Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Educar (Com)Vida

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

Famílias: não tenham receio de exigir…

Educar é dizer mais vezes Não do que Sim, é orientar e direcionar, é oferecer o exemplo diário, é usar palavras e fundamentar com ações.

Educar é tarefa dura e difícil, ser exigente e assertivo quando apenas se tem vontade de mimar e atender pedidos… a aprendizagem não é apenas para quem cresce, é também para quem ensina, quem aprende constantemente com os bons e maus resultados!

Na minha opinião, as famílias devem ser exigentes na educação, na transmissão de valores e na definição de práticas. Não se podem permitir algumas ações e devem-se incentivar tantas outras.

Uma boa forma de incutir valores primordiais, deve passar por várias situações simples, uma delas é a partilha de tarefas em casa. Toda a família que partilha uma mesma casa, devem também partilhar a ajuda e os trabalhos, basta adaptar as tarefas às idades, basta organizar, para que não sejam sempre os mesmos a fazer algo.

Não haverá forma mais importante de autonomia do que saber fazer tarefas como: cozinhar, limpar, arrumar, gerir despesa e dinheiro, ajudar o outro…  

Ao partilhar as lides domésticas entre a família, ninguém ajuda, todos colaboram… simplesmente isso… ninguém faz mais…. todos fazem o que conseguem…

Isto traz o aumento dos níveis de responsabilidade e autonomia, promove a capacidade de empatia, solidariedade e respeito pelo trabalho do outro… ajuda a desenvolver uma consciência futura, bem mais completa!

Não tenha receio de exigir isto das crianças, quando elas forem adultas irão agradecer… como, certamente, você agradece agora à sua família!

desenvolvimento.jpg

 

Como se faz o Speaking em Inglês?

A avaliação oral de uma língua estrangeira implica a realização de alguns exercícios de conversação e explicação de algum tema ou ideia.

Estes exercícios tornam-se cada vez mais aprofundados, com o desenvolvimento da aprendizagem da nova língua, isto implica que o estudante tenha de se preparar antes, estudando e treinando a sua dicção e assimilando novos conceitos, novo vocabulário e novas regras gramaticais.

Para uma avaliação oral em língua estrangeira, podem ser solicitadas conversações, da seguinte forma:

Individual ou em pares:

  • Cada estudante faz uma breve apresentação individual (nome, idade, etc;)
  • São apresentadas várias imagens e os estudantes devem escolhe-las, apresentando razões para tal, numa conversa simples;
  • É-lhes apresentado uma imagem que deve descrever o mais detalhadamente possível;
  • É sugerido um tema sobre o qual devem dar a sua opinião;

 

Os estudantes podem fazer alguns treinos, em casa, com o apoio de alguém que consiga entender a língua estrangeira estudada, orientando e verificando as falhas no diálogo. Muitas vezes os estudantes ficam em grande nervosismo, por serem mais tímidos nestas apresentações orais, quando assim é, o treino anterior é fundamental!

v_estudar.jpg

 

DIA DO ESTUDANTE

24 de março

Se és um estudante a sério, se te organizas no estudo, se fazes do estudo o teu trabalho, se és dedicado, empenhado e responsável…. Hoje é o teu dia!!!

E porque estudar abre a porta aos sonhos e traz conhecimento… faz todo o sentido comemorar!

FELIZ DIA do Estudante!!!

dia estudante (1).jpg

 

 

Ao Quadro de Mérito chegam os alunos de ‘excelência’….

Diálogo entre mim e um/a estudante de 2º ciclo:

«Eu: _Sempre ficaste no quadro de mérito!!… tínhamos falado que talvez não fosse possível…

Estudante:_ Pois… eu ia ter 4 a educação física e não dava… mas o professor deu uma ajuda e deu-me 5 de nota final e fui!»

                        

É um orgulho para o estudante e para a família estar incluído na lista de estudantes da escola no Quadro de Mérito, significa que o aluno foi dos melhores naquele ano, conseguiu avaliações muito elevadas e demonstrou empenho e dedicação, ao longo de todo o ano.

Ao analisarmos cuidadosamente este conceito, certamente que existem opiniões divergentes sobre a existência, ou não, de tal catalogação… se por um lado, laureamos e aplaudimos os alunos que se esforçam para obter excelentes resultados, por outro lado, levarmos isto a exigências stressantes e a competições desmedidas pode trazer várias ideias e conflitos de opiniões.

Na minha opinião, os bons resultados devem ser sempre encorajados e incentivados, pois o estudante deve ter orgulho do seu trabalho e ser reconhecido pelo seu esforço. No entanto, como em tudo na vida, deverá ser na medida certa, sem excesso de vanglória, ou podemos desenvolver adultos narcisistas, um competidor desmedido ou, pelo contrário, colocar tanta pressão que bloqueia o processo de aprendizagem ou desmotive a vontade de aprender.

Muito importante é, reconhecer o esforço de cada estudante, tenham obtido Suficiente, Bom ou Muito Bom, porque as capacidades e competências não são iguais para todos. Somos melhores numa área do que em outra e isso também deve ser reconhecido….

Dê os parabéns ao aluno que tira 5 a matemática e também ao que tira 5 a educação visual… reconheça sempre o esforço do aluno, mesmo que após tanto empenho só tenha conseguido chegar ao 3…

Esta é a minha opinião… e a vossa? Fica aberta a janela dos comentários, para as partilhas e reflexões!

alunos.jpg

 

Testes com escolhas múltiplas! Dicas para escolher melhor…

Diálogo entre mim e um/a estudante de secundário:

Eu: _Como correu o exame nacional?

Estudante: _Mais ou menos, errei muitas escolhas múltiplas… tanto para mim, como para a maioria dos meus colegas, elas pareciam que estavam todas certas, era muito difícil escolher…»

 

Nas mais variadas avaliações, sejam fichas sejam exames, as escolhas múltiplas apresentam-se como algo aparentemente simples, que depois se transforma numa dificuldade de escolha e numa enorme exigência de tempo e de reflexão.

Para te ajudar a perceber melhor como escolher entre quatro ou cinco hipóteses, o melhor é teres em atenção estes seguintes itens:

 

  • Lê com muita atenção o enunciado da pergunta, as respostas até podem estar todas certas, mas existe uma que mais se adequa aquela pergunta, em específico;
  • Começa por excluir as que estão, obviamente erradas, eliminando hipóteses e ajudando à eleição da correta;
  • Atenção que, a maioria das vezes, se começares a ponderar muito e a assinalar/riscar/assinalar…, provavelmente vais baralhar-te e vais escolher a errada;
  • Não faças ‘à sorte’ vais falhar, certamente;
  • Cuidado com o tempo que despendes a pensar sobre uma resposta, se estiveres muito indeciso segue a prova e no final voltas à pergunta, podes não ter tempo para tudo;
  • Se estás a preparar-te para um exame nacional, resolve várias escolhas múltiplas de exames anteriores, vai ajudar-te a compreender a forma de resposta;
  • Muito cuidado com a leitura e correção no final da ficha, muitas vezes, é vais alterar as certas…

 

Deixo uma nota final: mesmo a avaliações que sejam apenas de escolha múltipla, é necessário estudar bastante… não assumas que será fácil!

nota (2).jpg

 

Pág. 1/2

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Vencedor:

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
Blogs Portugal