Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Educar (Com)Vida

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

A Solução da Matemática:

Primeiro é necessário desconstruir a ideia de que a matemática é impossível de entendimento, de seguida ajudará seguir as seguintes propostas:

  • A atenção aos exercícios explicados em aula é imprescindível, e solicitar nova explicação quando não se entendeu a matéria;
  • Não deixar acumular dúvidas, é neste momento que se perde o ‘fio-condutor’;
  • Em casa realizar exercícios suplementares parecidos com os dados em aula;
  • Rever e interiorizar as fórmulas matemáticas aprendidas;
  • Atenção aos símbolos e sinais, erradamente colocados levam ao erro fácil;
  • Nos problemas encontrar os subproblemas que exigirão mais cálculos;
  • Realizar esquemas, tabelas, ou gráficos de apoio na organização de ideias. Se possível utilizar material manipulável como objetos geométricos, etc.
  • Treinar através de jogos didáticos facilita a aprendizagem da matemática de uma forma mais divertida, como por exemplo: dominó, cartas, tangram, jogo da ‘batalha naval’, etc…

Procura compreender o enunciado: «…muitas vezes as dificuldades em resolver problemas advém da incompreensão do texto, é necessário trabalhar o texto cuidadosamente até à sua total compreensão..» (Ana Vieira Lopes, et. Al. ATIVIDADES MATEMÁTICAS NA SALA DE AULA: 1996)

O Problema da Matemática:

Ao longo dos anos letivos a matemática começa a desenvolver-se como um problema: de compreensão, de concretização, de aprofundamento, de interação. Isso proporciona no estudante receios, afastamento e desinteresse, ou seja, o caminho perfeito para os maus resultados na disciplina.

Contrariar esta situação torna-se mais fácil quanto mais rápido se trabalhar no sentido contrário a este caminho, pois, a matemática segue um fio condutor de raciocínios interligados que, perdendo parte deste processo torna-se difícil seguir o caminho.

Contudo, o importante é não esquecer que se pode sempre voltar atrás, ‘onde nos perdemos’ e reencontrar a lógica perdida...requer apenas um pouco mais de dedicação por parte do estudante e o apoio individualizado do educador.

images (10).jpg

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Vencedor:

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
Blogs Portugal