Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Educar (Com)Vida

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

(A Educação) Lá na Finlândia….

Já muito tenho falado sobre a Educação Formal realizada nas escolas portuguesas e muito tenho debatido com os leitores, sobre as melhorias urgentes que deveriam ser implementadas no quotidiano de professores e estudantes, desde o 1º ano ao ensino Universitário.

Hoje venho apresentar um país que eu considero um dos melhores da Educação Escolar, tanto pelo seu baixo nível de aliteracia, como pelas práticas utilizadas diariamente neste imprescindível conceito chamado de Educação. Não pretendo comparar ambos os países, já que, populações diferentes devem ser entendidas com características únicas e diferentes, sendo que o melhor para uns, nem sempre, será o melhor para outros.

O meu objetivo com estes Post’s é apenas apresentar uma pesquisa que realizei que me parece muito boa.

De uma forma geral, as características particulares e motivadoras desse Sistema Nacional de Ensino:

  • A escolaridade obrigatória estabelecesse entre os os 7 e os 16 anos, sendo gratuito, todo esse longo caminho;
  • Praticamente toda a população frequenta escolas públicas, existindo poucas escolas privadas;
  • O número de estudante em sala de aula não ultrapassa os vinte;
  • As aulas têm duração de 45 minutos com intervalos de 15 minutos;
  • No ensino básico, cada estudante aprende duas línguas oficiais, o Finlandês e o Sueco, e mais duas línguas estrangeiras, dando-se muita importância à língua Inglesa;
  • No ensino secundário o sistema orienta os estudantes para o vocacional ou académico, com vista a um curso profissional ou ensino universitário, no entanto esse caminho não é, de todo, rígido, podendo ser alterado ao longo do percurso. O secundário termina sempre com um exame;
  • Todos os professores são Mestres e na sala de aula podem estar um ou dois professores, se um deles tiver menos experiência profissional e são referidos como a chave para o sucesso deste ensino.

 

De forma muito geral, são estas as particularidades que, acabam por merecer o meu destaque, considerando-as como positivas, contudo as metodologias de ensino são também motivo de referência e que irei resumir no próximo Post.

expresso 2015_capa, finlândia [30 mai].jpg

 

8 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Vencedor:

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D