Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Educar (Com)Vida

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

Autoriza ou Não Autoriza o aluno a sair da escola?

Qual é a escola que não tem uma ‘lojinha’ mais próxima onde todos os alunos vão comprar gomas, batatas fritas e todo o tipo de guloseimas pouco saudáveis????

Por cá, na minha cidade existem algumas dessas ‘lojinhas’ e até umas conhecidas ‘lojas’ de fast food que vendem hambúrgueres…. São ‘romarias’ de miúdos à hora de almoço que invadem as ruas da cidade, em direção a esta comida que os maravilha.

 

Por estas e muitas outras razões, no início de cada ano letivo, as famílias são confrontadas com esta grande questões escolar: “O encarregado de educação autoriza/não autoriza o seu educando a sair da escola…???”

Claramente, é algo que exige muita reflexão, será necessário? Para quê? Será o estudante responsável? Já tem idade para ir do lado A ao lado B sozinho?

A minha opinião não é muito direta, por todas estas questões anteriores onde, cada caso é um caso.

De forma geral diria que, só lá pelo 8º ou 9º ano estes estudantes devem ter tal autorização e, nos casos em que demonstram responsabilidade para tal, conquistando essa responsabilidade diariamente…

Independentemente da idade, justifica-se também a atenção aos gastos de dinheiro e aos cuidados alimentares, para além das companhias e dos lugares a frequentar, sempre com particular atenção para um estudante que tenha de fazer deslocações sozinho.

Uma dica, já que eles possuem tão bons equipamentos móveis, que tal verificarem os percursos realizados através do GPS? Na minha opinião, as famílias não devem fazer isto sem o conhecimento do estudante, por isso expliquem-lhes que é uma forma de demonstrar responsabilidade e de transmitir segurança!     

É também de salientar quem, esta opção: ‘Não autorizo’ não obrigará a que o aluno a permanecer na escola depois do seu horário, ou que não possa ir almoçar a casa.

 

jovens.jpg

 

28 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Vencedor:

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D