Com um olhar pluridimensional sobre a EDUCAÇÃO, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida... este é um convite para conversar sobre educação.

07
Nov 18

No final da leitura de uma Obra, o estudante deve ser capaz de se pronunciar sobre dois pontos chave:

  1. O sentido global do livro, o assunto que ele versa, a intenção do autor e o público a que se destina;
  2. O que pensa e o que sentiu ao ler a obra, se gostou ou não e porquê, o que mais agradou, o que mais impressionou quanto nos assuntos abordados, como a forma de escrita do autor.

 

Se o estudante conseguir dialogar e expressar-se desta forma sobre a Obra, então, será extremamente fácil realizar a sua apresentação oral perante a turma… basta deixar a vergonha, por um pouco, fora da sala de aula.

Para ajudar, em anexo, deixo a minha proposta para as Apresentações Orais.

 

APRESENTAÇÃO ORAL OBRA (1).pdf

 

apresentação livro.jpg

 

 

publicado por Maribel Maia às 10:49

6 comentários:
Ler e perceber é a parte fácil. Mais complicado é apresentar o livro à turma.
Marta Elle a 7 de Novembro de 2018 às 13:18

Sim, mas quanto melhor prepararem a apresentação melhor correrá e menos inseguros estarão!
Beijinhos
Maribel Maia a 7 de Novembro de 2018 às 14:00

Se o professor estiver lá, ser um agente motivador, com certeza, o aluno desinibir-se-á... E todos saem a ganhar.
Mariali a 7 de Novembro de 2018 às 19:24

Sem dúvida, o professor é sempre peça chave... Em tudo o que ensina, se motivar os alunos terá mais empenho deles!
Maribel Maia a 7 de Novembro de 2018 às 19:30

Olá, Maribel!
Já comentei ao longo destes anos, que o sistema de ensino necessita de mudar, principalmente na disciplina de português, a nossa obra literária é tão vasta e continuam a dar as mesmas obras que deram há 30 anos atrás, muitas delas sem interesse nenhum, não cativando o aluno, o que reflete os maus resultados.
Os livros que li, nas minha altura foram a Aparição, Uma abelha na chuva, o Auto da Barca do Inferno, Frei Luís de Sousa, os Lusiadas, só gostei dos últimos três e tive imensa pena de a minha turma ter tido azar com a professora no 8ª ano, adorava ter aprendido como deve ser os Lusíadas, mas infelizmente, aconteceu algo grave e o meu pai teve que intervir e chamar a directora de turma á razão!
Em português só havia um aluno bom, que por acaso era mau em todas as outras disciplinas...
Sofia a 7 de Novembro de 2018 às 21:48

A disciplina de Português tem mesmo muito por onde evoluir, basta vontade e competência... Abrir a mais obras literárias podería ser, realmente, uma opção!
Beijinhos
Maribel Maia a 8 de Novembro de 2018 às 00:02

Novembro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


pesquisar
 
mais sobre mim
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Instagram
@educarcomvida
blogs SAPO