Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Educar (Com)Vida

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

O que estudar nas férias?

Por anos letivos...

Reconheço que os alunos não têm vontade nenhuma de estudar em tempo de férias! Contudo, recordo que o tempo livre é imenso, nas férias de verão e, não serão duas ou três horas, por semana, que irão destruir todo um plano de descanso!!!

Se gostariam de receber orientações, mais concretas, do que se pode estudar nestas férias, basta analisar a tabela seguinte:

estudar_férias.jpg

 

 

A importância do 1º ciclo.

Para a maioria das crianças que frequentam o 1º ciclo estudar não passa de fazer os trabalhos de casa e rever, de forma ligeira, a matéria antes das avaliações. Também, nestas idades, a vontade de brincar é bem maior do que todas as outras necessidades e, estudar não parece ser de grande valor. No entanto, aos poucos as famílias, em conjunto com a escola, devem começar a explicar a importância do estudo e do conhecimento para uma vida mais digna e consciente.

Para além de tudo isto, aquelas crianças que apresentam dificuldade a alguma das disciplinas base devem receber atenção especial e um apoio adicional, isto porque estas disciplinas serão fundamentais para sustentar os anos futuros. É muito importante que um estudante dê início ao 2º ciclo com as melhores bases de conhecimento, por exemplo, na língua portuguesa e na matemática, pois estas irão sustentar as variadas disciplinas que se irão ramificar e complementar.

Sabemos que, uma criança que apresente mais dificuldades no 1º ciclo terá mais dificuldades nos anos letivos seguintes, contudo, sabemos também que estas dificuldades podem ser superadas mais rapidamente quando são detetadas precocemente…assim, estudar no 1º ciclo é um presságio para consolidar um bom aluno no futuro!

conceitos (1).jpg

 

O que estudo nas Férias?

Chega-se ao mês de julho e agosto e os estudantes estão em plenas férias, os livros, os cadernos e a mochila estão arrumados por tempo indeterminado. E assim permanecem, num longo período de férias, por cerca de três meses…

Se assim for, pode haver o risco de algumas aprendizagens serem totalmente esquecidas, o que irá refletir-se na aprendizagem do ano seguinte. Por essas razões é que, no ensino do 1º ciclo as crianças, normalmente, trazem trabalhos para as férias, que devem ser concretizados no decorrer destas e não no 1º ou último dia de férias. Assim a memória mantém-se mais fresca e forte.

Quando os estudantes entram para os ciclos seguintes, é suposto que tenham essa capacidade de decidir relembrar a matéria sozinhos, sem que lhes marquem trabalhos. Por exemplo, quando estes alunos aprendem uma língua estrangeira nova, se estiverem por vários meses sem a relembrar é bem provável que esqueçam grande parte do que aprenderam, por falta de prática.

Por tudo isto, continuo a assumir a minha posição de que, os estudantes devem estudar um pouco, nas férias de verão!

ferias escolares.jpg

 

Quando os pais fazem os TPC’s dos filhos!

Diálogo entre mim e estudante de 3º ciclo:

«Eu: _Já fizeste e entregaste o trabalho?

Estudante: _Já! Sabes… Eu tenho um colega que a mãe faz os trabalhos por ele… Ele não faz nada, mesmo… Isso está errado… Foi a mãe que lhe fez o trabalho todo!

Eu: _ Claro que está errado…»

 

Por vezes os estudantes têm muitos trabalhos de casa e acumulam com testes e outros trabalhos, fazendo com que os pais sintam que devem ajudar a resolver tudo isto, fazendo parte do trabalho destinado ao aluno. Não me parece que seja, de todo, a atitude mais correta… cada vez mais a criança vai crescendo e vai ter a necessidade de aprender a gerir o tempo as tarefas e a vida pessoal, com o tempo vão desenvolvendo tal competência.

Aos pais que pretendam ajudar podem:

  • Explicar alguma matéria em dúvida, quando sabem;
  • Corrigir os TPC’s sem ser necessário irem a grandes pormenores de correção;
  • Orientar para a melhor forma de estruturar um trabalho individual;
  • Pouco interferir em trabalhos de grupo, apenas verificar se todos participam de igual forma;
  • Fazer perguntas da matéria que sairá para o teste;
  • Lembrar as horas de estudo e a necessidade de gerir horários….

TPC (2).jpg

 

Histórias & Contos:

de onde vem a beleza?

Hoje volto a partilhar mais uma história, daquelas que fica guardada no separador de Histórias e Contos para ser lida e relida... é uma história tão simples que mostra a beleza, a humildade, a solidariedade... 

Bem, têm mesmo de ler para descobrir. 

Boas leituras!

De onde vem a beleza.pdf

contos histórias.jpg

 

“No teste não me lembrei disso!!!!”

Os estudantes ficam muito preocupados quando têm de estudar matérias em que existe uma necessidade de memorizar informação, pois sentem que no momento da avaliação poderão não conseguir aceder à informação estudada. No entanto, também sentem dificuldade em definir a melhor forma de estudar para que tal não aconteça. Assim, ficam por cá alguns conselhos do que fazer e do que não fazer, para que aquilo que é estudado permaneça na nossa memória…

teste.jpg

 

Atitude perante a Ficha de Avaliação!

Quando o estudante se apresenta perante o desafio de ser avaliado através de uma ficha escrita, ao que a maioria das pessoas chama de Teste, deve seguir sempre um caminho que o direciona para a melhor forma de a realizar:

1º - Ler todas as perguntas da Ficha com muita calma e atenção;

2º - Definir a ordem pela qual irá responder às perguntas, em função da dificuldade e das tarefas a realizar;

3º - Escrever as respostas, fazendo tópicos de resposta previamente (metal ou em folha de rascunho) quando estas forem de maior desenvolvimento;

4º - Reler todas as perguntas, corrigindo erros e falhas;

5º - Verificar a identificação correta das questões;

6º - Confirmar se todas as perguntas estão respondidas.

 

Parece muito simples, no entanto, muitos são os estudantes que apresentam dificuldades em alguns destes tópicos, por exemplo, em gerir tempos ou o não rever a ficha no final. Portanto, é sempre bom relembrar a importância destes gestos para receber melhores resultados!

avaliação escolar.jpg

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Vencedor:

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D