Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Educar (Com)Vida

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

Como responder a perguntas de desenvolvimento?

Em 7 etapas!

Com o passar dos anos, os estudantes são confrontados com a necessidade de redigir perguntas mais abertas, que sugerem a articulação de vários conceitos e conhecimentos, muitas vezes acompanhados de textos introdutórios que orientam para respostas abertas, de contextualização, ou de opinião.

Estas formas de resposta devem ser aperfeiçoadas pois, no nível secundário e superior são muito comuns, têm cotações de avaliação elevadas, exigem bastante organização mental e uma boa capacidade de escrita, fluida e organizada.

Segue os seguintes passos:

1º - identifica o(s) conceito(s) que são abordados na pergunta e explica-o(s);

2º - contextualiza a explicação, através das tuas próprias palavras, de forma simples e com exemplos, se for necessário;

3º - se são apresentados vários conceitos, relaciona-os entre si, define o que têm em comum ou o que os distingue, em termos de perspetiva ou opinião;

4º - se existe um texto de apoio à pergunta, baseia-te nele, como apoio à tua resposta, e sempre que necessário faz uma ou mais citações, usando as «…»;

5º quando for pedida a tua opinião, faz uma introdução adequada, referindo ser a tua opinião e confronta com algum autor, se for apropriado…

6º - nunca te esqueças de utilizar as referências básicas de introdução; desenvolvimento e conclusão… em resposta longas (que te exijam tal desenvolvimento) faz todo o sentir existir esta forma de encadeamento. 

7º - se sentires que te vais esquecer de mencionar muita informação o melhor, antes de começares a resposta é colocares todos os tópicos, numa folha de rascunho, vai seguindo os tópicos e, no final, acrescenta o que for necessário.

Antes de entregares o documento, e se tiveres tempo, lê com atenção, corrige possíveis erros ortográficos, gralhas ou vírgulas…

razão.jpg

 

Exames Nacionais: como e quando?

Parte I

Relativamente a estes exames, em momentos de pandemia, como este ano letivo, os exames têm sofrido algumas alterações:

_ Exames nacionais de 9º ano: serão realizados a Português e Matemática, muito embora sejam entendidos como Provas de Aferição, não contarão para a nota final, mas os alunos irão receber uma cotação/avaliação.

_ Exames nacionais de ensino secundário: não são obrigatórios, os alunos apenas escolhem e inscrevem-se àqueles que pretendem, para apoiar a entrada no ensino superior, de acordo com a área de interesse e os requisitos de cada faculdade.

No entanto, de forma geral, sem estas exceções devido à pandemia, os exames acontecem desta forma:

_ Exames nacionais de 9º ano: devem fazer exame às disciplinas de Português e de Matemática, sendo que estes exames influenciam o valor da nota final a estas disciplinas.

_ Exames nacionais de ensino secundário: No 11º ano devem fazer-se dois exames que podem ser escolhidos, de acordo com a área a frequentar e, de acordo com os requisitos de entrada para o ensino superior. No 12º ano, da mesma forma serão concretizados mais dois exames, que também podem ser selecionados pelo aluno, de entre um pequeno leque de opções, com os mesmos objetivos.

Notas a acrescentar:

Estes exames contemplam matérias de dois ou três anos consecutivos. No 9ºano a matéria a estudar deverá ser de todo o 3º ciclo, (7º, 8º e 9º). No 11º ano a matéria a estudar contempla o 10º e 11º anos. Aquando do 12º ano, volta a contemplar os três anos de estudo, 10º, 11º e 12º ano.

Esta situação que exige muita atenção, estudo e empenho, para que os bons resultados aparecem e não influenciem, negativamente, os resultados destes anos letivos de estudo, já que estes exames, em anos ditos ‘normais’, têm um ‘grande peso’ nas avaliações finais, através dos cálculos de médias. 

exames nacionais.jpg

 

Caderno diário: organização e orientação eficaz

A motivação e responsabilidade do aluno pela escola reflete-se prontamente através de uma análise dos seus cadernos diários. Em simultâneo são presságio para melhores avaliações e melhores resultados.

Cada caderno diário deve estar organizado, com os sumários em dia, a matéria que os professores propõe ser anotada deve estar correta, legível, de preferência devem-se usar cores diferentes ou sublinhadores.

Os trabalhos de casa devem estar realizados logo após as anotações e os sumários… todos os exercícios realizados devem ter a anotação da página de onde foram retirados e o número do exercício. Os cadernos devem estar sempre legíveis, quer para o próprio aluno, quer para os professores, família, ou mesmo para qualquer colega que tenha a necessidade de pedir emprestado.

Haverá necessidade de pedir um caderno emprestado quando o aluno faltou à disciplina e, portanto, não tirou os apontamentos necessários, o mais rapidamente que possa deve fazê-lo: copiar tudo, de forma organizada e  procurar as dúvidas referentes a essa matéria.

Esquecer de levar o caderno não deve acontecer, no entanto, no início do ano letivo, enquanto os estudantes não se adaptam às rotinas, também poderá surgir uma exceção, nesse caso deve utilizar um caderno de outra disciplina (últimas páginas) e quando chegar a casa deve acrescentar a matéria em falta.

A meio de cada Período, as famílias podem solicitar os cadernos diários, no sentido de perceberem se estão organizados e atualizados, incentivando aos cuidados na letra e nos métodos usados. Esta atenção e cuidado familiar deve ser adaptada a cada estudante, de acordo com a sua responsabilidade para a tarefa!

Por fim, mas também muito importante são os TPC’s que são propostos em aula e que devem ser anotados no caderno diário, ou em folha própria, porque já sabemos que, se o aluno procura apenas memorizar os trabalhos de casa a fazer, quando chegar a casa não se vai lembrar-se, ou é bem possível que confunda páginas e exercícios….  

disciplinas.jpg

 

 

Como se faz o Speaking em Inglês?

A avaliação oral de uma língua estrangeira implica a realização de alguns exercícios de conversação e explicação de algum tema ou ideia.

Estes exercícios tornam-se cada vez mais aprofundados, com o desenvolvimento da aprendizagem da nova língua, isto implica que o estudante tenha de se preparar antes, estudando e treinando a sua dicção e assimilando novos conceitos, novo vocabulário e novas regras gramaticais.

Para uma avaliação oral em língua estrangeira, podem ser solicitadas conversações, da seguinte forma:

Individual ou em pares:

  • Cada estudante faz uma breve apresentação individual (nome, idade, etc;)
  • São apresentadas várias imagens e os estudantes devem escolhe-las, apresentando razões para tal, numa conversa simples;
  • É-lhes apresentado uma imagem que deve descrever o mais detalhadamente possível;
  • É sugerido um tema sobre o qual devem dar a sua opinião;

 

Os estudantes podem fazer alguns treinos, em casa, com o apoio de alguém que consiga entender a língua estrangeira estudada, orientando e verificando as falhas no diálogo. Muitas vezes os estudantes ficam em grande nervosismo, por serem mais tímidos nestas apresentações orais, quando assim é, o treino anterior é fundamental!

v_estudar.jpg

 

Testes com escolhas múltiplas! Dicas para escolher melhor…

Diálogo entre mim e um/a estudante de secundário:

Eu: _Como correu o exame nacional?

Estudante: _Mais ou menos, errei muitas escolhas múltiplas… tanto para mim, como para a maioria dos meus colegas, elas pareciam que estavam todas certas, era muito difícil escolher…»

 

Nas mais variadas avaliações, sejam fichas sejam exames, as escolhas múltiplas apresentam-se como algo aparentemente simples, que depois se transforma numa dificuldade de escolha e numa enorme exigência de tempo e de reflexão.

Para te ajudar a perceber melhor como escolher entre quatro ou cinco hipóteses, o melhor é teres em atenção estes seguintes itens:

 

  • Lê com muita atenção o enunciado da pergunta, as respostas até podem estar todas certas, mas existe uma que mais se adequa aquela pergunta, em específico;
  • Começa por excluir as que estão, obviamente erradas, eliminando hipóteses e ajudando à eleição da correta;
  • Atenção que, a maioria das vezes, se começares a ponderar muito e a assinalar/riscar/assinalar…, provavelmente vais baralhar-te e vais escolher a errada;
  • Não faças ‘à sorte’ vais falhar, certamente;
  • Cuidado com o tempo que despendes a pensar sobre uma resposta, se estiveres muito indeciso segue a prova e no final voltas à pergunta, podes não ter tempo para tudo;
  • Se estás a preparar-te para um exame nacional, resolve várias escolhas múltiplas de exames anteriores, vai ajudar-te a compreender a forma de resposta;
  • Muito cuidado com a leitura e correção no final da ficha, muitas vezes, é vais alterar as certas…

 

Deixo uma nota final: mesmo a avaliações que sejam apenas de escolha múltipla, é necessário estudar bastante… não assumas que será fácil!

nota (2).jpg

 

Tenho um trabalho para entregar no final do mês, não preciso de o fazer agora….

Em praticamente todas as disciplinas, a partir do 2º ciclo, vão surgindo propostas de trabalhos escolares para serem realizados, em grupo, ou individualmente… isto acontece ao longo de todo o ano letivo e, muitas vezes, exige uma grande organização do estudante para definir tempos de estudo e tempos dedicados ao(s) trabalho(s).

Assim, quando o professor solicita um trabalho, deixa sempre uma margem de alguns dias, ou semanas, para que o aluno tenho tempo de pesquisar, organizar-se e entregar. Mas, algumas vezes, mesmo com tempo suficiente o aluno vai protelando no tempo, deixando este afazer para segundo ou terceiro plano e, no dia anterior, lembra-se que precisa de entregar um trabalho e fá-lo da forma mais rápida e menos empenhada possível, vai copiar a informação a um site qualquer da internet… o que não irá trazer melhor avaliação…

Sempre que o aluno recebe a proposta de um trabalho deve, no mesmo dia, definir as horas em que vai fazer a pesquisa e organizar a informação, deve fazê-lo o mais rápido possível porque, entretanto, irão chegar outras avaliações e será necessário tempo para estudar, assim,  o trabalho já deve estar pronto a entregar, não descurando nem o estudo, nem o trabalho.

É claro que precisas de fazer agora!!!!

trab escolares.jpg

 

Quanto vale a composição?

Quando os estudantes são avaliados nas disciplinas de línguas: Português, Inglês, Espanhol, Francês, Alemão… um dos critérios de avaliação constante é a Expressão Escrita, aquilo a que os alunos chamam banalmente de composição. Em, praticamente, todas as fichas de avaliação destas disciplinas, surge como proposta final, um texto escrito, com um número limitado de palavras.

Estas avaliações escritas exigem bastante concentração ao aluno, têm cotações de avaliação elevadas e compreendem um conjunto complexo de parâmetros a serem observados:

  • Uma estruturação correta e coerente ao longo de todo o texto;
  • Respeito pelas propostas e orientações dadas;
  • Produção de um discurso correto (planos lexical, morfológico, sintático, ortográfico, pontuação);
  • Criatividade e imaginação;
  • Domínio dos conceitos aprendidos em contexto de sala de aula;
  • Devido enquadramento nos limites de palavras sugerido;

Por serem avaliados tantos critérios, é obvio que esta proposta tenha tão elevada cotação e a minha constante sugestão, para os alunos, é: nunca deixem este exercício por realizar… mesmo que não consigam a cotação máxima, alguns valores podem sempre ser um ganho!

nesquecer.jpg

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Vencedor:

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
Blogs Portugal