Com um olhar pluridimensional sobre a EDUCAÇÃO, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida... este é um convite para conversar sobre educação.

03
Dez 18

Se analisarmos os dados fornecidos pelo ministério da educação, segundo as provas de aferição de 2016, os alunos apresentam elevadas dificuldades gramaticais, esta situação apresenta-se cada mais elevada quanto maior é o grau de ensino.

De forma geral, os estudantes das nossas escolas devem desenvolver um conhecimento gramatical nos seguintes temas:

  • Representação gráfica: ortografia e pontuação;
  • Sintaxe: frases simples e complexas e função sintática;
  • Classes e subclasses de palavras: análise morfológica (verbos, adjetivos, pronomes, etc);
  • Palavras e formação de palavras;
  • Recursos expressivos;
  • Técnicas de Expressão e Comunicação;

Nem todos estes temas são parte integrante da matéria de língua portuguesa do 1º ciclo, contudo a partir do 2º ciclo em diante todos eles são lecionados, em cada ciclo, de forma mais aprofundada.

Assim, proponho que os estudantes realizem uma revisão da gramática e a realização de exercícios sempre que estudam esta disciplina. Para além disso, os encarregados de educação que puderem adquirir uma gramática, já com o novo Acordo Ortográfico, de forma a apoiar este estudo, devem fazê-lo.

gramática.jpg

(imagem retirada da internet)

publicado por Maribel Maia às 10:36

27 comentários:
Maribel, sempre tive dificuldade na parte da gramatica em português é uma disciplina que nunca gostei verdadeiramente!
Sabes, seria giro ter uma rúbirca simples dedicada á gramática, dou-te um exemplo, eu uso vírgulas a mais, nunca sei quando estou a exagerar!
Sofia a 3 de Dezembro de 2018 às 13:13

Boa, obrigada pela dica!!! Já por cá tenho deixado dicas sobre a escrita e a oralidade, também escreverei sobre orientações relacionadas com a gramática, fica a promessa!!!
Beijinhos e boa semana!!!

Vou ficar atentar e adorar ler as tuas orientações!
Uma coisa que falat no ensino é estratégias e novos programas, para cativar o aluno, para não ser uma seca e gostar de aprender. Boa semana.
Sofia a 3 de Dezembro de 2018 às 14:20

Bem verdade!!! Muito obrigada,
Beijinhos

Sofia a 3 de Dezembro de 2018 às 14:40

Ter uma gramática, adequada ao grau de ensino do estudante, é uma ótima ideia, mas ler muito também ajuda a depois escrever bem.
Marta Elle a 3 de Dezembro de 2018 às 13:36

Ler é, realmente, dos passos mais simples e eficazes para uma boa escrita.... A gramática é fundamental porque, não foi apenas a alteração do acordo ortográfico também se alteraram regras gramaticais e os pais nem sempre conseguem ajudar nestas diferenças....
Beijinhos e boa semana!!
Maribel Maia a 3 de Dezembro de 2018 às 14:19

Boa tarde,
Existe alguma gramática que recomende?
Obrigada e continuação de bom trabalho.
Anónimo a 3 de Dezembro de 2018 às 14:51

Boa tarde!
Bem, não conheço todas as gramáticas, posso apenas dizer que uso as da raiz editora. Mas pode adquirir de outras marcas, desde que, já incluam o novo acordo ortográfico e as metas curriculares.
Muito obrigada!
Maribel Maia a 3 de Dezembro de 2018 às 15:44

Maribel um excelente post que pode ajudar os encarregados de educação, contribuindo assim para que as crianças tenham melhores resultados a Português. De facto, até enquanto alunos universitários se notam graves falhas na escrita. Se tivesse crianças nessa faixa etária, tinha de comprar uma Gramática já com o novo Acordo Ortográfico, uma coisa que me é muito difícil aceitar. Mas teria de ser. Boa semana.
Partilhar, partilhando.. a 3 de Dezembro de 2018 às 15:55

Existem algumas coisas no novo acordo ortográfico que também não me agradam e mudanças na gramática muito discutíveis, no entanto, para quem ensina tem mesmo de se adaptar, ou não consegue ajudar quem aprende!!!
Obrigada pelo comentário.
Beijinhos e boa semana!!!
Maribel Maia a 3 de Dezembro de 2018 às 16:18

A parte gramatical sempre foi um dos pontos fracos.
Mamã Silvestre a 3 de Dezembro de 2018 às 17:15

A nossa gramática portuguesa é um pouco complexa!!!
Maribel Maia a 3 de Dezembro de 2018 às 18:03

A culpa é dos telemóveis. Passou-se a cortar palavras e escrever de maneira esquisita ...
CÉLIA a 3 de Dezembro de 2018 às 18:30

Também, os jovens têm muito o hábito de escrever de qualquer forma, entre eles... nas redes sociais então, nem se entende o que escrevem... acho que, por vezes, nem eles se entendem...

Tens toda a razão. Daqui a uns anos esta malta não sabe escrever.
CÉLIA a 4 de Dezembro de 2018 às 01:02

Bem, desde que se entendam uns aos outros...
Maribel Maia a 4 de Dezembro de 2018 às 10:47

Nunca gostei muito de gramática, e este ano tenho uma unidade curricular só de gramática, e olha, até estou a gostar eheh... A professora explica bem e fazendo os exercícios torna-se fácil! :)
A Desconhecida a 3 de Dezembro de 2018 às 22:39

Boa, boa!!!! Mais uma vez lembras o quanto é importante o papel de quem ensina, de quem motiva e anima para a aprendizagem... faz realmente toda a diferença...
Beijinhos
Maribel Maia a 4 de Dezembro de 2018 às 00:54

Quem escreve bem,com toda a certeza que é mais feliz!! Feliz semana para ti!!
cristinita a 4 de Dezembro de 2018 às 09:54

Escrever, para muitas pessoas, é um enorme prazer...

Também concordo,então para os escritores de livros,deve ser fascinante!!
cristinita a 4 de Dezembro de 2018 às 11:00

Também concordo!
Maribel Maia a 4 de Dezembro de 2018 às 13:44

Concordo com o Post (está bem, ou tenho de escrever "Artigo"?, mas....
Devo esclarecer, de que não concordo com o Acordo Ortográfico em duas coisas: primeiro, porque há factos e actos, fatos e atar nós; segundo, porque considero uma aberração cultural, impor mudanças ortográficas por decreto. Essas mudanças, devem ser introduzidas lentamente na prática e adoptadas pelos mestres sa escrita.
Por outro lado, devem ser respeitadas, as iniciativas de novas regras na escrita de novos escritores, como foi o caso de Saramago, ou mesmo de simples estudantes que gostem de escrever.
A gramática, deve ser simplesmente básica e não uma forma conservadora.
docarlos.blogs.sapo.pt a 4 de Dezembro de 2018 às 14:07

Bem, considero um artigo algo mais extenso e complexo de que um Post, que por cá vou escrevendo, logo chamo-lhe de Post. Como normalmente apelidam nas redes sociais e o blogue é uma delas... Mas não vejo nada de errado em intitular de artigo, também!
Com o novo acordo continua-se a escrever facto e fato, esta não mudou
Também já aqui escrevi, em comentário, que não sou apreciadora deste novo acordo, mas para ajudar na aprendizagem tenho de me adaptar...
Grata pelo comentário, sempre reflexivo!
Maribel Maia a 4 de Dezembro de 2018 às 16:27

eu tinha alguma dificuldade em saber os tempos verbais. a língua portuguesa é muito complexa e com termos difíceis de decorar e perceber. Então as conjunções em que o "que" pode ter múltiplas categorias é um atrofio.
O ultimo fecha a porta a 5 de Dezembro de 2018 às 00:18

Pois... A nossa gramática é bem complexa, exige muito tempo e dedicação... E não é um estudo motivador para toda a gente!
Maribel Maia a 5 de Dezembro de 2018 às 00:30

Dezembro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


pesquisar
 
mais sobre mim
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Instagram
@educarcomvida
blogs SAPO