Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Educar (Com)Vida

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

Comunidade Vencer!

O diagnóstico de Autismo surge na família como um gigante… e depois… depois procuram-se as formas de melhor apoiar a criança com autismo, a esperança de que a comunidade educativa compreenda, sem julgamentos ou afastamentos… que os outros acolham!

Começa, sem dúvida, um caminho sensível e destemido!

O interesse pelo tema e a necessidade de aprender a lidar melhor com o Autismo levou-me a procurar mais informação e formação. Foi assim, nesta procura, que encontrei a Comunidade Vencer Autismo. Fiquei maravilhada… as formações são fantásticas… aprendi imenso, não só a componente mais teórica, como também através de exemplos práticos e quotidianos!

Agora esta Comunidade evoluiu, oferece um conjunto de formações pagas, mas também muita informação gratuita, é uma comunidade repleta de Vida.

Através da sua nova plataforma https://vencerautismo.org/comunidade-vencer/ o conceito de proximidade está transformado, é possível continuar a fazer formações e também é possível conversar, trocar preocupações e partilhar experiências de forma mais pessoal e íntima… O que me parece algo fundamental para famílias e profissionais que desejam muito apoiar e educar! E, acima de tudo, para todos aqueles que desejam mudar os estigmas associados e que não fazem qualquer sentido!

Eu já faço parte desta comunidade! Venham conhecer também!!!

comunidade vencer.jpg

 

JOGOS PEDAGÓGICOS: Escrever com Amor

Alguns jogos que podem ser divertidos e educativos em simultâneo, podem educar para as emoções, podem melhorar o desenvolvimento físico, podem exercitar capacidades intelectuais. Por estas razões, hoje traga-vos uma proposta de uma atividade pedagógica que pode ser realizada em famílias e/ou por educadores/as.

Este jogo pedagógico deve ser realizado da mesma forma que outros semelhantes, já aqui partilhados, basta encontrarem um pote ou frasco e decorar a gosto. Nele devem escrever as seguintes questões:

  • Porque te Amo?
  • O que mais adoro em ti?
  • Porque me deixas feliz?
  • ….

 

Sempre que as famílias sentirem necessidade de demonstrar tais sentimentos de amor/amizade, podem escrever estas mensagens, de forma individual ou em conjunto, basta responder a uma das questões apresentadas.

Cada papelinho deve ser dobrado e, do lado de fora devem escrever o nome a quem se dirige. Assim, sempre que um elemento da família festeja momentos especiais, podem recorrer ao objeto como forma demonstrar sentimentos felizes. Podem também definir momentos específicos para abrir os papelinhos que lhe correspondem e ler junto da família, como forma de festejar o amor/amizade/felicidade/carinho.

Este jogo tem como objetivo apoiar o desenvolvimento emocional e ajudar a expressar sentimentos bons de forma mais complexa, reflexiva e profunda, que nem sempre são fáceis de exteriorizar, principalmente, pelos elementos  mais pequenos da família. 

jogos pedagógicos.jpg

 

Saber estudar, para mais do que uma ficha de avaliação em simultâneo… é preciso!

Fazer uma adequada gestão dos tempos de estudo é, sem dúvida, um enorme desafio para os estudantes de hoje. O que leva muitas famílias a deduzirem que o aluno não sabe métodos de estudo, não estuda o suficiente e não sabe como estudar.

Estas dificuldades vão-se agravando, ano após ano, quando as fichas de avaliação ficam marcadas para dias consecutivos, com muita e complexa matéria. Os estudantes que teimam em estudar apenas para uma disciplina de cada vez, e apenas no dia anterior, terão certamente resultados mais baixos.

O primeiro princípio é, realizar um estudo diário das novas matérias, mesmo em semanas que não exista nenhuma avaliação marcada.

O segundo princípio é definir uma semana de estudo mais intensa antes do teste, o que supõe estudar mais do que uma disciplina em simultâneo.

O terceiro princípio tirar todas as dúvidas relativas às novas aprendizagens, tentando não acumular dúvidas ou dificuldades a uma ou mais disciplinas.

O quarto princípio, como em tudo na vida, existem momentos que é necessário abdicar de algum lazer para estudar, como por exemplo, reduzir o tempo em frente a ecrãs. 

Autoavaliar-se constantemente e procurar melhorar sempre o teu estudo, é base fundamental para o sucesso!

fichasAva.jpg

 

Halloween!!! Finalmente....

Finalmente, após anos de pandemia, as crianças podem voltar às ruas e dizer: ‘doçura ou travessura’!!!

Este momento de feliz interação entre os mais pequenos, a necessidade de trabalhar em grupo, de pedir doçuras para todos/as, a forma como serão divididas mais tarde… e saboreadas… traz aprendizagens importantes para o desenvolvimento de quem cresce!

Portanto:

Para as famílias que têm de se deslocar com eles: acreditem que vale a pena o esforço;

Para as famílias que, em casa, compram e partilham estes pequenos mimos: bem hajam;

Para as crianças que vivem a experiência: divirtam-se!!!

 Feliz Halloween!!!!

Halloween.jpg

 

Cautela com as fotos e vídeos das crianças nas redes sociais.

Bebés e crianças são muito fotogénicos e a alegria das família, as fotos são motivo de partilha no seu meio social, e ficam belas recordações, que permanecem ao longo dos anos.

No entanto, algumas famílias acabam por partilhá-las também nas redes socias, orgulhosamente e sem maldade… mas já sabemos que, qualquer coisa que exposto na internet nunca mais voltará a ser privado. Mesmo fotografias aparentemente inocentes, podem espoletar outras intenções ou outras utilizações, as quais as famílias nem sonham, mas que podem tornar-se grandes pesadelos.

A atenção deve ser para todas as pessoas, mesmo aquelas que consideram que as suas redes sociais são/estão muito fechadas, contemplando apenas um número muito restrito de ‘amizades’… o melhor é sempre prevenir!

É, também, importante que eduque as suas crianças nesse mesmo sentido. A partir do momento que a criança/adolescente cria uma qualquer conta nas redes sociais, tendencialmente, começa a publicar fotografias suas, com os seus amigos e família.

Fotografias que desvendam muito sobre o estudante, mesmo que não pareça:

  • Na foto está um familiar ou amigo, que ajuda a identificar o próprio;
  • A foto mostra onde foi tirada, onde o aluno estuda ou mora;
  • A foto foi tirada com a roupa do colégio que frequenta;
  • A foto mostra gostos e interesses pessoais;
  • A foto terá likes do seu núcleo de amigos e conhecidos;
  • A foto convida a comentários e conversas por parte de pessoas desconhecidas;
  • As publicações podem ser alvo de cyberbullying;

Estes alertas surgem, principalmente, da Polícia a quem chega, diariamente, muitos e difíceis problemas vindos destas exposições sociais.

Educar para este mundo que nos entra nas casas e nos quartos é, por isso, sempre importante!

internet.jpg

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Vencedor:

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
Blogs Portugal