Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Educar (Com)Vida

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

O desenvolvimento não acontece em todas as crianças em simultâneo, embora a escola trabalhe com base nesta ideia

Inquietude:

O crescimento e desenvolvimento das crianças está definido por etapas, vários foram os investigadores que as definiram e estádios, etapas, patamares. Mas estas formas que parecem estar bem enquadradas e definidas, não se enquadram em todas as crianças!

As crianças não estão todas ao mesmo nível de desenvolvimento, na mesma idade, embora nas escolas sejam tratadas destas forma. Isto trás implicações práticas no momento de ensino-aprendizagem, já que, em média teremos 20 alunos a aprenderem o mesmo, pois temos apenas um professor para elevado número de alunos, que não pode ensinar de outra forma que não a de ensinar a todos como se fossem um.

Esta é a realidade das nossas escolas, embora não seja a mais correta, é a que é oferecida à sociedade e, não pretendo explorar muito esta parte do tema.

Neste post prefiro direcionar-me mais às famílias que vêm as suas crianças a tentarem estar sempre ao mesmo nível de aprendizagens de toda a turma, para melhor conseguirem bons resultados e motivação.

No entanto, algumas crianças apresentam níveis de desenvolvimento diferentes o que implica mais dificuldades de abstração, de raciocínio ou de lógica, o que acarreta avaliações mais baixas e alguma desmotivação… outras crianças estão um pouco mais desenvolvidas o que torna a aprendizagem pouco aliciante e monótona.

Qualquer um dos casos deixa as famílias muito ansiosas e preocupadas, sem saberem quais as medidas certas a tomar, de forma a ajudarem os seus estudantes.

O meu maior conselho é manter a calma, muitas vezes as crianças precisam de tempos diferentes, mas não significa que, por exemplo, no ano seguinte venha a manter as mesmas dificuldades, pode não acontecer. Para além disso, pode sempre procurar apoio com um profissional, de acordo com a necessidade apresentada, os professores podem ajudar e orientar nessa decisão!  

inquietudes (1).jpg

 

Que profissão sigo? Segue o que gostas e não o que tem mais saída…

Chega-se ao secundário e é um desafio gigante, quer para os estudantes que ficam num dilema sobre que profissão querem, gostam, despertam… quer para as famílias que pretendem fazer de tudo para ajudar e não sabem o que, na realidade, devem fazer para tal…

Depois as conversas são várias, ou conselhos mais que muitos… não vás para essa área porque tem muito desemprego… não escolhas esse curso porque é muito difícil…. Olha que são médias muito altas e não consegues…olha que esse curso não tem nessa universidade…

Bem, se tantas pessoas tentam dar opiniões e ajudar, eu também o faço… posso partilhar aqui, um pouco, do que digo, mesmo que seja de forma mais generalizada:

_ Não penses nas saídas profissionais, no salário ao final do mês, nem nos níveis de empregabilidade… muito muda em alguns anos e… mais do que isso… se fores bom profissional, se estiveres apaixonados pelo que fazes, se sentires o desafio motivador do teu trabalho então, vais ser dos melhores, então terás emprego… então, não vais desistir de lutar…

_ A escolha tem de ser feita com o coração… se não te consegues ver a trabalhar em determinada área mais de 8 horas por dia, durante anos, então, não a escolhas…  se vai ser enfadonho, pouco desafiante, desinteressante, é bem provável que o curso não te traga qualquer futuro nessa área… que nem o acabes…

_ Nunca saberás o que a vida profissional te reserva, portanto escolhe algo que adores estudar… depois???... depois… a vida leva-te… a felicidade é bem mais do que um emprego… as decisões serão sempre muitas e tantas pessoas são felizes a fazer o que escolheram e o que não escolheram, simplesmente, lá foram parar…

A escolha de hoje não é para sempre… é para agora… e agora queres o quê?

saidas prof.jpg

 

A desmotivação que chega com o 3º Período

Mesmo os alunos mais dedicados chegam ao 3º Período escolar já com a manifestação de algum cansaço, com isso chega também a desmotivação para o estudo. Isto, por vezes, reflete-se nas avaliações, eles já estão convencidos que as notas dos Períodos anteriores irão segurar estas ultimas avaliações e, portanto, dedicam menos tempo ao estudo e mais tempo ao lazer… até porque, o calor e a primavera convida a outras atividades mais motivadoras!

Nem sempre as famílias se apercebem desta situação, apenas após um conjunto de avaliações que aparecem, com valores mais baixos, é que denotam que algo tem acontecido!

Para que esta situação não prejudique o empenho realizado ao longo do ano letivo, as famílias devem estar atentas:

  • Mantenha a atenção e controle as rotinas de estudo, efetivas;
  • Promova momentos de verdadeiro descanso e passeio no final de semana ou feriados;
  • Faça questões sobre a matéria, antes das avaliações, para verificar a real aprendizagem;
  • Controle os momentos com ecrãs e redes sociais;
  • Ajude na organização da gestão entre lazer e estudo;
  • Incentive para o estudo, principalmente, quando ainda faltam os Exames Nacionais.

ano letivo.jpg

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Vencedor:

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
Blogs Portugal