Com um olhar pluridimensional sobre a EDUCAÇÃO, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida... este é um convite para conversar sobre educação.

29
Nov 18

Quantas vezes os estudantes assumem não participarem nas aulas porque têm vergonha de responder erradamente, de serem criticados pelos colegas, ou de demonstrarem conhecimento.

Mas, sabemos também que, uma das formas de avaliação escolar é a participação e a tenção na sala de aula, portanto, alguns estudantes sentem-se traídos pela sua própria timidez escolar, que os pode prejudicar no momento em que os professores ponderam resultados e avaliações.

Assim sendo, muitas vezes os educadores questionam se será possível alterar este estado psicológico. Eu considero que sim, porque as crianças vão mudando muito com a idade e porque já assisti à superação desta timidez.

Penso que a maior força que desencadeia a mudança é a vontade do estudante de querer superar e as tentativas diárias para que aconteça… perdendo assim receios e anseios.

Para ajudar a tal mudança, deixo algumas propostas:

 

  • Nunca as cataloguem como estudantes tímidos, isso pode ficar como rótulo ou acomodação;
  • Brincar e conviver mais com estudantes da mesma idade;
  • Incentivar à conversa de circunstância com pessoas menos próximas;
  • Converse com o estudante incentivando sempre a pequenas atitudes de mudança;
  • Frequentar outros ambientes sociais que propiciem o contato direto com várias pessoas.

Por fim, não se esqueça que a timidez não é doença nem se mantém ao longo de toda a vida, contudo se sentir que esse estado prejudica bastante a vida do estudante procure a ajuda de um profissional.

timidez.gif

(imagem retirada da internet)

 

publicado por Maribel Maia às 09:28

12
Nov 18

Diálogo entre mim e um/a estudante de 2º ciclo:

«Eu: _Então, essas notas?

Estudante: _Sinto que foi injusto… tirei Bom e Muito Bom e a professora deu-me um 4. Eu acho que merecia um 5…»

 

Uma das minhas ações constantes, com os estudantes é rever com eles as fichas de avaliação realizadas, perceber qual a matéria consolidada, quais os erros efetuados e dialogar com o estudante de forma a perceber as razões das respostas erradas. Podendo, desta forma, direcionar melhor a intervenção e perceber qual a evolução que está a ocorrer.

Assim sendo, hoje é esta a minha dica:

  • Não se limitem a assinar as fichas de avaliação;
  • Revejam as respostas erradas e corrijam-nas;
  • Questionem sobre as dificuldades do teste;
  • Perguntem se era a avaliação esperada;
  • Conversem sobre o que poderia ser melhorado;
  • Felicitem pelos bons resultados obtidos;
  • Proponham novas metas e resultados;

 

Para os estudantes as fichas de avaliação são do mais assustador e precioso que têm, ao longo do ano, são elas que ditam conquistas e fracassos e que exigem a maior responsabilidade e concentração, portanto, devem ser valorizados pelo encarregado de educação.

ficha_ava.jpg

(imagem retirada da internet)

 

publicado por Maribel Maia às 11:24

26
Set 18

Chegamos ao final deste mês de setembro e as famílias já têm, praticamente, a agenda repleta de anotações e lembretes sobre a escola e algumas sobre as atividades extraescolares. Hoje lembro que, não é apenas a vocês que a agenda auxilia, o(s) vosso(s) estudante(s) também devem ter uma agenda escolar.

Se ainda não compraram a agenda escolar para o estudante, ainda vão a tempo dessa aquisição. As agendas escolares organizam-se de acordo com o ano letivo e por isso têm o seu início em setembro, portanto encontram-se disponíveis, por estas alturas, com os mais variados formatos.

A agenda do estudante deve ser organizada e atualizada pelo próprio, pode calendarizar avaliações, trabalhos… pode organizar horas de estudo e pode conter informações e datas mais pessoais. Esta é uma rotina que, para algumas crianças, pode começar já no 1ºciclo, mas imperativo no 3º ciclo.

Cabe ao encarregado de educação/família, apoiar e incentivar a esta responsabilização por toda a organização de estudo!

 

Este ano letivo tive a oportunidade de fazer uma análise à agenda da Porto Editora – Este é o Teu Ano… Claro que tenho sempre uma apreciação crítica… partilho convosco:

Esta Agenda apresenta-se de forma atraente, principalmente, para os estudantes de  1º, 2º e 3º ciclos… é mais do que uma agenda porque contempla outras anotações e propostas, que a torna diferente. 

No final tem um pequeno resumo das matérias escolares o que poderá ser de boa ajuda. Na minha opinião, estes resumos deveriam estar mais definidos de acordo com o ciclo estudado… no meu ideal poderia ser uma agenda para cada ciclo de estudo, mais adaptada às idades e às matérias escolares!

 

DSC_0124.JPG

 

 

Boas anotações!!! 

 

 

publicado por Maribel Maia às 10:35

17
Set 18

Para os encarregados de educação que sentem a necessidade de identificar o material escolar dos seus estudantes, porque facilmente se perde ou se confunde com o material de outro(s) colega(s), deixo aqui algumas etiquetas para diferentes gostos. Basta imprimir as etiquetas e escrever o nome do estudante, ou a disciplina, ou qualquer outra informação importante.

Estas etiquetas podem ser utilizadas para muitas finalidades e podem conter a mais variada informação, desde que curta!

Espero que gostem!!! Ahhh!!! Continuamos com muitos emojis vindos da internet….ehehehe…

 

etiquetas_animais.jpg

 

etiquetas_molang.png

 

etiquetas_unicornios.jpg

 

(imagens retiradas da internet)

 

 

publicado por Maribel Maia às 09:39

12
Set 18

Os estudantes têm, por hábito, demorar algum tempo até se adaptarem às novas rotinas escolares, esquecem o horário, não apontam os TPC’s corretamente e mantêm-se despreocupados por alguns dias, mesmo depois do início das aulas.

No entanto, o melhor iniciar um apoio e orientação já neste início, para que, quando começarem as primeiras avaliações os alunos não estejam preparados.

Para ajudar, ao longo de todo o ano letivo, deixo aqui alguns documentos que poderão apoiar o estudo e a organização diária de toda a família.

Nos documentos, em baixo, poderão encontrar o seguinte:

  • horário escolar para preencher;
  • tabela para anotar datas de fichas de avaliações (1º ciclo ou 2º/3ºCiclo);
  • tabela para anotar resultados das avaliações;
  • documento para apontar TPC’s;

Agora é só guardarem no vosso computador e imprimir cada um dos documentos, podem coloca-los todos num porta documentos ou numa mica, de forma a acompanharem sempre o estudante, ou podem deixar alguns na secretária de estudo.

DRegisto de TPC.pdf

CRegisto testes_1ciclo.pdf

CRegisto testes _3ciclos.pdf

Bdatas Fichas de Avaliação.pdf

Ahorario escolar.pdf

avaliação_esc.jpg

 

publicado por Maribel Maia às 11:01

06
Set 18

Como já é do conhecimento da maioria dos encarregados de educação, este ano letivo, os manuais escolares serão gratuitos para todos os alunos que frequentem desde o 1º ao 6ºano. Estes manuais poderão ser novos ou usados e já se encontram em distribuição por todo o país.

No entanto, tenho sido alertada para o facto de que nem todas as famílias estão a conseguir receber a senha para aquisição dos livros, pelo que venho relembrar o seguinte:

  • Antes de realizar o pedido da sua senha na plataforma: Mega – Manuais Escolares Gratuitos deverá deslocar-se à escola do aluno e apresentar o Número de Identificação Fiscal - NIF (e todos os documentos necessários) para que a escola registe e autorize este procedimento.
  • No momento do seu primeiro acesso à plataforma será pedido a confirmação do seu número de contribuinte, sendo que deve ter consigo os seus dados de acessos ao Portal das Finanças para que seja efetuada a sua validação.

De seguida deve, então, fazer o seu registo nesta plataforma www.manuaisescolares.pt, onde receberá uma senha que lhe dará acesso ao levantamento dos manuais numa das livrarias aderentes, à sua escolha.

Ficam mais indicações no panfleto distribuído oficialmente pela Mega:

MEGA.png

 

Fica assim o meu desejo de que a 17 de setembro todos os alunos tenham os seus manuais escolares encadernados e prontinhos a utilizar!

 

 

publicado por Maribel Maia às 14:41

28
Ago 18

A minha primeira partilha para o novo ano letivo 2018/2019 é o Calendário Escolar, basta imprimir e depois:

  • Deixar no frigorífico para lembrar interrupções letivas, férias, etc;
  • Assinalar os dias de avaliações;
  • Fazer parte do material escolar do estudante, para orientação;
  • Guardar na agenda de pais e filhos;
  • ...

Penso que será de grande ajuda!

CALENDÁRIO 2018_2019.pdf

 

publicado por Maribel Maia às 10:55

22
Ago 18

Para o próximo ano letivo, serão introduzidas nova medidas educativas propostas pelo atual Governo, no que diz respeito à Educação Inclusiva, través do Decreto de Lei nº 54/2018 de 6 julho - O Programa do XXI Governo Constitucional.

Estas medidas propõe novas formas de apoio aos estudantes com necessidades especiais, muitas são as propostas de ação que se aconselham nesta nova legislação, assumem-se novas técnicas, apoios multidisciplinares e várias estratégias para toda a comunidade educativa!

 Para já está apenas decretado, ainda não está em execução, as escolas estão de férias… não tarda esperamos que passe da teoria à prática, neste próximo ano letivo… esperemos que se traduza em resultados positivos!

Ficamos a aguardar…

Se pretender ler toda a legislação pode consultar o site da Direção Geral de Educação, pode também ler o Manual de Apoio à Prática, que aqui deixo, em anexo!

Manual de Apoio _340_2018.pdf

Medidas Inclusivas.jpg

 

publicado por Maribel Maia às 10:35

16
Ago 18

Por cá já escrevi sobre a importância das tecnologias para quem cresce e aprende, e defendi também o quanto moderado esta utilização deverá ser…

Se, em tempo de aulas, os estudantes devem deixar os telemóveis e afins porque têm de estudar e frequentar outras atividades, durante estas longas férias a tentação de se agarrarem a estes equipamentos deve ser mais forte e presente!

Acredito que o uso destes objetos deva ser alvo de muito diálogo e negociação constante nas famílias. Que mais poderá querer um estudante fazer, em casa, para além de ver TV, ou usar PC/telemóvel/tablet? Conseguem eles divertirem-se com outras coisas? Terão de sair de casa para não utilizar estes equipamentos?

A maioria dos profissionais aconselha uma média de 2h diárias de utilização, para a maioria das idades… tenho uma pequena ideia de que isso não consta na maioria das casas…

Querem partilhar a vossa experiência? Como é a negociação aí em casa?

Obrigada pela partilha!!!

 

Imagem relacionada

 

(imagem retirada da internet)

publicado por Maribel Maia às 10:40

04
Jun 18

Estamos próximos dos Exames Nacionais, os dias que se seguirão são de constantes horas em estudo, revendo matérias, realizando leituras e exercícios… e o stress vai-se acumulando, dia após dia, com o aproximar no momento, trazendo aquele friozinho no estômago e o medo de falhar. Assim, cá ficam dicas muito simples para aliviar esta pressão desorientadora:

 

  • Agendar de forma clara e organizada as horas de estudo e descanso;
  • Planear metodicamente o estudo a realizar;
  • Escolher e preparar o lugar de estudo;
  • Ouvir música nos intervalos de estudo;
  • Fazer uma caminhada ou praticar desporto no final do dia;
  • Cumprir os horário das refeições;
  • Dormir as oito horas diárias;
  • Desligar telemóveis e redes sociais aquando do estudo…

 

Agora é só manter grandes índices de concentração e motivação para adquirir mais conhecimento… Boa sorte!

 

Imagem relacionada

 

(imagem retirada da internet)

publicado por Maribel Maia às 11:10

Janeiro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
12

13
15
17
19

20
23
24
25
26

27
28
29
30
31


pesquisar
 
mais sobre mim
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Instagram
@educarcomvida
blogs SAPO