Com um olhar pluridimensional sobre a EDUCAÇÃO, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida... este é um convite para conversar sobre educação.

12
Nov 18

Diálogo entre mim e um/a estudante de 2º ciclo:

«Eu: _Então, essas notas?

Estudante: _Sinto que foi injusto… tirei Bom e Muito Bom e a professora deu-me um 4. Eu acho que merecia um 5…»

 

Uma das minhas ações constantes, com os estudantes é rever com eles as fichas de avaliação realizadas, perceber qual a matéria consolidada, quais os erros efetuados e dialogar com o estudante de forma a perceber as razões das respostas erradas. Podendo, desta forma, direcionar melhor a intervenção e perceber qual a evolução que está a ocorrer.

Assim sendo, hoje é esta a minha dica:

  • Não se limitem a assinar as fichas de avaliação;
  • Revejam as respostas erradas e corrijam-nas;
  • Questionem sobre as dificuldades do teste;
  • Perguntem se era a avaliação esperada;
  • Conversem sobre o que poderia ser melhorado;
  • Felicitem pelos bons resultados obtidos;
  • Proponham novas metas e resultados;

 

Para os estudantes as fichas de avaliação são do mais assustador e precioso que têm, ao longo do ano, são elas que ditam conquistas e fracassos e que exigem a maior responsabilidade e concentração, portanto, devem ser valorizados pelo encarregado de educação.

ficha_ava.jpg

(imagem retirada da internet)

 

publicado por Maribel Maia às 11:24

22 comentários:
Coitadinho do meu filho mais velho... tirou suficiente a Matemática e como sempre fiz vi os testes de fio a pavio a ver o que estava errado e tentar perceber porquê!
Mal cheguei ao de Matemática vi logo o que se passou o rapaz por pura distracção nas aulas nunca entendeu como fazer uma divisão com 2 divisores... ora bem eu como nunca aprendi as contas de dividir como eles aprendem agora, pedi-lhe que pedisse à professora mas sabendo que ele não o faria fiz eu!
Mandei msg à professora a pedir-lhe que por email me resumi-se como fazem as contas agora para eu o poder ajudar! E assim foi, a professora simplesmente enviou-me a explicação e eu já consigo acompanha-lo na matéria!
Acho que o mais importante nestas alturas é mesmo apoia-los em vez de os massacrarmos com castigos e ameaças!
Ana Gomes a 12 de Novembro de 2018 às 11:41

Essas contas de dividir estão um pouco diferentes das antigas....
As crianças também têm de aprender a conviver com frustrações e falhas...
Beijinhos
Maribel Maia a 12 de Novembro de 2018 às 12:00

Excelente!!!Isto é tão importante.
A 3ª face a 12 de Novembro de 2018 às 12:16

Sempre bom lembrar!!!!
Maribel Maia a 12 de Novembro de 2018 às 12:29

Adorei as dicas !
São muito melhores do que simplesmente os pais ficarem à espera de bons resultados, sem nada contribuírem para que isso aconteça.
Marta Elle a 12 de Novembro de 2018 às 13:34

Sim, assim os estudantes sentem-se mais acompanhados, que a família se preocupa e que sabe o que se passa!!!
Maribel Maia a 12 de Novembro de 2018 às 13:56

O momento de correção do teste na aula é também muito importante. No básico, importa essencialmente aprender.
Contudo, por vezes, ao corrigir, também cometemos lapsos. Comigo acontece, creio que por um problema visual, pois não acontecia, apesar de eu tudo fazer para entregar o teste na aula seguinte. Como tal, há que estar atentos. Se desconto quando coloquei certo algo que afinal não está, tendo sido alertado pelo aluno… De maneira alguma. Valorizo a atitude.
Convém referir a existência de outros parâmetros na avaliação, os quais podem contribuir para a subida ou descida da nota. A própria AFC aponta para as dimensões das capacidades, valores e atitudes.
P. P. a 12 de Novembro de 2018 às 14:31

Muito obrigada por todos estes acrescentos!!!
Corrigir a ficha de avaliação na aula é, realmente importante, todos os professores deveriam fazê-lo!
Maribel Maia a 12 de Novembro de 2018 às 15:30

Excelentes dicas.
espaço da raquel a 12 de Novembro de 2018 às 15:08

Obrigada!!!
Boa semana!!!

Boa semana também para ti

Muito obrigada!!!
Maribel Maia a 12 de Novembro de 2018 às 18:00

Verdade :)
Adorei a imagem!! ahahah
Terminatora a 12 de Novembro de 2018 às 18:21

Achei a imagem muito original, mesmo!
Maribel Maia a 12 de Novembro de 2018 às 19:27

Ora aí está uma excelente forma de ajudar o estudante. Hoje em dia muitos pais apenas assinam e continuam com a sua vida, felicitando as boas e castigam pelas más.
A Hipster Chique a 13 de Novembro de 2018 às 01:42

Nem mais, é necessário olhar para as fichas com grande análise, pois podemos encontrar, distrações, matéria não compreendida, falha na interpretação do solicitado, etc, etc...
Maribel Maia a 13 de Novembro de 2018 às 14:18

Mais uma vez com dicas excelentes!
omeumaiorsonho a 13 de Novembro de 2018 às 21:21

Maribel Maia a 14 de Novembro de 2018 às 10:56

Concordo. O meu ainda está no 1º ano por isso não posso falar muito, mas quando ele me diz que a professora fez um "x", eu pergunto o que é que era para fazer e o que ele fez. E a partir daí explico e faço mais exercícios porque nesta fase ainda é muito o perceber e não tanto o decorar.
Diana a 14 de Novembro de 2018 às 15:28

É esse o caminho.... Bem verdade!
Maribel Maia a 14 de Novembro de 2018 às 21:06

Concordo. É uma pressão imensa e os alunos sentem-se recompensados quando atingem aquilo que tanto querem, as boas notas! Bom pensamento
A escritora a 22 de Novembro de 2018 às 12:19

Até mesmo, se sentem um pouco de injustiça, quando percebem que os outros perceberam o seu ponto de vista e podem discutir essas situações, contribui para maior segurança!
Maribel Maia a 22 de Novembro de 2018 às 14:43

Novembro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
17

18
22

25
28


pesquisar
 
mais sobre mim
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Instagram
@educarcomvida
blogs SAPO