Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Educar (Com)Vida

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

JOGOS PEDAGÓGICOS: A caixa da Raiva

Alguns jogos que podem ser divertidos e educativos em simultâneo, podem educar para as emoções, podem melhorar o desenvolvimento físico, podem exercitar capacidades intelectuais. Por estas razões, hoje traga-vos uma proposta de uma atividade pedagógica que pode ser realizada em famílias e/ou por educadores/as.

As crianças começam cedo a tentar lidar com sentimentos muito fortes, como por exemplo a raiva e a frustração. Esta técnica pode ajudar neste desenvolvimento e controlo, de forma a poder direcionar emoções e sentimentos voltando a acalmar e a relaxar.

Como proceder:

Utilize uma caixa que possa decorar com imagens de monstros chateados e de aspeto furioso, preso em grades de metal, essa caixa servirá para guardar desenhos.

Assim, quando a criança estiver com esses sentimentos deve ser aconselhada a transferir para um desenho tudo aquilo que está a viver, tornando as emoções conscientes e claras. No decorrer dessa contemplação é convidada a fazer o desenho do seu monstro que transmita tais sentimentos, tendo assim a personalização da sua frustração.

No final deve colocar o seu desenho na caixa, sendo-lhe explicado que o monstro será preso... um processo que  ajuda a acalmar a criança… ao longo do desenho a criança irá começar a sentir-se mais calma e paciente. Ensine-a a utilizar a caixa de forma mais autónoma e sempre que sentir necessidade, explique que estes sentimentos fazem parte da vida e que é importante aprender a controlá-los o melhor que conseguimos.

jogos pedagogicos (1).jpg

 

As aprendizagens fundamentais nas atividades extracurriculares!

Nos dias de hoje, os estudantes frequentam muitas atividades extracurriculares, no desporto, nas artes e também na religião. Com o peso e medida certa, estas atividades trazem muito de bom para quem cresce.

 

O desporto escolar, traz muitos benefícios, mas não é o suficiente para uma vida ativa e saudável, para uma criança ou jovem praticar um desporto com que mais se identifica e onde se sente bem, traz muitos benefícios físicos e mentais!

 

As artes, seja dança, música, pintura, desenho, escrita, teatro…. Alguns alunos apresentam, desde muito pequenos, uma aptidão e um gosto por algum destas artes, o que o motiva a aprender mais e a dedicar-se algumas horas por semana à aprendizagem. Aprender arte também traz muito de bom a quem cresce, desenvolve excelentes conexões cerebrais, aumenta a criatividade e a imaginação. Faz dos alunos crianças e jovens concentrados e perspicazes, o que apoiará outras aprendizagens.

 

A religião, como a catequese, os escuteiros, ou outros grupos, desenvolvem também grandes benefícios… não se aprende só religião, aprendem-se valores como amor, respeito, solidariedade, caridade… primordiais nos dias de hoje, mas que a sociedade não tem tempo para ensinar.  Para além disso, desenvolve a empatia e o conceito de grupo, de amizade e de partilha de experiências importantes para um crescimento consciente e espiritualmente saudável.

Façam as escolhas em família e definam bem a(s) atividades(s) que fazem a criança/jovem mais feliz!

atividades extra curriculares.jpg

 

O privilégio de ter Explicações!

Diálogo entre mim e um/a estudante de secundário:

 

«Eu: _ Então, o teste não correu bem?

Estudante: _ Estava a vir para aqui e falava com o meu pai: agora como vou dizer à explicadora que só tirei 10,5!!???»

 

Só quem frequenta explicações individuais, ou famílias que têm os seus estudantes a frequentar sabem o quanto esta ajuda é preciosa!

As razões e vantagens são inúmeras e tenho vindo a referi-las imensas vezes, no entanto, hoje gostaria de salientar as duas razões que, para mim, são fundamentais no apoio ao aluno:

 

Primeira: tal como se percebe pelo diálogo transcrito, a responsabilidade que o/a explicador/a exige ao aluno é diferente, porque lhe demonstrou confiança, facultou-lhe todas as ferramentas que conseguia e acreditou que ele iria conseguir. Quando o aluno obtém uma avaliação pela qual não lutaram juntos, a responsabilidade torna-se clara!

 

Segunda: o facto do aluno trabalhar com o/a explicador/a semanalmente, proporciona laços de confiança e segurança que, em plena aula e em momentos de avaliação se demonstram, como uma maior motivação para participar e menos receios em momentos de avaliação.  O estudante sabe que, naquelas horas com o/a explicador/a, pode expor dúvidas sem vergonha, colocar-se à prova as vezes que precisar e falar sempre abertamente!

  

Estas não lhe parecem ser razões mais do que suficientes para proporcionar à criança/jovem, tal oportunidade de aprendizagem?

 

Por isso concluo: não deixe para mais tarde a opção de procurar apoio escolar… este apoio deve ser iniciado em setembro de cada ano letivo e deve ser mantido, ou aumentado, ao longo dos anos escolares seguintes!

 

Não é uma oferta para alunos com dificuldades de aprendizagem, nem para alunos que precisam de ocupar os tempos livres, é um privilégio para qualquer aluno: sentir esta confiança e responsabilidade!

explicações (1).jpg

 

Preparar rotinas escolares! Torne-as mais simples…

Finalmente sem a sombra de uma pandemia que volte a encerrar os alunos em casa, desejamos que este ano letivo tenha um início bem mais tranquilo e normalizado.

Os primeiros dias de aulas são sempre de grandes dificuldades, é necessário adaptar toda a família a novas rotinas, novos horários e novos percursos.

Para que a vida, neste mês não se torne tão caótico, deixo aqui algumas propostas, simples:

 

  • Os horários de dormir e acordar são os mais importantes, adapte essa nossa realidade com tempo;

 

  • A escolha das atividades extra curriculares podem ficar para mais tarde, não vale a pena sobrecarregar com todas as novas rotinas de uma só vez;

 

  • Adquiram apenas o material escolar básico, o restante vão adquirindo conforme as solicitações da escola;

 

  • Os livros de fichas devem ser adquiridos e deve ser incentivado o seu uso, mesmo que não o façam na escola;

 

  • As explicações devem começar em setembro, como um apoio contínuo;

 

  • Alguns momentos de lazer e de descanso, em família, devem ser mantidos, para não sentirem a escola como a culpada do fim de outras experiências;

 

  • Usem e abusem do diálogo, porque no início de um novo ano pode trazer vivências mais difíceis e que precisem de maior acompanhamento

 

  • Reestruturem horários sempre que necessário, procurando evitar ansiedade e stress…

Boas aprendizagens!!!

regresso.jpg

 

Fichas de Inglês, divertidas…

Estas estão a ser umas férias mais dedicadas à partilha de documentos de apoio, neste blogue. E têm como objetivo aproximar descanso, lazer e memória, de forma a que os alunos não se esqueçam, na totalidade, de alguns conceitos básicos aprendidos em contexto de sala de aula. Portanto, aqui ficam umas simples fichas, retiradas de vários sítios da internet, para praticar a língua inglesa, nas mais variadas idades.

fichas_Ingles.pdf

 

Bom descanso e bom treino de memória!

verao (2).jpg

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Vencedor:

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
Blogs Portugal