Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Educar (Com)Vida

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

Quanto vale a composição?

Quando os estudantes são avaliados nas disciplinas de línguas: Português, Inglês, Espanhol, Francês, Alemão… um dos critérios de avaliação constante é a Expressão Escrita, aquilo a que os alunos chamam banalmente de composição. Em, praticamente, todas as fichas de avaliação destas disciplinas, surge como proposta final, um texto escrito, com um número limitado de palavras.

Estas avaliações escritas exigem bastante concentração ao aluno, têm cotações de avaliação elevadas e compreendem um conjunto complexo de parâmetros a serem observados:

  • Uma estruturação correta e coerente ao longo de todo o texto;
  • Respeito pelas propostas e orientações dadas;
  • Produção de um discurso correto (planos lexical, morfológico, sintático, ortográfico, pontuação);
  • Criatividade e imaginação;
  • Domínio dos conceitos aprendidos em contexto de sala de aula;
  • Devido enquadramento nos limites de palavras sugerido;

Por serem avaliados tantos critérios, é obvio que esta proposta tenha tão elevada cotação e a minha constante sugestão, para os alunos, é: nunca deixem este exercício por realizar… mesmo que não consigam a cotação máxima, alguns valores podem sempre ser um ganho!

nesquecer.jpg

 

A escrita que nos une: materializou-se em livro!

Como sabem, nos últimos anos, tenho publicado, neste blogue, Contos de Natal para responder ao desafio da nossa querida blogger IMSILVA. Este desafio tornou-se tão interessante que muito bloggers aderiram, tal como eu e escreveram o seu Conto de Natal, com imensa originalidade e empenho.

Pois bem… estes Contos de Natal, este ano materializaram-se num magnífico livro que compila todas as histórias, ao longo de dois anos de escrita. E, foi com imenso orgulho que recebi este livro em casa, dias atrás, estas histórias partilhadas entre colegas e amigos, com algo de extremamente belo em comum: a paixão pela escrita!

Li, com a maior atenção e o maior carinho, cada Conto… cada texto… cada parágrafo… cada palavra… são histórias que nos fazem sorrir, emocionar, entristecer… são histórias que não nos deixam ficar indiferentes, como uma verdadeira obra de arte o deve fazer… remexe a nossa emoção, a nossa imaginação e a nossa alma!

Muitos Parabéns a todos os participantes escritores… Parabéns aos que conseguiram transformar este desejo em realidade, oferecendo o seu tempo, dedicação e criatividade… e muito obrigada a todos os envolvidos! Aquilo que nos une é grandioso: a partilha através da escrita!

_20211220_120406.JPG

 

agosto...

plenamente, férias escolares!

Com todos os estudantes de férias, chega ao fim um ano desta rúbrica mensal que me propus apresentar!  Espero que tenham aproveitado algumas das dicas aqui escritas e que tenham gostado desta leitura mensal!?

Uma boas férias e um bom descanso!

 

férias.jpg

P.S.: Embora esta rúbrica tenha chegado ao fim e as férias estejam em pleno, este blogue irá seguir as suas publicações habituais… Para todos os/as leitores/as que desejem continuar a ler um pouquinho mais sobre educação…

 

A preciosa competência da leitura e da escrita

Ler e escrever bem, é uma das maiores e mais poderosas ferramentas, seja para quem estuda, seja para quem trabalha. Torna as pessoas com melhoras capacidades de compreensão, reflexão e análise, facilita a vida do quotidiano e oferece competências imprescindíveis nos dias de hoje.

Olhando para este saber ler e escrever, como forma de aprendizagem, podemos lembrar o seguinte:

 

Na aprendizagem formal, em contexto de sala de aula, a capacidade de interpretar textos e informações é exigência transversal em todas as disciplinas, quer na interpretação de textos, quer na interpretação de enunciados. Sendo a escrita cuidada e explicita algo que melhorará a avaliação geral.

Na aprendizagem informal, em contextos que ultrapassam a formalidade escolar, mas onde a aprendizagem, a reflexão e compreensão são também uma exigência, o saber interpretar cartas, legislação e variados textos, facilita a vida social e cívica. Para além de que, ler e escrever com frequência apoia a nossa criatividade e imaginação, abre horizontes pessoais e contribui para uma cultura mais rica.

ferramenta.jpg

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Vencedor:

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
Blogs Portugal