Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Educar (Com)Vida

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

O 7º ano: Espanhol ou Francês? As estratégias de escolha dos estudantes…

Quando os alunos acabam o 6º ano, ainda no 3º Período devem fazer uma inscrição com a opção por outra língua estrangeira, para além do Inglês. Assim, a escola define novas turmas, de acordo com esta opção.

A escolha é, atualmente, entre o Francês e o Espanhol. No 7º ano os alunos irão começar a aprender uma destas línguas, que se prolongará por mais dois anos: 8º e 9º anos.

Novas alterações só surgirão no final do 9º ano, na escolha das áreas, que podem trazer mais línguas, ou outras disciplinas específicas.

A maioria dos alunos tem uma estratégia específica nesta escolha:

 

No 7º ano escolhem Francês associando-a como língua mais difícil do que o Espanhol, deixando assim a hipótese de, no 10º ano poderem optar pelas Humanidades, incluindo o Espanhol nas suas disciplinas. E assim, abrem a possibilidade de te melhores médias, já que esta língua é, considerada por eles, como mais fácil de aprender e perceber.

Para além disso, o Francês é uma língua importante e, mesmo os que no secundário não sigam Línguas e Humanidades, ficam com três  anos de estudo de Francês que poderá ser importante e útil para um futuro profissional ou pessoal, enquanto adultos.

 

No entanto, muitos alunos optam por começar com Espanhol no 7º ano, por se sentirem mais motivados a aprender essa língua, por sentirem mais facilidade ou mais curiosidade. 

Qualquer escolha, desde que feita em consciência e com muita ponderação me parece boa opção!

diciplinas.jpg

 

 

Onde é a ‘escola da vida’?

Quantas vezes ouvimos falar sobre ‘a escola da vida’ as aprendizagens feitas pela experiência do quotidiano, pela pesquisa curiosa, pelo autodidatismo… sem dúvida que não é apenas em ambientes formais de educação ou de formação que o conhecimento se adquire.

As mais variadas formas de saber surgem, portanto, das mais variadas experiências. Tudo isto pode e deve ser incentivado já nas crianças, que vão melhorando competências e conhecimentos quando confrontadas com situações, lugares e pessoas.

Como a viver também se aprende, aprende-se ao:

  • Visitar espaços culturais;
  • Viajar (dentro e fora do país);
  • Conviver com diferentes crianças e adultos;
  • Fazer voluntariado;
  • Cuidar de animais domésticos;
  • Fazer as tarefas de casa;
  • Fazer recados;
  • Ler jornais e revistas;
  • Ao conhecer novas culturas e sociedades;
  • Fazer trabalhos manuais;
  • Passear e brincar ao ar livre;
  • ….

para além escola.jpg

 

Os professores transformam a disciplina e despertam mentes!

Diálogo entre mim e um/a estudante de 3º ciclo:

«Eu: _Não tens bom comportamento na sala?

Estudante: _Tenho… Só me porto mal na disciplina de Português, porque não gosto da stora.»

 

Os professores têm o dom de transformar as disciplinas em incríveis ou horríveis… a forma como preparam e transmitem a matéria, a forma como cativam e motivam os alunos, o quanto conseguem ser comunicativos, conciliando o comportamento, a atenção e curiosidade é um dom de muitos professores.

Quantas vezes já me contaram situações em que, até os alunos menos bem comportados se transformam naquela disciplina, porque o professor conseguiu cativar a todos, com o seu jeito de ser e estar em sala de aula…

Quantas vezes já me contaram situações de professores que não conseguem manter a turma atenta e motivada para a aprendizagem, porque o método de ensino pelo qual optaram, não desperta o interesse dos estudantes…

 

É claro que, os estudantes irão conhecer imensos professores, com características diferentes e formas de ensino também bastante diferentes e, por esta razão, têm mesmo de se adaptar e procurar auto motivar-se à aprendizagem, independentemente de quem ensina e de como ensina.

No entanto, é maravilhosos quando temos professores que conseguem marcar uma diferença tão positiva, no ensino!

“O aluno pode não se lembrar do que lhe foi ensinado, mas lembra-se, certamente, de como lhe foi ensinado.”

professores.jpg

 

JOGOS PEDAGÓGICOS: Pote das trocas

Alguns jogos que podem ser divertidos e educativos em simultâneo, podem educar para as emoções, podem melhorar o desenvolvimento físico, podem exercitar capacidades intelectuais. Por estas razões, hoje traga-vos uma proposta de uma atividade pedagógica que pode ser realizada em famílias e/ou por educadores/as.

Assemelha-se a outros jogos pedagógicos, já aqui partilhados e consiste na criação de um Pote que contenha papelinhos diferentes com bons comportamentos. Assim, sempre que o estudante tem um comportamento mais errado, de maior agressividade, etc., deve ser confrontado com tal comportamento de forma a ser capaz de fazer uma troca.

O estudante deverá trocar o seu comportamento menos correto por um retirado do Pote das Trocas, assumindo assim esse novo comportamento, ao longo do dia, e abandonando o comportamento anterior.

Esta ação de ser apoiada na reflexão sobre comportamentos, melhorando a capacidade de distinguir o certo do errado e ajudando a criar estratégias para selecionar atitudes e formas de estar consigo próprio e com os outros.

jogos pedagógicos.jpg

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Vencedor:

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
Blogs Portugal