Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Educar (Com)Vida

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

Dicas para falta de imaginação na diversão!

Ao longo destas férias, irá encontrar alguns dias em que a falta de imaginação para entreter as crianças esteja muito presente. Para estas alturas, deixo aqui algumas propostas, seja dentro de casa ou fora, rapidamente terá uma a duas horas de diversão garantida. Poderá fazer a escolha de acordo com as condições meteorológicas ou, de acordo com a vontade de todos:

No exterior:

  • Aproveite o que está mais próximo, um parque, um jardim ou uma praia, para um passeio ou uns jogos tradicionais;
  • Se tem um pequeno jardim ou horta, podem aproveitar para os cuidados diários, regar, retirar ervas, plantar, etc;
  • Pode ir comprar, uma ou mais brincadeiras bem baratas, que são bastante divertidas: o frasquinho para fazer bolinhas de sabão, cartas ‘UNO’, o ‘dois em linha’, o ‘jogo da glória’, o ‘cubo mágico’, etc…
  • Com uma máquina fotográfica, ou o telemóvel, tirar fotografias às mais variadas espécies da natureza (animais, plantas) descobrindo pequenos encantos;

 

No interior:

  • A construção de puzzles, plasticinas, ou barro, podem motivar à imaginação e à criatividade com muita alegria;
  • Se a vontade é descansar, um bom filme de animação pode sempre ajudar ao sossego e à aprendizagem;
  • Na internet encontram-se vários desenhos para colorir, de muitos temas e heróis da pequenada, depois de impresso, com uns lápis de cera ou de cor, desenvolve-se a motricidade fina;
  • Se o objetivo é animar e sorrir, procurar uns trava-línguas ou umas anedotas infantis torna o momento, logo, agradável;
  • Os trabalhos manuais, para famílias com jeito, são fantásticos… basta umas lãs, uns cartões… corta e cola… saem objetos práticos e divertidos;
  • Um livro pequeno, com texto narrativo e várias personagens, transforma-se num teatro com variadas personagens;
  • Ensinar a utilizar os vários programas de computador para quando precisarem de fazer trabalhos escolares;

travalnguas-1-638.jpg

 

7 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Vencedor:

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D