de língua Portuguesa. Ao longo dos anos letivos vão-se acrescentando à lista novas Figuras de Estilo, com base nas obras estudadas. 

Os Recursos Estilísticos/Figuras de Estilo são estratégias de escrita que apoiam o escritor no momento de realçar o seu texto para uma melhor interpretação, motivando quem lê. Quantas vezes ouvimos um estudante a dizer: ‘(...)matei-me a estudar…’ esta frase utiliza um Recurso Estilístico.

Para os alunos estudarem estas e outras propostas gramaticais podem consultar o seu manual escolar, normalmente no final, existe uma parte gramatical de consulta e apoio ao estudo. Para quem pretender investir um pouco mais, pode adquirir uma gramática em concordância com o ciclo de estudo e com as metas curriculares.

Em anexo, deixo um documento retirado da internet, com várias destas Figuras/Recursos, exemplos e exercícios, que poderão, também, ajudar estudantes das mais diversas idades. 

recursosexpressivos.pdf

estudo.jpg

 

 

8 Dicas de Escrita!

Muitas vezes, os pequenos estudantes cometem alguns erros gramaticais na sua escrita, ao confundirem pequenos termos, como por exemplo, o ‘à e o há’, até nós os adultos ficamos com algumas dúvidas, pois ambas as palavras existem, mas têm significados completamente diferentes.

Por isso, deixo algumas dicas orientadoras de escrita, de palavras mais básicas:

Dica 1- Uso de “À” ou “HÁ”.

O HÁ indica tempo e pode ser substituído pelo verbo Existir, ex.: “Ele deixou a chupeta há algum tempo”.

O À indica lugar e pode ser substituído pelo Para…, ex.: “Vou daqui à escola”.

Dica 2- Uso “Haver” ou “A ver”

O Haver indica a existência de algo, ex.: “Por não haver mais para fazer, cheguei mais cedo!”

O A ver refere-se a algo que se observa, ex.: “Estás a ver o mar’”

Dica 3 – “ss” ou “-se”

Usam-se dois ss quando referimos o passado, ex.: ”Se os testes fossem hoje!”

Usamos o -se num futuro, possibilidade ou indicação, ex.:”Vendem-se livros!”

Dica 3 – “Cozer” ou “Coser”

Utiliza-se Cozer de cozinhar, ex.: “Hoje vou cozer batatas.”

Utiliza-se o Coser de costurar, ex.: “Vou coser-te este botão.”

Dica 4 -  “Traz” ou “Atrás”

Utiliza-se o Traz de trazer algo, ex.: “Traz-me o saco!”

Utiliza-se o Atrás de localização, ex.: “A agenda está atrás do computador.”

Dica 5 – “Tráfico” ou “Tráfego”

O tráfico utiliza-se para a referência a um comércio ilegal, ex.:”O tráfico de armas está a aumentar!”

O Tráfego refere-se ao aumento do número de transportes, ex.:”São horas de maior tráfego aéreo!”

Dica 6 – “Pôr” ou “Por”

O Pôr significa colocar algo, ex.:”Vai pôr a mesa…!”

O Por é designação de modo, ex.:”Este livro foi escrito por ela!”

 Dica 7 – “acento” ou “assento”

O acento refere-se à escrita, ex.:”A palavra céu leva acento.”

O assento é um lugar para sentar, ex:”O assento do carro é novo.”

Dica 8 – “A fim” ou “Afim”

A locução a fim indica finalidade, ex: “Viemos a fim de discutir as notas.”

O adjetivo Afim indica semelhança, ex: “Elas têm ideias afins!”

 

Querem acrescentar mais dicas???

portugues2.jpg

 

 

Pode ajudar ao estudo: material de apoio

Nesta altura do ano muito material escolar e de escritório se adquire, como forma de apoiar mais um ano letivo, algumas famílias optaram já por comprar muita coisa, aproveitando até algumas promoções, outras preferem aguardar pelas orientações dos professores, para comprarem o que, efetivamente, é necessário.

 Para ajudar nesta escolha, posso deixar aqui uma pequena lista de material de apoio ao estudo, que poderá ser uma mais valia, no dia a dia do estudante.

  • Gramática de língua portuguesa
  • Gramáticas das outras línguas estrangeiras (de acordo com os anos)
  • Dicionários de Português
  • Dicionário das outras línguas estrangeiras (alguns professores podem sugerir marcas específicas)
  • Livros de fichas que acompanham os manuais
  • Livros de preparação para exames nacionais (para alunos que este ano realizarão exames)
  • Um caderno de estudo para resumos, exercícios e estudo diário
  • Uma agenda
  • Livrinhos tipo ‘sabiçhão’ para os alunos de 1º ciclo
  • Livros de fichas extra às disciplinas com mais dificuldades

Bem sabemos que o orçamento familiar, neste mês, grita por socorro, e é uma ginástica imensa para as famílias dos estudantes, porque têm imenso para comprar nesta preparação de um novo ano letivo. Façam a melhor gestão possível, até porque algumas destas propostas podem ser adquiridas nos próximos meses.

estudar.jpg

 

O que sai no teste de Português?

Se aqui escrevi sobre a gramática, como fazendo parte integrante da maioria das avaliações na disciplina de Língua Portuguesa, relembro que a por norma uma ficha de avaliação a esta disciplina organiza-se, da seguinte forma:

 

  1. Texto para ler;
  2. Perguntas de interpretação e compreensão, do texto inicial;
  3. Exercícios gramaticais (funcionamento da língua);
  4. Composição sobre um tema predefinido (produção de texto).

 

De acordo com o ano letivo que o estudante frequenta, a complexidade destas fichas de avaliação tornam-se maiores, com mais do que um texto de interpretação, exercícios de gramática mais complexos e produção de textos com maior número de caracteres.

Para agendar as fichas de avaliação, não esqueçam de imprimir o documento partilhado, em partilha de documentos escolares neste blogue!!!!

avaliação_esc.jpg

Dicas de Gramática, simples...

Uma das primeiras aprendizagens gramaticas lecionadas na escola, já no 1º ciclo são as representações gráficas, como por exemplo a pontuação.

Esta aprendizagem deve ser bem assimilada, pois precisaremos dela ao longo de toda a vida académica e ao longo de toda a vida pessoal e social…. para escrevermos estes Blogues, nada como utilizar a pontuação correta e adequada…

Para ensinar ou relembrar:

gramatica.jpg

 

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Vencedor:

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D