Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Educar (Com)Vida

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

Quando a sua criança é ansiosa!

Existem crianças que tornam-se muito ansiosas quando se aproxima o momento das avaliações… isto tem tendência para acontecer, logo nos primeiros anos de escola. Na maioria das vezes, com o crescimento e desenvolvimento essas ansiedades e aflições vão ficando para trás, deixando de existir.

Não são atitudes milagrosas, mas posso deixar algumas pequenas orientações, para melhor ajudarem a criança a controlar estes sentimentos ansiosos:

  • Estude com ela a matéria para o teste as vezes que sentir serem necessárias, no final confirme que está tudo percebido e memorizado e por isso está na hora de relaxar e brincar.
  • Controle o estudo, para que não haja bloqueios de memória pelo stress e ansiedade;
  • Não prive algumas situações, só para a poupar ao stress, porque faz parte do crescimento e desenvolvimento;
  • Não deixe que a sua ansiedade ou insegurança se reflita, as crianças têm sempre a intenção de copiar os hábitos, mesmo sem que vocês se apercebam disso;
  • Existem palavras que são mágicas, porque incentivam e dão segurança…há que explicar que até falhar faz parte da vida;
  • Nunca menospreze os sentimentos da criança e mantenha a atenção, em alguns casos poderá ser necessário a intervenção de um profissional.

desenvolvimento.jpg

 

Dia do Pai!

É tão bom quando uma criança vê no pai o seu herói… depois cresce… e o seu pai permanece o seu maior herói!!

A estes Pais que são eternos heróis, nas palavras, nos gestos e na educação! Muito obrigada!

Tenham um dia muito feliz junto dos vossos maiores fãs!

família.jpg

 

JOGOS PEDAGÓGICOS: A Caixinha da Felicidade

Alguns jogos que podem ser divertidos e educativos em simultâneo, podem educar para as emoções, podem melhorar o desenvolvimento físico, podem exercitar capacidades intelectuais. Por estas razões, hoje traga-vos uma proposta de uma atividade pedagógica que pode ser realizada em famílias e/ou por educadores/as.

A Caixinha da Felicidade, pode ser feito com crianças, jovens e adultos, (os adultos devem participar). Esta Caixinha tem como objetivo educar o cérebro dos participantes para um pensamento positivo e para a resiliência. Esta atitude permitirá melhorar as capacidades de olhar o futuro de forma positiva e motivadora.

A realizar esta atividade, deve explicar-se que os momentos mais difíceis e menos bons da vida irão sempre surgir, mas ter uma atitude feliz e positiva perante estas situações será uma vantagem e uma defesa.

Como fazer:

  • Escolha uma caixa ao gosto e decorem-na com frases e desenhos de alegria e felicidade;
  • Tenham post’its ou folhinhas de cores variadas;
  • Definam uma cor para cada participante;
  • A cada final de dia, em conjunto, cada participante deve pensar no momento ou situação mais feliz daquele dia e registá-la na folhinha da sua cor;
  • O registo poderá ser com palavras, desenhos, ou colagens;
  • No final de um período de tempo podem abrir as folhinhas e dialogar sobre elas;
  • Podem repetir e adaptar…. 

jogos pedagogicos.jpg

 

Ensinar a conversar!

Nos primeiros anos escolares existem as crianças que contam muitas coisas sobre como foi o seu dia na escola e existem outras crianças que não têm essa espontaneidade. As mais reservadas, por vezes, são fonte de preocupação para a família, porque ficam com receio de que algo possa não estar a decorrer da melhor forma, porque desconhecem anseios, medos ou ficam com dúvidas sobre o comportamento escolar.

Para as famílias que pretendam ajudar as suas crianças a conversarem mais, a exporem mais ideias, sentimentos e opiniões, aqui ficam sugestões de inícios de diálogos que levam as crianças a exprimirem-se, como mais do que um simples ‘sim’ ou ‘não’.

Tenha o cuidado de reservar uma parte do final do dia para estas conversas, mostrando-se totalmente disponível e empenhado/a em escutar atentamente o que a criança tem a dizer!

Coloque questões como:

  • Hoje o meu dia correu/não correu muito bem, porque ….. O teu dia foi melhor que o meu? (Para que lhe conte como correu o dia)
  • O teu melhor amigo/a é muito …(característica simples), tens mais amigos assim? (Para que converse um pouco sobre as amizades)
  • A/O tua professora manda sempre TPC’s, nunca se esquece! Parece-me ser muito organizado, o que achas? (para falar sobre os professores)
  • Vi que o teu almoço era arroz com frango! Estava bom? (invente a pergunta para o levar a explicar mais sobre a alimentação da escola)
  • E se fizéssemos um lanche, no fim de semana, para os teus amigos? Quem querias convidar? (Para perceber como está o processo de sociabilização e para incentivar nesse sentido)
  • Quando tinha a tua idade adorava jogar ao elástico (escolha jogo)… Também jogam esse jogo, ou outros? Ensinas-me? (Para melhorar a capacidade de sistematização e de reprodução de ideias)
  • No outro dia encontrei a Auxiliar …(nome) ela disse-me que andas um bocado distraído na escola! Porquê? (Para uma autoavaliação do comportamento)

Por aí, que questões funcionam??? Têm mais, para além destas?

educação é.jpg

 

JOGOS PEDAGÓGICOS:

Uma nova Compilação!

Alguns jogos que podem ser divertidos e educativos em simultâneo, podem educar para as emoções, podem melhorar o desenvolvimento físico, podem exercitar capacidades intelectuais.

Por estas razões, hoje inauguro um novo espaço neste blogue. Assim, no Menu: Partilha de Documentos  poderão encontrar a secção: JOGOS PEDAGÓGICOS, onde serão compiladas as várias propostas para esta forma de atividades pedagógicas, que poderão ser realizadas em família ou noutros contextos educativos.

Cada jogo pedagógico será apresentado como um Post habitual, neste blog e, ao longo do tempo, ficarão sempre disponíveis neste Menu, tal como acontece com as Histórias e Contos ou os Peddy Papers que, por cá, partilho!

Amanhã, chegará o primeiro de vários:

jogos pedagogicos.jpg

 

Aprender a organizar os seus brinquedos

As férias não devem ser vistas pelos estudantes como momentos de puro ócio, em que nada é necessário fazer. Algumas tarefas domésticas e responsabilidades devem ser partilhadas e definidas, por todos os elementos da família. Mesmo as crianças mais pequenas devem ter algumas tarefas destinadas, nem que seja apenas arrumar os brinquedos.

Para ensinar os pequeninos a organizarem e arrumarem os seus pertences, pode seguir estas dicas:

 

  • Tenha um lugar definido na casa para os brinquedos;
  • Tenha armários ou caixas simples para que a criança possa usar;
  • Crie momentos para arrumar, uma ou mais vezes, por dia;
  • Faça da arrumação um jogo divertido;
  • Ofereça pequenas recompensas pelo bom trabalho;
  • Elogie e respeite muito o esforço e empenho na tarefa.

pre escolar.jpg

 

Brinquedos e Jogos eternos!

Em plenas férias de verão, o que as crianças e adolescentes mais querem ouvir falar é em jogos e brincadeiras. Seja para aproveitarem o tempo sozinhos, com os irmãos ou amigo(s).

Hoje relembro que existem brinquedos e jogos, com os quais eu brinquei mas que ainda são pertinentes para as crianças e para as brincadeiras de hoje. Sobre este assunto refiro-me, por exemplo, aos Legos ou ao Jogo do Elástico.

Com certeza que estes brinquedos e jogos,  já muito evoluíram desde o meu tempo de criança, no entanto, ainda encontramos versões economicamente acessíveis e as mais variadas opções, no momento da compra, no caso dos jogos. Ou tentamos aprender as novas regras e nuances dos jogos que ainda se brincam.

Estes brinquedos/jogos mais tradicionais ajudam no desenvolvimento de quem cresce, pois proporciona momentos de criatividade, melhora a capacidade de abstração, auxilia no desenvolvimento da motricidade fina e da motricidade grossa e estimula capacidades intelectuais.

No caso dos brinquedos, não se esqueça que: antes de comprar deve seguir as regras europeias e deve ter em atenção as idades indicadas.

No caso dos jogos, deve lembrar-se que estamos em tempo de afastamento físico (Pandemia), portanto, não devem existir jogos com muitas crianças juntas….

 

Lembram-se de mais alguns, para além destes:

 

  • Plasticina
  • Legos
  • Jogos de tabuleiro
  • Jogo da ‘macaca’, elástico e da corda;
  • Jogo com o Pião
  • Berlindes
  • Corrida de sacos;
  • Jogo do Lenço;
  • Coleções de cromos;

brincar2.jpg

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Vencedor:

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D