Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Educar (Com)Vida

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

O que andam os mais novos a ler???

Pedido de Partilha!!!

Bem sabemos que, quando são as crianças/adolescentes/jovens a aconselhar as leituras a outros da mesma idade, a curiosidade fica maior e existe mais motivação para ler.

É neste sentido que relembro ao desafio da semana anterior:

Mais uma vez, volto a apelar à partilha de ideias para bons livros a ler nas férias, de preferência com sugestões para diferentes idades. Basta deixarem as vossas sugestões nos comentários!

Na próxima segunda feira, irei publicar as várias propostas de leituras que foram chegando… certamente, irá facilitar a escolha de crianças, adolescentes e jovens ou das suas famílias, nas leituras de férias!

_ O que andam os mais novos a ler?      _ Que idade têm????

 

Lei.jpg

 

O aluno faltou: como recuperar matérias e aprendizagens?

Ao longo do ano letivo, sabemos que os estudantes poderão ficar doentes, ou faltar às aulas por estas ou outras razões importantes, que exigirão tal situação.

Mesmo que o aluno falte apenas um dia de aulas, algumas matérias ficarão por aprender, trabalhos de casa por marcar, ou até avaliações por realizar. O que deve exigir atenção por parte das famílias e responsabilização, por parte do aluno. Portanto, sempre que o aluno falta, um ou mais dias às aulas, deve tomar as seguintes atitudes:

Faltar aulas.jpg

 

Como conquistar 25% da nota, em cada disciplina!?

Os alunos preocupam-se muito com as avaliações e notas finais, no entanto, valorizam apenas os resultados das fichas de avaliação e esquecem-se que a avaliação é continua e que, muitas outras coisas são tidas em consideração, no momento de receberem uma avaliação justa, a cada período/semestre escolar.

Por isso, hoje venho lembrar que existe uma parte da avaliação continua chamada de Atitudes e Valores, onde os comportamentos, responsabilidades e atitudes demonstradas são analisadas pelos professores de cada disciplina e que faz ponderar sobre a avaliação final, a cada tempo letivo. Estas Atitudes e Valores têm um valor de cerca de 25% da nota e, podem alterar a avaliação espectável, dependendo de cada aluno.

Assim sendo, se queres receber 25% de boa avaliação, trata de:

  • Ser assíduo e pontual;
  • Manter o caderno diário bem organizado e com toda a matéria;
  • Leva sempre o material e manual solicitado;
  • Mostra-te atento e responsável nas aulas;
  • Não sejas perturbador na sala;
  • Sê amigo e tolerante, dentro e fora da sala;
  • Assume os teus erros e pede desculpa, sempre que necessário;
  • Demonstra que estudas diariamente e tira dúvidas;
  • Respeita professores, auxiliares e colegas;
  • Colabora nas atividades e aceita os desafios dos professores;
  • Se fores chamado à atenção, pede desculpa e ‘refila’ menos;

Vês!!! Se analisares com calma, esta percentagem de excelente avaliação é muito simples de conquistar e um orgulho de apresentar! Ter boas notas passa, também, por seres responsável! 

avalia.jpg

 

Quer ajudar no estudo, mas não sabe como!

A maioria das famílias procura apoio, no momento de ajudar as suas crianças e jovens na escola, procuram explicações, ATL’s, que orientem para o estudo e para o apoio aos trabalhos de casa. Tornando assim um pouco mais leve as rotinas diárias em família, com menos horas de estudo em casa e com menos dúvidas para apresentar aos pais.

Contudo, muitos são os estudantes que continuam a pedir/precisar de algum apoio escolar, seja para controlar as horas e tarefas de estudo, seja para esclarecer algumas dúvidas pontuais. Tudo isto deixa, muitas vezes, as famílias receosas sem saberem se estão a facultar o apoio correto, ou se estão a tomar as melhores atitudes de apoio.

Para ajudar, nestas inseguranças, deixo aqui um conjunto de atitudes que, as famílias, poderão seguir nas suas rotinas de apoio ao estudo:

  • Revejam as fichas de avaliação em conjunto, converse sobre as notas e sobre os erros;
  • Antes dos testes faça perguntas sobre a matéria, seguindo o manual;
  • Copiei exercícios já corrigidos e peça que os volte a resolver, assim terá forma de os corrigir, sem erros;
  • Quando o estudante refere que aprendeu na escola ‘de outra maneira’ não insista muito em ensinar de forma diferente, vai confundir mais do que ajudar;
  • Analise os cadernos diários e exija organização;
  • Controle o tempo efetivo de estudo, sem interrupções ou distrações, existem aplicações no telemóvel que podem ajudar;
  • Adquira livros de fichas, com explicações da matéria, para as disciplinas de maior dificuldade para o aluno;
  • Ensine a procurar informação e a tirar dúvidas, não dê respostas prontas;

dicas sugestões.jpg

 

Quando os castigos não resultam?

Diálogo entre mim e um/a estudante de 1º ciclo:

«Eu: _ Se tirares negativa os teus pais podem deixar-te de castigo?

Estudante: _Sim… tiram-me tudo… Não há nada pior que se possa fazer a uma criança do que lhe tirar tudo…»

Algumas famílias propõem determinadas exigências aos mais pequenos, que nem sempre conseguem ver concretizadas, isto leva a que seja necessário tomar medidas, entre elas surgem os castigos, é-lhes retirado objetos, tempos em frente aos ecrãs, etc., por norma, estes castigos acabam por surtir o efeito desejado e as crianças, ou jovens, moderam ou alteram as suas atitudes, pois perceberam que não estão a ser corretos e com isso recebem estímulos nada agradáveis.

No entanto, existem famílias que referem que esta forma de castigar não funciona com o seu estudante, pois ele não demonstra grande preocupação em ficar privado de momentos que aprecia, logo, os castigos não se apresentam práticos ou punitivos.

Nesta situação, antes que as família desesperem, posso sugerir dois simples conselhos, com o objetivo de surtir o mesmo efeito, ou seja, a mudança de atitude:

  • Apelar aos estímulos emocionais e de responsabilização, sempre que o criança ou jovem não tem a atitude mais correta e existe a necessidade de esclarecer e orientar, demonstre que o estudante o/a desapontou, que está muito triste, com grande desilusão e torne-se emocionalmente mais distante… algumas crianças e jovens responsabilizam-se mais rapidamente interpretando estes sinais emocionais e desenvolvem empatia por sentimentos e emoções, tornando-os mais capazes de perceber e se responsabilizarem pelas próprias ações e atitudes.

 

  • Exigir uma contribuição maior em tarefas diárias para ajudar a família, como por exemplo, fazer algumas limpezas extra, ou atribuir-lhe algumas funções pouco desejadas pelas crianças/jovens que, por hábito, não são da sua responsabilidade. Para que tal traga o efeito desejado, nunca poderá ser benevolente ou permitir que a tarefa não seja executada na totalidade!

 

As famílias, melhor do que ninguém, conseguem perceber a melhor forma de orientar, premiar, castigar, e educar os seus… Sem violência ou exageros, mas com muita assertividade nas decisões! Crianças com famílias assertivas tornam-se muito mais seguras e tranquilas!

    

educação.jpg

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Vencedor:

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
Blogs Portugal