Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Educar (Com)Vida

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

Ele/a ignora os TPC’s…

Crianças e jovens têm muita técnica na arte de ignorar os TPC’s, de os apagar da memória, mesmo que apenas tenham passado algumas horas após a anotação dos mesmos.

Se a criança ou jovem que conhece tem essa técnica bastante aprimorada, então, este Post é para si.

Seguidamente, irei escrever algumas propostas para melhorar esta situação mas, antes disso, um conselho, não se desespere com a situação, é parte integrante do desenvolvimento da criança essa responsabilização… com o tempo e a orientação certa, tenderá a melhorar!

Vamos às dicas:

  • Coloque como rotina diária, verificar em todos os cadernos se existem TPC’s apontados;
  • Existem estudantes que preferem ter uma folha ou caderninho para apontar os trabalhos de casa, veja se hipótese funciona melhor;
  • Os TPC’s são para fazer logo após o final das aulas, mesmo que não sejam necessários para o dia seguinte;
  • O fim de semana é para estudar e não para fazer trabalhos de casa, a exceção surge apenas se for indicado pelo professor;
  • Explique que a escola é a maior responsabilidade do estudante e que não deve falhar;
  • Tenha uma secretária bem organizada para os TPC’s e estudo, distante da TV, barulho ou telemóvel;
  • Confira a caderneta ou na plataforma da escola para ver se existem faltas de TPC com regularidade;
  • Quando o estudante não consegue fazer os TPC’s é porque não percebeu a matéria dada, deve ser-lhe explicado de novo, em casa, nas explicações ou na escola.

Tem alguma regra de ouro que possa aqui acrescentar e qua ajude os nossos leitores?

ideias_propostas.jpg

 

Atividade de reflexão: Escuta para seres escutado!

Estamos em pleno agosto e surgiu-me a obrigação/necessidade de organizar material arquivado informaticamente… num destes momentos… encontrei um documento, guardado há vários anos. Uma simples proposta de atividade para adolescentes e jovens, que procura produzir reflexão e debate. Considero bastante original e por isso a partilho, no entanto, com o passar do tempo, não sei qual a fonte ou autoria…(o documento está escrito segundo o antigo acordo ortográfico)

A proposta está orientada para trabalho em grupo, mas pode ser feita apenas por um adulto e um estudante e, tem como maior objetivo, lembrar a importância de escutar os outros, de estarmos atentos a tudo o que nos rodeia… com curiosidade? Abra o documento, leia e… se considerar interessante experimente com os mais novos…

ESCUTA PARA SERES ESCUTADO.pdf

partilhar.jpg

 

 

 

Educação Rodoviária: o conceito

Este tema parece bastante simples, começar ensinar as crianças a atravessar a rua, a identificarem os sinais, a caminharem pelos passeios… contudo, educar para a vida na rua é «um processo de formação ao longo da vida que envolve toda a sociedade num esforço conjunto. Tendo como finalidade a mudança dos comportamentos e a transformação de hábitos sociais, a Educação Rodoviária visa, numa perspetiva global, a melhoria da qualidade de vida e o bem- estar geral das populações. O comportamento em ambiente rodoviário é inseparável das relações sociais e a Educação Rodoviária indissociável da formação da pessoa, enquanto cidadão.» (Referencial de Educação Rodoviária para a Educação Pré-Escolar e o Ensino Básico: 2012).

Portanto, todos os educadores devem apresentarem-se sensibilizados para o tema e devem, cuidadosamente, contribuir para uma boa educação enquanto peão, passageiro e condutor, reconhecendo-se todas as regras e normas de segurança e proteção. Assim sendo, o papel das famílias é de grande importância e deverá ser bastante ativo, sendo que, em complemento, cabe às escolas definirem e aplicarem um plano de Educação Rodoviária que abranja os estudantes desde a Educação Pré-Escolar ao Ensino Secundário.

Tendo por base os objetivos que coloco em anexo:

Ed_Rodoviaria.jpg

O Nosso Chão… a Nossa Terra… Educar para a Sustentabilidade

Porque nos sentimos bem no contacto com o natureza? Ao ver um pôr do sol…. Apreciar um jardim… o som do oceano… com os pés na areia ou com as mãos na terra????

A resposta é simples… nós pertencemos a esta Natureza, a este Chão… dela somos filhos… nela queremos estar… sentir… aproveitar… contemplar…

Se tudo isto é tão instintivo porquê prejudicar uma das nossas paixões? Porquê poluir, descuidar, estragar, sujar? Certamente já ponderou sobre estas questões ambientais… sobre a destruição do planeta, sobre a ignorância de alguns seres humanos perante uma situação tão urgente.

Tão importante quanto esta reflexão é a Educação de quem cresce, a sensibilização de toda a população, a (in)formação das atuais e novas gerações.

Por esta razão, escrevo sobre Preservação do Meio Ambiente… sobre Sustentabilidade… sobre a urgência em continuar a Educar para estas causas.

No próximo post deixarei dicas de apoio a esta educação…

Resultado de imagem para planeta terra para colorir

(imagem retirada da internet)

Educação: a base… o âmago… a resposta…

Cada vez mais tornamo-nos pessoas extremamente direcionadas devido à nossa formação e profissão… pelo menos eu ‘olho-me’ cada vez mais assim… compreendo a Educação como um caminho novo para velhos problemas, uma base sólida para melhorar atitudes e pensamentos, um caminho seguro para a evolução do Indivíduo e da sociedade. Através da Educação conseguimos aceitar a diferença, sensibilizar para o apoio, julgar com justiça, compreender o sentido da seriedade e da humildade… a Educação fornece-nos os valores fundamentais, os direitos humanos, a justiça social, a inteligência cognitiva e emocional, apoia um desenvolvimento tecnológico, não apenas num Saber Fazer como também num Saber Ser… e se a sociedade, a família, a escola, a religião, a cultura, não nos ofereceu tudo isto através da educação, então, o caminho ainda está por completar e a felicidade ainda é uma utopia…

 

Portanto, embora a escola entre em férias, a Educação mantém-se em casa, nas instituições, na sociedade… continua a ser pertinente refletir e agir sobre ela! Assim, por cá, continuarei a bloggar sobre o tema…. continuem a visitar, a ler, a comentar…

 

E já sabem… surgem sempre novidades em tempo de férias!!!

HPIM2076.JPG

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D