Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Educar (Com)Vida

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

JOGOS PEDAGÓGICOS: Escrever com Amor

Alguns jogos que podem ser divertidos e educativos em simultâneo, podem educar para as emoções, podem melhorar o desenvolvimento físico, podem exercitar capacidades intelectuais. Por estas razões, hoje traga-vos uma proposta de uma atividade pedagógica que pode ser realizada em famílias e/ou por educadores/as.

Este jogo pedagógico deve ser realizado da mesma forma que outros semelhantes, já aqui partilhados, basta encontrarem um pote ou frasco e decorar a gosto. Nele devem escrever as seguintes questões:

  • Porque te Amo?
  • O que mais adoro em ti?
  • Porque me deixas feliz?
  • ….

 

Sempre que as famílias sentirem necessidade de demonstrar tais sentimentos de amor/amizade, podem escrever estas mensagens, de forma individual ou em conjunto, basta responder a uma das questões apresentadas.

Cada papelinho deve ser dobrado e, do lado de fora devem escrever o nome a quem se dirige. Assim, sempre que um elemento da família festeja momentos especiais, podem recorrer ao objeto como forma demonstrar sentimentos felizes. Podem também definir momentos específicos para abrir os papelinhos que lhe correspondem e ler junto da família, como forma de festejar o amor/amizade/felicidade/carinho.

Este jogo tem como objetivo apoiar o desenvolvimento emocional e ajudar a expressar sentimentos bons de forma mais complexa, reflexiva e profunda, que nem sempre são fáceis de exteriorizar, principalmente, pelos elementos  mais pequenos da família. 

jogos pedagógicos.jpg

 

A emoção interfere com a razão… e com os resultados escolares

Quantas vezes os estudantes começam a apresentar maior dificuldades e piores resultados nas avaliações e as famílias não percebem porque será a falta de aproveitamento, que nunca teve e agora manifesta!?

Por vezes as respostas são simples: a emoção está a interferir na razão, ou seja, situações pessoais da vida do estudante estão a preocupá-lo, retirando-lhe a atenção e a motivação em sala de aula e no estudo individual.

Portanto é necessário estar atento:

 

  • Existe alguma situação familiar específica, que traga (direta/indiretamente) tristeza ou ansiedade ao estudante?
  • Existem situações de conflito ou bullying na escola ou em outro espaço?
  • A vida pessoal do estudante está ou esteve recentemente em mudança?
  • Ocorreu a morte/nascimento/doença de alguém próximo que influenciou as emoções?
  • O estudante viveu alguma situação de stress ou trauma que exija atenção e cuidados psicológicos?
  • Estão a ocorrer mudanças de escola, amizades, namoros, que interfiram com a concentração e dedicação ao estudo?
  • Está a viver a puberdade ou algum problema de saúde com maior dificuldade?

Por vezes, as dificuldades escolares podem ser um alerta para outras situações emocionais ou sentimentais, pelas quais as famílias devem estar alerta, de forma a poderem ajudar, orientar ou procurar apoio, sempre que for necessário.  

avaliações escolares.jpg

 

Educar para as Emoções

Este é o mês dedicado à escola e à educação formal… mas as famílias não devem esquecer que é necessário educar para as emoções e para os afetos… crescer e desenvolver-se, neste sentido, é também muito importante para as crianças e adolescentes que, dia após dia aprendem a lidar com novos sentimentos e novas emoções.

A demonstração adequada de afeto e carinho, o diálogo sobre emoções e o respeito pelos sentimentos do outro deve ser algo bastante refletido e trabalhado em família e em sociedade.

Para ajudar, deixo várias imagens de incentivos, que podem oferecer ao estudante pelas boas ações/atitudes/comportamentos/avaliações, ou mesmo porque sentem a necessidade de expressar sentimentos desta forma particular.

Basta imprimirem, recortar e oferecer… não há efeitos secundários para excessos!

Se estiver a tentar melhorar o comportamento da criança, em casa, ou em espaços educativos, deixo também uma Tabela de Comportamento, para ser preenchida ao longo da semana, em conjunto com a criança, de forma a que ela tenha mais consciência de regras, comportamentos e atitudes.

Mais uma vez, basta imprimir…   como incentivo, podem definir alguma forma de felicitação ou podem optar por oferecer um destes incentivos que partilho.

Nota: Tenho partilhado, em vários outros post’s, outros incentivos e outras tabelas que poderão ajudar, para as encontrar é só selecionar nos Menus – Partilha de Documentos.

Tabela de comportamento:

 Avaliação do comportamento de.pdf

Incentivos:

incentivos_imojis.pdf

 

incentivos.jpg

Incentivos realizados com imagens da internet.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Vencedor:

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
Blogs Portugal