Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Educar (Com)Vida

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

Farmácia Familiar

Ter em casa uma pequena Farmácia, ou uma Caixa de Primeiros Socorros é imprescindível no dia a dia de qualquer pessoa, mais ainda quando se tem em casa ou como visitas constantes  crianças ou jovens. Assim, em caso de urgência mantenha sempre um conjunto de material hospital, dentro do prazo de validade, em lugar fresco, protegido do sol e longe do alcance das crianças mais pequenas.

Para além disso, deixo aqui algumas propostas de utensílios essenciais a guardar na vossa Caixinha:

Caixa 1Socorros.jpg

Atualmente podemos adquirir estas Caixas de Primeiros Socorros em qualquer superfície comercial, contudo, alguns utensílios necessários poderão não estar presentes, portanto poderá incluir aqueles que considere necessários à família, construindo uma Farmácia Familiar personalizada!

Educação Rodoviária: cuidados em bicicleta

Se, de um modo geral todos devemos ser educadores, neste vasto conceito de Educação Rodoviária, em situações mais concretas, essa educação pauta-se por atitudes de simples cuidados e atenções. Quase todas as crianças adoram ter uma bicicleta, um skate, ou uns patins para poderem andar e brincar, contudo o uso desses transportes exigem cuidados especiais particulares.

Ora vejamos:

  • Antes de utilizar o transporte, realizar uma revisão para verificar se nada está em mau estado;
  • Procurar jardins e parques fechados, evitando a proximidade de automóveis;
  • Usar capacete, joelheiras e cotoveleiras para proteção;
  • Não circular próximo de veículos estacionados, pois poderão abrir portas;
  • Manter a atenção a quem circula no mesmo espaço (pessoas e animais);
  • Evitar acrobacias ou fazer corridas;
  • Ter em atenção os pisos escolhidas, evitar folhagem, pedras ou água…

 

Que cuidados mais o leitor propõe que acrescentemos?

bike.jpg

(imagem retirada da internet)

Educar para a Sustentabilidade: pequenas dicas…

Cada vez mais encontramos estudantes sensíveis às questões ecológicas e de proteção da natureza… demonstram isso nas suas conversas e mesmo nas suas atitudes… contudo o trabalho, o exemplo, a formação e a educação, não deve terminar por aqui. Torna-se necessário uma educação ambiental transversal, no quotidiano do estudante.. seja na escola… em casa… nos lugares de passagem e de presença.

Por esta razão, e como não é demais lembrar, aqui ficam algumas dicas para os educadores trabalharem este assunto com quem aprende:

 

  • Sempre que forem passear para a natureza, recolham lixo encontrado e coloquem-no no contentor correto;
  • Converse sobre questões como: escassez da água potável, necessidade de reciclagem, e os problemas do consumismo;
  • Motive para os encantos do contato com a natureza, seja fauna ou flora (animais e plantas);
  • Apoie na separação do lixo;
  • Incentive ao reaproveitamento de produtos;
  • Troque, venda, ou doe objetos que já não utilizam;
  • Sensibilize para a importância dos consertos;
  • Converse sobre a origem da alimentação e a sua qualidade (animal e vegetal);
  • Supervisione desperdícios de água, luz e papel;
  • Responsabilize pelos danos aos objetos e materiais;
  • Procure soluções sobre este tema com o estudante;
  • Esteja informado para poder (in)formar…

 

Não se esqueça que este Planeta será habitado por muitas gerações seguintes.. sejam eles seus bisnetos ou tetranetos…

 

1002135_725407190891189_738892675_n.jpg

(imagem retirada da internet)

A importância dos animais de estimação, para quem cresce!

Já aqui referi os benefícios que os animais de estimação podem proporcionar às famílias e em especial às crianças. Contudo, quando pensamos nestes animais, pensamos em muito de bom que eles nos oferecem, mas também na grande atenção de que necessitam e nas condições indispensáveis ao seu conforto… tais situações condicionam muito a escolha de quem opta pela adoção de um destes animais. 

Hoje em dia, basta entrarmos numa Loja de Animais para percebermos as variadas opções de bichinhos prontos a levar para casa, assim como, todos os materiais e comida de que ele irá necessitar.

Apresento aqui, algumas das opções de aquisição:

  • Cão: pode optar por comprar, ou adotar num canil… escolha de acordo com as caraterísticas da raça, tendo em conta o caracter do animal e o tamanho deste relativamente ao espaço aí em casa. O cão precisa de alguma liberdade no jardim mais próximo ou de pequenos passeios diários.
  • Gato: para além do gatil, algumas lojas de animais também oferecem o animal… por norma são brincalhões, independentes e asseados.
  • Peixe: vendem-se a preços ‘simpáticos’, precisam de comida um vez por dia e, de quando em vez, mudança de água… trazem um ambiente tranquilo à casa.
  • Hámster: por norma é um animal simpático e fofinho, mais ativo durante a noite, basta alimentar, limpar o seu espaço.
  • Pássaro(s): desde os mais exóticos e maiores aos mais banais e pequenos, basta escolher de acordo com o seu cantar, coloração e valor financeiro… alguns com mais necessidades de cuidados que outros, basta questionar no momento da aquisição.
  • Iguana: animal que apaixona os miúdos mais radicais pela sua estranheza, ela é sensível à temperatura e bastante calma.
  • Coelho: Animal dócil e mais calmo do que um cão ou gato, necessita de cuidados aproximados a estes. 
  • Tartaruga: existem variadas espécies, contudo as mais vendidas nas lojas são as ‘tartarugas de orelha vermelha’ bem pequeninas e sossegadas, como andam em terra e em água necessitam de um pequeno aquário específico.  

 

Estas são apenas algumas propostas sugeridas, com base nas conversas que tive com estudantes sobre os animais que eles têm e de que cuidam responsavelmente. Deixem cá também as vossas experiências sobre este tema.  

 

images (2).jpg

 

FÉRIAS: os maiores perigos

Em  tempo de férias escolares, nunca é demais lembrar quais os maiores perigos a que as crianças e jovens se expõem, ao longo deste período… portanto, aqui ficam uma pequenina lista dos habituais perigos , de forma a que estudantes, pais e educadores se mantenham alerta e atentos a estas situações. Para além disso, é conveniente conversas com cada criança ou jovem sobre eles, voltando a lembrar cuidados e precauções, de forma a sensibilizar quem cresce:

 

Exposição solar: sem proteção e a horas erradas provocam queimaduras na pela prejudiciais a curto ou longo prazo;

Afogamento: infelizmente, a principal causa de morte infantil no pais, ocorre em piscinas, banheiras, rios, mares… em segundos se perde uma vida;

Alergias: que podem ser mais ou menos graves, e ocorrem nas mais variadas formas, através da comida, do pólen, das picadas de insetos… as crianças que reconhecem as suas alergias devem andar com a sua própria medicação;

Perder-se: no entusiasmo da brincadeira ou da correria, quase todas as crianças têm testemunhos desses para contar, perdem os pais, o lugar onde estavam… entram em pânico, assustando também quem os procura… nestes casos é importante explicar a importância da Polícia/Nadador Salvador/segurança, sem vergonha de pedir ajuda… existem também alguns meios informáticos que apoiam nestas situações;

Quedas: aquelas pequenas, são o ‘pão nosso de cada dia’, principalmente, nos primeiros anos de vida, aprender a caminhar, a correr e a equilibrar implicar voltar ao chão volta e meia e, com uma pomadas e uma mimos tudo se cura… contudo, as grandes quedas de varandas, escadas, etc, são situações de grande gravidade às quais exigem grande atenção dos adultos, principalmente em lugares novos.

verão.jpg

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D