Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Educar (Com)Vida

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

Exames Nacionais: preciso de explicações….

Parte II

A maioria das escolas oferece algumas sessões de aulas extra, para tirar dúvidas e preparar os seus alunos para os exames, nas semanas anteriores aos exames, sendo um apoio importante.

No entanto, em alguns casos, este confronto com os exames nacionais deixam os alunos inseguros e com dúvidas, levando alguns a recorrer ao apoio profissional, fora dos estabelecimentos de ensino.

Esta procura para preparação para exames deve ser feita com algum tempo e deve-se ter em conta as seguintes condições:

  1. Se tens apenas algumas dúvidas, então, marca apenas algumas horas de explicação individual, atempadamente, para teres tempo de perceber se é suficiente, ou se precisas de algum apoio mais;
  2. Por vezes, mesmo os bons professores não conseguem chegar a todos os alunos, podes ter de procurar outro explicador que melhor se adapte à tua forma de estudar e compreender, procura com tempo;
  3. Não te esqueças que estão muitos alunos na mesma procura de apoio como tu, depois torna-se difícil encontrares horários disponíveis;
  4. O melhor é sempre optar por explicações individuais, quando são coletivas, nem sempre estão todos ao mesmo nível de entendimento da matéria o que gera dificuldades para explicadores e alunos;
  5. Se não compreendes grande parte da matéria da disciplina, começa com explicações semanais, logo no início do ano letivo, ou irás ter muitas dificuldades de memorizar e compreender tudo;
  6. Procura um explicador com que te sintas à vontade, por norma eles não se importam em te explicar a matéria as vezes que forem necessárias até que entendas, portanto, não tenhas vergonha….

exames nacionais (1).jpg

 

Testes com escolhas múltiplas! Dicas para escolher melhor…

Diálogo entre mim e um/a estudante de secundário:

Eu: _Como correu o exame nacional?

Estudante: _Mais ou menos, errei muitas escolhas múltiplas… tanto para mim, como para a maioria dos meus colegas, elas pareciam que estavam todas certas, era muito difícil escolher…»

 

Nas mais variadas avaliações, sejam fichas sejam exames, as escolhas múltiplas apresentam-se como algo aparentemente simples, que depois se transforma numa dificuldade de escolha e numa enorme exigência de tempo e de reflexão.

Para te ajudar a perceber melhor como escolher entre quatro ou cinco hipóteses, o melhor é teres em atenção estes seguintes itens:

 

  • Lê com muita atenção o enunciado da pergunta, as respostas até podem estar todas certas, mas existe uma que mais se adequa aquela pergunta, em específico;
  • Começa por excluir as que estão, obviamente erradas, eliminando hipóteses e ajudando à eleição da correta;
  • Atenção que, a maioria das vezes, se começares a ponderar muito e a assinalar/riscar/assinalar…, provavelmente vais baralhar-te e vais escolher a errada;
  • Não faças ‘à sorte’ vais falhar, certamente;
  • Cuidado com o tempo que despendes a pensar sobre uma resposta, se estiveres muito indeciso segue a prova e no final voltas à pergunta, podes não ter tempo para tudo;
  • Se estás a preparar-te para um exame nacional, resolve várias escolhas múltiplas de exames anteriores, vai ajudar-te a compreender a forma de resposta;
  • Muito cuidado com a leitura e correção no final da ficha, muitas vezes, é vais alterar as certas…

 

Deixo uma nota final: mesmo a avaliações que sejam apenas de escolha múltipla, é necessário estudar bastante… não assumas que será fácil!

nota (2).jpg

 

Atitude perante a Ficha de Avaliação!

Quando o estudante se apresenta perante o desafio de ser avaliado através de uma ficha escrita, ao que a maioria das pessoas chama de Teste, deve seguir sempre um caminho que o direciona para a melhor forma de a realizar:

1º - Ler todas as perguntas da Ficha com muita calma e atenção;

2º - Definir a ordem pela qual irá responder às perguntas, em função da dificuldade e das tarefas a realizar;

3º - Escrever as respostas, fazendo tópicos de resposta previamente (metal ou em folha de rascunho) quando estas forem de maior desenvolvimento;

4º - Reler todas as perguntas, corrigindo erros e falhas;

5º - Verificar a identificação correta das questões;

6º - Confirmar se todas as perguntas estão respondidas.

 

Parece muito simples, no entanto, muitos são os estudantes que apresentam dificuldades em alguns destes tópicos, por exemplo, em gerir tempos ou o não rever a ficha no final. Portanto, é sempre bom relembrar a importância destes gestos para receber melhores resultados!

avaliação escolar.jpg

 

Dicas para um debate escolar!

Principalmente, os estudantes de secundário são convidados a organizar e realizar debates em turma, de acordo com um tema a estudar. No entanto, devido à pouca prática, alguns alunos, sentem algumas dificuldade em organizar as suas ideias, em confrontar ideais e formular sínteses. Para ajudar numa destas situações, cá deixo alguns conselhos:

Preparação do debate:

  • Deverão existir pelo menos dois grupos, um ficará a favor de uma determinada posição e o outro contra essa mesma posição.
  • Deverá ser definido um moderador que irá abrir e organizar todo o debate.
  • Podem ficar alunos fora deste debate, que serão os Observadores e que devem registar os principais argumentos debatidos e as várias intervenções.

Intervir no debate:

  • Papel do moderador: deve manter a imparcialidade, apoiar a troca de opiniões lançando questões e propostas de discussão. Controlar o debate e evitar os ataques pessoais. Deve reconhecer o tema e as ideias em debate.

 

  • Papel de cada grupo: posicionar-se no tema e explicar os seus argumentos. Pedir esclarecimentos ao grupo de confronto e contra-argumentar sempre que não concorda com o que ouve. Procurar persuadir através da sua argumentação fundamentada, podem concordar ou discordar das opiniões que escuta. Deve ter estudado sobre o assunto e memorizado os pontos principais de defesa e argumentação.

Como podem verificar, para conseguirem uma boa postura e uma boa defesa devem reunir em grupo e preparar o debate realizando todos os apontamentos necessários. Para o moderador, se for selecionado, será um trabalho mais individual, deve preparar também o tema e as questões a serem defendidas e os tempos a oferecer a cada grupo.

  • Para os observadores: Não devem demonstrar desinteresse, por não estarem a participar de forma direta. O melhor é tirarem apontamentos, ao longo do debate, para no final apresentarem uma análise critica sobre o trabalho dos colegas e mostrar domínio sobre o tema apresentado.

trabalhos grupo (1).jpg

 

Dicas para fazeres o teu Melhor Teste!

A avaliação a cada disciplina tem como finalidade principal apreciar os conhecimentos adquiridos, após a explicação de cada matéria, e das competência adquiridas através dos processos de aprendizagem realizados.

Uma das formas mais comuns de avaliação são as fichas, com vários exercícios e perguntas, onde está incluída a maior parte da matéria lecionada.

Estas fichas de avaliação que os alunos chamam de Testes têm grande peso na avaliação final, o que exige muita atenção na sua concretização.

 

Ficam aqui algumas dicas

  • Presta atenção aos diferentes tipos de perguntas:
  • Perguntas que recorrem à memorização dos conhecimentos;
  • Perguntas dirigidas à compreensão de textos ou enunciados;
  • Perguntas que exigem a adaptação dos conhecimentos a novas situações;
  • Perguntas dirigidas à análise e decomposição de informação;
  • Perguntas que exigem síntese e critica sobre conteúdos;

 

  • Presta atenção à extensão das respostas:
  • Irão surgir perguntas de resposta curta e outras que exigem respostas mais longas, deves responder de acordo com essa exigência, para não apresentares informação insuficientemente ou descreveres mais do que o necessário.

 

  • Presta atenção aos verbos das perguntas:
  • os verbos ou expressões das perguntas são a chave da interpretarão e da intenção e do que é pretendido na resposta.

 

  • Presta atenção às cotações das perguntas:
  • Algumas escolas têm como prática colocar as cotações em todas as fichas de avaliação e os exames nacionais trazem também todas as cotações explicitas, pela cotação se depreende também o nível de exigência e de desenvolvimento pretendido.

 

  • Presta atenção ao que estão a solicitar:
  • Se apresentam um pequeno texto de apoio à pergunta deves lê-lo com a máxima atenção e fundamentar a tua resposta com um ou mais citações do texto facultado.
  • Existem perguntas com mais do que uma questão, não podes responder apenas a uma delas, porque não receberás toda a cotação.
  • Uma pergunta pode solicitar uma análise complexa de vários conceitos o que exige uma capacidade redobrada na construção da resposta.

dicas.jpg

 

Vais fazer um debate na escola? Umas dicas…

Quando os estudantes começam a ficar mais crescidos, alguns professores procuram desenvolver, um pouco mais, a capacidade reflexiva, crítica e argumentativa, através de momentos de debate, sobre temas controversos e socialmente importantes. Por exemplo, na disciplina de Filosofia do secundário, muitos dos professores optam por alguns destes momento como forma de aprendizagem/avaliação.

Os estudantes devem preparar-se para o debate, com um estudo e reflexão prévia sobre o assunto em questão. Quando este debate é em grupo, antes do confronto, os estudantes são orientados para a posição a tomar e são formados grupos de trabalho, deve seguir-se uma organização de ideias:

Cada grupos de trabalho deve fazer uma pesquisa sobre o tema, preparando a sua defesa e a sua acusação sobre o tema e, todos esses argumentos, devem reunir apontamentos de orientação ao grupo.

Para mais um apoio a estes debates, em anexo, deixo um documento com indicações de palavras-chave que poderão utilizar, no decorrer desta acesa troca de argumentos.

conetores.png

 

 

Como construir um “Trabalho” escolar?

Para além das orientações referidas no tema anterior, a estrutura do ‘Trabalho’ deve, também, incluir os seguintes passos:

  • Capa: título do trabalho que desvenda o tema a ser tratado, indicando a disciplina, o nome da escola e do professor, o nome do aluno, acrescentando ano, turma e número, assim como a data de entrega deste;
  • Índice: todo o ‘Trabalho’ deve ser compartimentado em diversos títulos ou conceitos e inumerados no índice, esta página, embora deva ser a segunda do trabalho, apenas é realizada no final;
  • Introdução: situa o tema que irá ser desenvolvido, deixando claro quais os objetivos que se seguem. Não deve ultrapassar uma página escrita;
  • Desenvolvimento: aqui todo o ‘trabalho’ se desenrola, começando-se por explicar os conceitos, fundamentar as ideias, dividindo o grande tema em pequenos temas que se interligam de uma forma lógica, adiciona-se gráficos, imagens ou esquemas que fundamentem tal escrita.

É sempre necessário respeitar a ordem cronológica dos acontecimento.

Finaliza-se com uma ou várias opiniões críticas ao assunto analisado, com opinião pessoal ou de outros autores;

  • Conclusão: um pequeno resumo do que se aprendeu com este trabalho, enuncia novas questões que poderiam levar a outros estudos e explica porque este tema contribui para a disciplina em causa. Não ultrapassar uma página escrita;
  • Bibliografia: para o “trabalho” foram consultados livros e sites na internet, na bibliografia devem ser todos mencionados por ordem alfabética, exemplos:

Sophia de Mello Breyner Andresen, (1958) ‘A fada Oriana’: Porto Editora. 

www. Visãojunior.pt: artigo: 24 setembro 2014. 

trabalho 001.JPG

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Vencedor:

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
Blogs Portugal