Com um olhar pluridimensional sobre a EDUCAÇÃO, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida... este é um convite para conversar sobre educação.

27
Dez 18

Viver é aprender, seja nos bancos da escola ou nos caminhos da vida, por essa razão o provérbio “Burro velho não aprende línguas” está completamente ultrapassado! Nunca devemos virar as costas ao saber, nem inibir a vontade de conhecer que todos temos.

Por isso devemos lembrar a importância do conceito: Aprender ao Longo da Vida… Assumir que a educação não se pauta apenas pelos primeiros anos de vida, e que a educação ao longo da vida é uma realidade, não apenas confinada à educação formal, mas também presente na educação não-formal e informal, sublinha-se a ideia de que todos os contextos da vida adulta, pessoal, social e profissional contribuem para desenvolvimento integral do ser humano. O proporcionar e refletir sobre momentos de educação e formação de adultos torna-se, por esta razão, cada vez mais, uma motivação para os entendidos na área da educação.

Na sociedade atual podemos assistir a mudanças aceleradas em vários sectores, principalmente ao nível das tecnologias, colocando os indivíduos perante uma grande diversidade de novos problemas e de novas complexidades que exigem, a jovens e adultos, novas competências e novos saberes para uma adaptação constante ao mundo, estas exigências e tantas outras, que a sociedade nos empele devem ser olhadas como desafiantes e motivadoras, das quais conseguiremos retirar-lhes o melhor partido, uma vez que cultivamos o nosso espírito crítico e uma análise reflexiva permanente.

Imagem relacionada(Imagem retirada da internet)

publicado por Maribel Maia às 10:40

28 comentários:
Concordo plenamente. Devemos sempre aprender coisas novas, ou rever o que já sabemos para consolidar.
Marta Elle a 27 de Dezembro de 2018 às 11:12

Sem medo de parecermos ridículos por querer saber mais!!!
Maribel Maia a 27 de Dezembro de 2018 às 14:50

Estamos sempre a aprender, é inevitável... E é tão bom aprender!
A Desconhecida a 27 de Dezembro de 2018 às 11:23

E aceitar isso com gratidão, é um privilégio conseguirmos continuar a assimilar novos conceitos e novas formas de olhar o mundo!!!
Maribel Maia a 27 de Dezembro de 2018 às 14:51

Aprender sempre .... não só na infância e adolescência com a escolaridade obrigatória, mas com o ensino informal, tal como diz no artigo, pois as novas exigências assim o obrigam. Gostei do artigo.
Luísa de Sousa a 27 de Dezembro de 2018 às 11:38

Obrigada!!! E aproveitar para incluir nos desejos do novo ano, que aí vem, mais e novas aprendizagens!!

Gosto de estar sempre a aprender! Adoro saber mais e mais!!!

Maribel Maia a 27 de Dezembro de 2018 às 17:49

Concordo, com as tuas palavras! Eu identifico-me com o ditado " Aprender até morrer!"
Sofia a 27 de Dezembro de 2018 às 12:14

Também concordo, essa frase diz muito sobre as nossas capacidades... não as podemos menosprezar!
Maribel Maia a 27 de Dezembro de 2018 às 14:53

Verdade! Aprender pode abrir-nos portas para tudo.
gatodeloiça a 27 de Dezembro de 2018 às 17:42

Sim, a nível profissional, por exemplo, a maioria das profissões exige estudo e pesquisa constante... e isso deve ser sempre motivador!!
Maribel Maia a 27 de Dezembro de 2018 às 17:48

Estamos em constante aprendizagem, todos os dias temos algo novo a aprender!
Burro é aquele que pensa que já sabe de tudo!
omeumaiorsonho a 27 de Dezembro de 2018 às 18:13

'Só sei que nada sei'... leva-nos a assumir que haverá sempre muito a aprender... e só quem considera que sabe tudo não abre a mente a novos saberes!
Maribel Maia a 27 de Dezembro de 2018 às 19:12

esse provérbio é ridículo e ultrapassado.
a tecnologia evoluiu de tal maneira, que não são só os mais velhos quem tem de aprender. todos nós temos que nos adaptar a uma tecnologia super rápida.
O ultimo fecha a porta a 27 de Dezembro de 2018 às 18:23

A tecnologia é um excelente exemplo de evolução, descoberta e aprendizagem.... até já existe um novo termo para isso, são os 'infoexcluídos, aqueles que não sabem usar as novas tecnologias...

o meu pai é dos que não quer. Recusa-se. ...

Uma das coisas que refletia na faculdade era sobre o quanto é que temos o direito de incluir quem não quer ser incluído... Realmente faz-nos pensar...
Maribel Maia a 28 de Dezembro de 2018 às 00:06

Estamos SEMPRE a aprender, consciente ou inconscientemente.
O problema, onde o há, não estará no indivíduo em si, mas nos outros, no sistema, naquilo que se proporciona no ensino da vida.
Antes de tudo, e isso é matéria escolar, há que aprender a pensar. Só assim, se poderá desenvolver a informação que nos chega. Mas o mais importante, é o sistema social, para que essa informação, não nos chegue enviesada, formatada, para que os espíritos não adaptem fórmulas conservadoras, imutáveis.
docarlos.blogs.sapo.pt a 27 de Dezembro de 2018 às 18:36

O mais importante de tudo é, realmente, o aprender a aprender...sabendo assim definir os seus interesses e aprendizagens, seguindo um caminho individual!!
Maribel Maia a 27 de Dezembro de 2018 às 19:16

Burro velho não aprende línguas tem algo de verdade, mas não tem nada a ver com o ser velho. Tem, isso sim, a ver com ser burro.
Anónimo a 28 de Dezembro de 2018 às 10:34

Penso que serão mais os medos e os receios do fracasso, na tentativa.... Os medos fazem-nos não avançar.
Maribel Maia a 28 de Dezembro de 2018 às 11:54

Concordo plenamente contigo, estamos sempre a tempo de aprender basta ter muita mas muita força de vontade.
Paula Rocha a 28 de Dezembro de 2018 às 11:46

A vontade tem de aprender deve ser o mais importante!!!
Maribel Maia a 28 de Dezembro de 2018 às 14:52

Dezembro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
15

16
19
22

23
25
29

30


pesquisar
 
mais sobre mim
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Instagram
@educarcomvida
blogs SAPO