Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Educar (Com)Vida

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

Atividades para a Inclusão

Tal como referi no Post anterior, a Inclusão precisa de ser ensinada e entendida desde terna idade. Para tal deixo aqui algumas dicas de atividades que promovam uma educação para a inclusão:

  • Contem pequenas histórias de situação concretas;
  • Façam grupos de crianças através de sorteio;
  • Promovam brincadeiras com várias crianças, para além da escola;
  • Conversem sobre as diferentes capacidades de cada criança, como sendo normal essa diferença;
  • Façam trabalhos coletivos e individuais, onde cada criança tem um contributo diferente, de acordo com a sua capacidade;
  • Expliquem que as dificuldades são desafios e que podem sempre ser superados;
  • Nunca seja exemplo de uma atitude de discriminação ou exclusão;
  • Se assistiu a uma atitude discriminatória com ou do seu filho/educando converse individualmente com ele e calmamente esclareça as atitudes certas e erradas;
  • Procure na internet jogos direcionados para a inclusão.

educação.jpg

 

Para umas férias responsáveis!

Planeiam ir de férias? Porque não incluir os estudantes? As crianças que já estão em idade escolar podem apoiar no planear das férias com a família, ajuda no desenvolvimento da responsabilidade e promovem a consciencialização de planeamento e gestão.

Adeque a idade às capacidades da criança/adolescente e escolha algumas destas tarefas que ele(s) ajudem:

  • Ensine a poupar para as férias;
  • Permita que apoie na escolha do hotel;
  • Definam juntos os lugares a visitar e do dinheiro a gastar;
  • Dê-lhe autonomia a fazer a mala pessoal;
  • Defina responsabilidades;

 

Boas férias!

ferias escolares.jpg

 

O Jogo simbólico promove...

Para os psicólogos as brincadeiras do ‘Faz de Conta’ (Jogo Simbólico) permitem um melhor desenvolvimento infantil, no que diz respeito à evolução: afetiva, cognitiva, motora e social.

Resumidamente o Jogo simbólico promove:

  • A capacidade de planear e de imaginar situações lúdicas;
  • A comunicação com o mundo do adulto, no qual adquire controle interior, autoestima e confiança em si mesma,
  • O exercício da sua imaginação;
  • A construção do mundo real, com os seus valores e ideias;
  • A capacidade de imitar, imaginar, representar sem medo da imposição do adulto;
  • A possibilidades de entrar no mundo adulto;
  • A capacidade de resolver problemas do presente e do passado;
  • Projeções para o futuro;

Estas brincadeiras de ‘Faz de conta’ podem ser uma forma de promover um contacto mais próximo do adulto com a criança que, de forma pedagógica, o educador poderá ajudar a reorganizar estruturas mentais e emocionais com tais Jogos.

É de sublinhar que ao brincar, a criança pode reviver situações que lhe causem algum desequilíbrio emocional, possibilitando a compreensão da situação em que vive e a reorganização de suas estruturas mentais.

jogo simbolico.jpg

(imagem retirada da Internet)

Polícia de Segurança Pública – Estou Aqui

Como é do conhecimento geral, a PSP tem a Missão – Estou Aqui Criança, para minimizar o desespero de quando uma crianças se perdem dos familiares, por isso, neste verão é importante lembrar o projeto:

«A Polícia de Segurança Pública e restantes parceiros sabem a importância que o seu filho tem na sua vida. Desejamos que aproveite ao máximo esta relação e que a Pulseira ESTOU AQUI!® o ajude nessa missão.

O Programa ESTOU AQUI!® foi desenhado para que nunca perca um momento da presença dos seus filhos.» (In: https://estouaqui.mai.gov.pt)

 

Saiba mais e peça a pulseira em https://estouaqui.mai.gov.pt/Pages/Home.htm

Resultado de imagem para estou aqui criança (imagem retirada da internet)

 

 

10 coisas que não deve fazer ao seu filho:

Quantas vezes, enquanto encarregado/a de educação ponderou bastante se estaria a tomar a atitude correta para com o estudante? Quantos momentos ponderou sobre tomadas de decisão, refletindo no melhor para a educação da criança/jovem???… Tantos são os momentos e os lugares em que as decisões nos afligem, enquanto mães, pais, avós, educadores, tios, amigos, etc…
Hoje, apresento algumas indicações daquilo que não deve fazer/dizer aos pequenos… são apenas orientações, as quais podem questionar, refletir e ponderar:

1. Não diga mentiras
2. Não diga sim depois do não
3. Não deixe de cumprir promessas
4. Não tenha discussões de adultos na frente dele
5. Não diga que ele não consegue
6. Não critique o trabalho dos professores
7. Não permita nenhuma forma de violência
8. Não o ignore
9. Não esconda sentimentos
10. Não exija demais

Tenho a certeza de que, depois de ter lido estas dez propostas algumas mais ocorrerão na sua mente, portanto peço, ao leitor, que as partilhe connosco através dos comentários, estará certamente a ajudarnos a todos - educadores!

images (1).jpg

 

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Vencedor:

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D