Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Educar (Com)Vida

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

O vestuário, a escola e os jovens…

Antes de mais vou partilhar duas conversas entre mim e jovens estudantes:

Diálogo entre mim e estudante de 3º Ciclo:

«Estudante: _ Hoje um colega meu foi obrigado, pela professora, a tirar os calções e vestir calças.

Eu: _ Porquê?

Estudante: _ A professora disse que não era adequado estar na sala de calções…

Eu: _ Eram curtos?

Estudante: _ Não eram abaixo do joelho… »

               

Diálogo entre mim e estudante de secundário:

«Estudante: _ Parece que o meu colégio vai ter uniforme…

Eu: _ Nos colégios até é uma prática normal…

Estudante: _ Pois, mas tenho colegas que dizem que se acontecer mudam-se….»

 

Pronto, já perceberam que este Post será uma reflexão sobre a roupa que os jovens usam… com estes diálogos surgem-me várias questões sobre o tema que gostaria de partilhar e juntar à vossa opinião!

Uma forma de mostrar o nosso gosto e também a nossa identidade é a forma de vestir, será castrador o uniforme escolar??? No entanto, existem profissões  em que é imperativo e facilitador esta uniformização, também será castrador???…

No entanto, definir o que é mais ou menos adequado vestir é também uma aprendizagem para o futuro, é uma marca social que não podemos ignorar! Mas, muitas vezes, ouvimos as críticas, principalmente às raparigas, porque têm uma roupa mais ousada ou uma maquilhagem mais irreverente… ???? Ou aos rapazes com as calças a caírem e rasgos por todo o lado….

Eu, pessoalmente, assumo que respeito a forma de vestir de cada criança e jovem, mas também compreendo que alguma educação vinda da família, nesse sentido, seja essencial…

Por aí? Opiniões? Experiências? Agradeço o apoio e a partilha nesta reflexão…

jovens adolescentes.jpg

 

12 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Vencedor:

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D