Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Educar (Com)Vida

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

Jogo da glória das tarefas domésticas:

Penso que, a grande maioria das pessoas conhece o habitual Jogo da Glória onde, casa a casa se vai passando, até que os jogadores ganham quando são os primeiros a chegarem à Meta… Pois bem, hoje, partilho um jogo parecido com esse!

É bastante fácil, basta imprimirem (a cores) o documento que partilho, colocar em fácil acesso para toda a família, depois é só seguirem os passos:

  dia após dia, o/s jogador/es andarão apenas um número e farão as tarefas domésticas propostas. Claro está, sempre que a tarefa não for cumprida existe uma punição que será permanecer na mesma ‘casa/número’…

 se a tarefa for cumprida, o jogador avança, ficando cada vez mais próximo da ‘Glória’…

  ganha quem cumprir todas as tarefas nos 37 dias propostos, sem ficar retido por tarefas a cumprir…

 realizem o jogo as vezes que considerarem necessárias, pois irá ajudar na avaliação do desempenho dos jogadores….

 Pode criar uma recompensa para quando a criança conseguir cumprir todas as tarefas nos 37 dias propostos…

 Para que tudo siga sem desrespeito pelas regras, escolham um bom árbitro, entre a família!

Este jogo da glória das tarefas domésticas tem como objetivo apoiar as famílias que pretendam desenvolver mais responsabilidade e autonomia nas tarefas diárias e que sintam necessitar de uma nova abordagem, mais motivadora e diferente das habituais.

Partilhar as tarefas domésticas, em família, ajuda no desenvolver da autoconfiança, independência e solidariedade… muitas competências fundamentais para quem cresce encontram-se nestes simples desafios básicos!

Aqui está o documento em PDF: Jogo glória.pdf

foto jogo glória.jpg

 

Diálogos... Com Vida...

Tenho por hábito, partilhar uma citação, em jeito de reflexão às sextas feiras, para que o fim de semana seja também um momento de ponderação e tomada de posição em questões muito variadas no que à Educação, diz respeito.

Esta publicação semanal tem por nome ‘Com Vida’ e convida a partilhar pensamentos e opiniões.

Nas próximas semanas, estas publicações terão em si um desafio diferente, a publicação passará a chamar-se: Diálogos Com Vida e, podem ser  uma citação, ou pequenas conversas entre mim e as crianças, adolescentes e jovens com quem convivo ou convivi.

A ideia de convidar à partilha e à reflexão mantém-se, apresenta-se é com uma riqueza diferente, onde também é importante Dar Voz a quem cresce! Claramente, mantendo sempre o total anonimato destas crianças/jovens. Tal como sempre o fiz neste blogue!

Por essa razão, apenas contextualizo a faixa etária em: pré-escolar; 1º ciclo; 2º ciclo; 3º ciclo e ensino secundário! Para que os leitores conceptualizem melhor as características específicas de quem conversa!

Alguns destes diálogos são ‘repescados’ de partilhas anteriores em textos já publicados, mas agora será lhes dado importância única sem contextualização, nem serão início para qualquer tema. Como são tão interessantes, valem por si mesmos!

A necessidade e a importância que atribuo a tais conversas surgem através da minha formação académica em Ciências da Educação, onde as Notas de Terreno e os Diários de Bordo, são fundamentais para a investigação e para a reflexão teórica em Ciências Sociais e Humanas.

Espero que sejam do vosso agrado… estes ‘Diálogos Com Vida’, começam já na próxima semana, dia 12 de janeiro.

Diálogos (com)Vida.jpg

 

Educação financeira: recebes mesada?

– PARTE II

Dando continuidade à publicação anterior, sobre a educação financeira e a sua importância, venho deixar algumas orientações para que, mesmo em crianças, comecem a sua aprendizagem nestes conceitos. Pois, quanto mais cedo começarem esta aprendizagem, melhores gestores serão, das suas próprias finanças, ou até, quem sabe, de empresas ou projetos…

Assim sendo, aqui ficam algumas propostas:

  • Mesada/semanada: para começar a aprender a receber um salário que deve gerir com cuidados;
  • Objetivos de compra: aprender a poupar para adquirir objetos mais caros, com o seu próprio dinheiro;
  • Pague por alguns trabalhos: defina algumas tarefas mais difíceis e estabeleça um acordo financeiro;
  • Sensibilize para o não desperdício: explique que não se estraga comida, nem outros objetos, partilhando também, roupas e brinquedos;
  • Deixe ir às compras: sozinho e acompanhado, a partir dos 10 anos já podem ir à mercearia ao lado de casa, fazer pequenas compras sozinhos e receber troco;
  • Exija responsabilidade: é muito importante saber cuidar das roupas, dos materiais e equipamentos, tanto seus como dos outros;
  • O mealheiro: as crianças com três anos já o podem receber, para começarem a aprender a guardar pequeninas quantias;
  • O tempo: é mais importante que os bens materiais: ensine qua nada é mais valioso do que o tempo para os outros, nada poderá comprar isso e que, na sociedade atual: tempo é dinheiro.

educações (1).jpg

 

 

Ligar ao colega do meu filho!!????

Mas que tema complicado… hoje venho escrever e refletir convosco sobre um tema mesmo delicado. Por vezes, os encarregados de educação das crianças e jovens têm o número de telemóvel de alguns colegas de escola, ou arranjam forma de o obter e, em determinadas ocasiões mais complexas que estejam a ocorrer na vida dos seus educandos, acabam por ligar ao(s) colega(s) para ‘tirar satisfações’ ou para amedrontar, entre tantas outras possíveis situações.

Sobre este tema, posso assumir que não concordo que os adultos se incluam nos problemas sociais dos filhos. É  e será natural que alguns situações de conflito acorram e que, por vezes, eles tenham dificuldades em controlar ou resolver a situação sozinhos… mas devem tentar… mesmo que não resolvam da melhor forma, tirarem daí uma aprendizagem, mesmo que não seja a melhor! Para a próxima será mais fácil… assim se cresce emocionalmente, assim se criam ferramentas para lidar com as situações complexas da vida!

Para além disso, ligar para uma criança ou jovem deve ser realizado sempre com a devida autorização do seu encarregado de educação, isto em raras exceções, se for mesmo muito importante o apoio ou testemunho desse estudante, portanto, na  minha opinião só se abrem raríssimas exceções para tais casos e de forma bastante controlada.

Para os estudantes que atendem o telemóvel e são confrontados com um adulto, que mal conhecem, a fazer um conjunto de perguntas, é muito estranho e não estão preparados emocionalmente para tal, como devem imaginar! Não me parece correto criar tais momentos constrangedores, entre diferentes gerações, quando a aprendizagem de resolução de conflitos deve ser realizada entre pares (mesmas idades)…

Se considera que precisa de se incluir na situação, comece por conversar com a família do outro educando, entre adultos, é mais justo o diálogo!

Não sei se concordam com a minha opinião, mas podem sempre fazer acrescentos, através dos comentários e enriquecer assim este tema!

filhos (1).jpg

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Vencedor:

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
Blogs Portugal