Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Educar (Com)Vida

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

Proposta de tarefas...

Agosto vai ser fixe!

Tal como em anos anteriores, partilho uma atividade diferente para cada dia, deste próximo mês de agosto.

Para que as crianças e adolescentes já não digam mais: "não tenho nada para fazer!"

Para além disso, assim as férias não se resumem apenas: a jogar no telemóvel!

agosto.jpg

Em formato pdf (para imprimirem): 

Agosto vai ser fixe.pdf

 

 

O que estudar nas férias?

Por anos letivos...

Reconheço que os alunos não têm vontade nenhuma de estudar em tempo de férias! Contudo, recordo que o tempo livre é imenso, nas férias de verão e, não serão duas ou três horas, por semana, que irão destruir todo um plano de descanso!!!

Se gostariam de receber orientações, mais concretas, do que se pode estudar nestas férias, basta analisar a tabela seguinte:

estudar_férias.jpg

 

 

Os telemóveis são os melhores amigos dos adolescentes!?

Basta cruzarmos com um adolescente ou jovem na rua, para percebermos o quanto o telemóvel é importante…. Parece-me que até em demasia, para alguns!

Levam o telemóvel para todo o lado, usam imensas redes sociais, para toda e qualquer conversa. Em muitas conversas falam sobre nada e coisa nenhuma e a escrita  está repleta de erros ortográficos  e abreviaturas.

Ouvem música, constantemente através de phones ou colunas móveis. Perguntam qual é o TPC e o que sai para o teste. Criam grupos de festas e aniversário. Desabafam com os amigos. Vêm os seus youtuber’s favoritos e jogam online/offline

Se esta tecnologia tem de ser utilizada com peso e medida, os encarregados de educação estão na linha da frente perante esta educação. Assim, deixo algumas propostas para que estes telemóveis não sejam sempre ‘os maus da fita’:

  • O telemóvel não deve estar à mesa, nem o dos pais nem o dos filhos;
  • O plafom da rede móvel de internet deve ser mensalmente limitada, sem que hajam carregamentos extra;
  • Quando se estuda, este deve estar longe da mesa de estudo e com o som desligado;
  • Há uma idade mínima para o receber, por mim, nunca antes dos 11 anos;
  • Limite de horas e locais para este uso, para que não se torne um vício…

O leitor, tem mais alguma dica ou experiência a acrescentar???

jovens adolescentes (1).jpg

 

Quando os pais fazem os TPC’s dos filhos!

Diálogo entre mim e estudante de 3º ciclo:

«Eu: _Já fizeste e entregaste o trabalho?

Estudante: _Já! Sabes… Eu tenho um colega que a mãe faz os trabalhos por ele… Ele não faz nada, mesmo… Isso está errado… Foi a mãe que lhe fez o trabalho todo!

Eu: _ Claro que está errado…»

 

Por vezes os estudantes têm muitos trabalhos de casa e acumulam com testes e outros trabalhos, fazendo com que os pais sintam que devem ajudar a resolver tudo isto, fazendo parte do trabalho destinado ao aluno. Não me parece que seja, de todo, a atitude mais correta… cada vez mais a criança vai crescendo e vai ter a necessidade de aprender a gerir o tempo as tarefas e a vida pessoal, com o tempo vão desenvolvendo tal competência.

Aos pais que pretendam ajudar podem:

  • Explicar alguma matéria em dúvida, quando sabem;
  • Corrigir os TPC’s sem ser necessário irem a grandes pormenores de correção;
  • Orientar para a melhor forma de estruturar um trabalho individual;
  • Pouco interferir em trabalhos de grupo, apenas verificar se todos participam de igual forma;
  • Fazer perguntas da matéria que sairá para o teste;
  • Lembrar as horas de estudo e a necessidade de gerir horários….

TPC (2).jpg

 

A caderneta escolar: objeto tantas vezes desvalorizado…

Diálogo entre mim e estudante de 3º ciclo:

«Estudante: _ …a professora ameaçou-nos com falta disciplinar para toda a turma…

Eu: _ E tiveram falta?

Estudante: _Acho que não porque ninguém nos pediu a caderneta para apontar a falta…»

 

Os alunos andam sempre acompanhados por uma caderneta escolar, no entanto, pouca atenção lhe oferecem, nem mesmo as famílias se lembram de a consultar com regularidade. Por isso, hoje, relembro como esta é muito importante, com um meio de comunicação primordial entre a escola e a casa, entre professores e famílias.

Sempre que um professor pretende agendar algo, pode deixar escrito na caderneta do aluno, assim como, as chamadas de atenção ou situações pontuais em sala de aula, tudo pode ficar registado para informação familiar.

A comunicação também poderá ser realizada pela família à escola, confirmando uma informação levada pelo aluno, um pedido especial, ou orientação específica, em que a escola e os professores devem ter conhecimento, de forma a melhor apoiar o aluno.

Assim, na caderneta do aluno está adaptada a cada ciclo de ensino e poderá encontrar espaços para preencher com a seguinte informação:

 

  • Informações pessoais sobre o aluno;
  • Horário escolar;
  • Informação sobre a escola e professores;
  • Espaço de correspondência (escola/casa);
  • Faltas;

JOGOS PEDAGÓGICOS: A Garrafa Sensorial

Alguns jogos que podem ser divertidos e educativos em simultâneo, podem educar para as emoções, podem melhorar o desenvolvimento físico, podem exercitar capacidades intelectuais. Por estas razões, hoje traga-vos uma proposta de uma atividade pedagógica que pode ser realizada em famílias e/ou por educadores/as.

A Garrafa Sensorial é aconselhada, principalmente, para bebés a partir dos 6 meses, no entanto, as crianças de infantário ou do pré-escolar também irão adorar brincar com estas Garrafas repletas de cor.

 Estas irão estimular os bebés de forma lúdica e despertar-lhes a curiosidade e desenvolvem os sentidos.

Como fazer:

  • Escolha uma garrafa plástica com tampa;
  • Lave bem a garrafa e retire-lhe o rótulo;
  • Selecione materiais de diferentes naturezas que despertem a curiosidade e o desejo de observação, de pequenas dimensões;
  • Coloque os objetos na garrafa;
  • Feche bem a garrafa com cola quente.

Permita no máximo duas a três Garrafas Sensoriais de cada vez, para que o bebé não disperse demasiado a sua atenção.

jogos pedagogicos (3).jpg

 

Promover uma autonomia escolar, desde cedo!

«A professora pediu o meu e-mail… socorro que tenho de tomar conta das minhas coisas e dos recados…»

Quando as crianças começam a estudar no 1º ciclo são os pais que têm de orientar e de saber quais as datas dos testes, quais os TPC’s e o que se deve estudar… no entanto, progressivamente, a criança deve tornar-se autónoma, sendo que, a partir do 5º ano deve ser estimulada a ter estas capacidades:

  • Saber as datas de testes e de entregas de trabalhos;
  • Saber definir com os colegas os trabalhos de grupo e as tarefas;
  • Saber que TPC’s estão marcados e apontar, sempre, no caderno diário;
  • Saber as notas e avaliações a cada disciplina;
  • Saber o que estudar e quando estudar;
  • Definir um plano de estudo quando existem muitas tarefas escolares diferentes;

A sua ajuda é importante, mas sempre neste sentido… para motivar o estudante, no início de cada ano letivo, ofereça-lhe uma agenda escolar…

propostas.jpg

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Vencedor:

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D