Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Educar (Com)Vida

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

Pedir revisão da avaliação do Exame Nacional, é possível!

Quando pensamos em exames nacionais, pensamos naturalmente em médias e percentagens… seja para acabar a disciplina com avaliação positiva, seja para apoio à entrada no ensino superior.

No entanto, quando o aluno recebe o resultado do seu Exame pode considerar que era merecedor de uma melhor avaliação, se assim for, poderá solicitar a revisão da prova, apontando quais os itens em que a cotação deverá ser refletida de novo. Neste ponto, é de referir que existem regras para tal pedido…

Este pedido poderá ser solicitado pelo estudante e posteriormente entregue recurso, na secretaria da sua escola, no prazo de 48 horas após a afixação dos resultados, tanto na primeira como na segunda fase dos exames, seja no nono ano de escolaridade, como no ensino secundário. Na secretaria ser-vos-á entregue cópia da prova mediante pagamento…

Embora esta estratégia não seja adequada para quem deseja obter valores mais altos do que aqueles que se refletem na pauta é, sem dúvida, uma forma de corrigir algum lapso ou injustiça aquando da apreciação da prova.  

exames nacionais (3).jpg

 

Fazer exames nacionais como aluno externo… isso é?

Aquando dos Exames Nacionais, alguns estudantes deparam-se com novos conceitos, para os quais devem estar alerta e atentos, para definirem a melhor forma de realizar os seus exames nacionais.

Um novo conceito é o de aluno interno/externo, de forma muito geral, tentarei aqui explicar, de forma muito simples o conceito, mas se pretenderem informações mais detalhadas sobre este tema pode procurar em alguns sites ofeiciais, como este: http://www.dges.gov.pt/guiaexames/

Quando o aluno está matriculado e a frequentar as disciplinas, para as quais vai a exame nacional, então, é considerado anulo interno e propõe-se a exame como tal.

Se o aluno já não se encontra a frequentar a disciplina, ou não obteve avaliação positiva necessária para a conclusão desta, terá de se propor ao exame como aluno externo, de forma a que a avaliação deste exame fique como nota final à disciplina:

 

Vamos a um exemplo prático:

 

O aluno está a frequentar o 11º ano de uma qualquer área, no 10º ano obteve a nota final de 7 à disciplina de Filosofia… segue para o 11º ano e, pelas avaliações do período/semestre só consegue tirar 8 nesta disciplina. Apercebendo-se que, pela média dos dois anos, não conseguirá terminar a disciplina, já que esta termina no 11º ano. Então, deve anular a sua matrícula a Filosofia (de acordo com a data limite imposta pela escola).

De seguida inscreve-se para fazer exame nacional a Filosofia como aluno externo (uma vez que cancelou a matrícula)… Supomos que o aluno consegue tirar 12 neste exame, então, ficará com a nota final de 12 a Filosofia.

 

Existem também outras situações mais específicas, portanto, informem-se corretamente: aqui.

exames nacionais (2).jpg

 

Datas de Exames e Provas de Aferição - 2022

Estamos nos últimos meses de aulas, portanto, é tempo de preparação para os Exames Nacionais e para as Provas de Aferição.

Para orientação de quem estuda e das suas famílias, aqui ficam as datas:

Provas de Aferiação _2022:

Exames_1_2022.jpg

Exames_2_2022.jpg

Exames_3_2022.jpg

Exames Nacionais _2022:

Exames_4_2022.jpg

Exames_5_2022.jpg

Fonte: https://iave.pt

Exames Nacionais: preciso de explicações….

Parte II

A maioria das escolas oferece algumas sessões de aulas extra, para tirar dúvidas e preparar os seus alunos para os exames, nas semanas anteriores aos exames, sendo um apoio importante.

No entanto, em alguns casos, este confronto com os exames nacionais deixam os alunos inseguros e com dúvidas, levando alguns a recorrer ao apoio profissional, fora dos estabelecimentos de ensino.

Esta procura para preparação para exames deve ser feita com algum tempo e deve-se ter em conta as seguintes condições:

  1. Se tens apenas algumas dúvidas, então, marca apenas algumas horas de explicação individual, atempadamente, para teres tempo de perceber se é suficiente, ou se precisas de algum apoio mais;
  2. Por vezes, mesmo os bons professores não conseguem chegar a todos os alunos, podes ter de procurar outro explicador que melhor se adapte à tua forma de estudar e compreender, procura com tempo;
  3. Não te esqueças que estão muitos alunos na mesma procura de apoio como tu, depois torna-se difícil encontrares horários disponíveis;
  4. O melhor é sempre optar por explicações individuais, quando são coletivas, nem sempre estão todos ao mesmo nível de entendimento da matéria o que gera dificuldades para explicadores e alunos;
  5. Se não compreendes grande parte da matéria da disciplina, começa com explicações semanais, logo no início do ano letivo, ou irás ter muitas dificuldades de memorizar e compreender tudo;
  6. Procura um explicador com que te sintas à vontade, por norma eles não se importam em te explicar a matéria as vezes que forem necessárias até que entendas, portanto, não tenhas vergonha….

exames nacionais (1).jpg

 

Exames Nacionais: como e quando?

Parte I

Relativamente a estes exames, em momentos de pandemia, como este ano letivo, os exames têm sofrido algumas alterações:

_ Exames nacionais de 9º ano: serão realizados a Português e Matemática, muito embora sejam entendidos como Provas de Aferição, não contarão para a nota final, mas os alunos irão receber uma cotação/avaliação.

_ Exames nacionais de ensino secundário: não são obrigatórios, os alunos apenas escolhem e inscrevem-se àqueles que pretendem, para apoiar a entrada no ensino superior, de acordo com a área de interesse e os requisitos de cada faculdade.

No entanto, de forma geral, sem estas exceções devido à pandemia, os exames acontecem desta forma:

_ Exames nacionais de 9º ano: devem fazer exame às disciplinas de Português e de Matemática, sendo que estes exames influenciam o valor da nota final a estas disciplinas.

_ Exames nacionais de ensino secundário: No 11º ano devem fazer-se dois exames que podem ser escolhidos, de acordo com a área a frequentar e, de acordo com os requisitos de entrada para o ensino superior. No 12º ano, da mesma forma serão concretizados mais dois exames, que também podem ser selecionados pelo aluno, de entre um pequeno leque de opções, com os mesmos objetivos.

Notas a acrescentar:

Estes exames contemplam matérias de dois ou três anos consecutivos. No 9ºano a matéria a estudar deverá ser de todo o 3º ciclo, (7º, 8º e 9º). No 11º ano a matéria a estudar contempla o 10º e 11º anos. Aquando do 12º ano, volta a contemplar os três anos de estudo, 10º, 11º e 12º ano.

Esta situação que exige muita atenção, estudo e empenho, para que os bons resultados aparecem e não influenciem, negativamente, os resultados destes anos letivos de estudo, já que estes exames, em anos ditos ‘normais’, têm um ‘grande peso’ nas avaliações finais, através dos cálculos de médias. 

exames nacionais.jpg

 

Julho: férias escolares com exceções!

Agora os alunos estão, maioritariamente, de férias escolares. Ainda têm obrigatoriamente de estudar os que pretendem ir aos Exames Nacionais, esses devem manter as mesmas rotinas de estudo.

Aos que já estão de férias o tempo é de descanso, de diversão, mas sem esquecer que, os estudantes que apresentaram lacunas em alguma disciplina, no ano transato, devem continuar o estudo para procurar recuperar a matéria pouco aprendida.

Para além disso, as línguas devem ser motivo de estudo em julho, estas não podem ser esquecidas porque no ano letivo seguinte dar-se-á continuidade ao estudo.

Os mais pequenos, de 1º Ciclo, também, para não perderem ritmos e aprendizagens trazem trabalhos de férias definidos pelos professores. Para eles deve ser definido um tempo de estudo, de forma a que os trabalhos não sejam realizados em pressas….

julho.jpg

 

Datas dos Exames Nacionais 2021

Aproximam-se os Exames Nacionais e a necessidade de organizar o estudo. Para isso deixo aqui as datas de Exames.

Neste sentido, relembro também que, devido à Pandemia, entre as novas medidas aprovadas pelo Governo está o cancelamento das provas de aferição dos 2.º, 5.º e 8.º anos e das provas finais de ciclo do 9.º ano de escolaridade. 

Bom estudo!

exame_nacional1.jpg

exame_nacional2.jpg

FONTE: https://iave.pt

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Vencedor:

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
Blogs Portugal