Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Educar (Com)Vida

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

As pessoas (quase)invisíveis…na escola….

As pessoas que trabalham como auxiliares da ação educativa estão presentes em todas as escolas, têm papeis importantes e fazem parte desta comunidade escolar que educa. Mas, tais profissionais nem sempre são valorizados, as famílias esquecem-se da existência destes zeladores e os estudantes, muitas vezes, olham para estas pessoas, mais como inimigas, do que como amigas e isso não é o mais correto.

Por vezes até aconselho às famílias, cujos filhos estão prestes a mudar de escola, para irem ao novo estabelecimento de ensino com o estudante, conhecerem o espaço e conversar com as pessoas que lá trabalham, estes auxiliares de educação podem ser também um apoio à integração escolar, tão importante como outros profissionais.

Vamos ensinar as crianças e jovens a respeitar e a valorizar o trabalho de todas as pessoas pertencentes à escola, papeis que tantas vezes passam despercebidos aos nossos olhos, mas que muito sentimos quando faltam!

escola.jpg

 

Dicas para um debate escolar!

Principalmente, os estudantes de secundário são convidados a organizar e realizar debates em turma, de acordo com um tema a estudar. No entanto, devido à pouca prática, alguns alunos, sentem algumas dificuldade em organizar as suas ideias, em confrontar ideais e formular sínteses. Para ajudar numa destas situações, cá deixo alguns conselhos:

Preparação do debate:

  • Deverão existir pelo menos dois grupos, um ficará a favor de uma determinada posição e o outro contra essa mesma posição.
  • Deverá ser definido um moderador que irá abrir e organizar todo o debate.
  • Podem ficar alunos fora deste debate, que serão os Observadores e que devem registar os principais argumentos debatidos e as várias intervenções.

Intervir no debate:

  • Papel do moderador: deve manter a imparcialidade, apoiar a troca de opiniões lançando questões e propostas de discussão. Controlar o debate e evitar os ataques pessoais. Deve reconhecer o tema e as ideias em debate.

 

  • Papel de cada grupo: posicionar-se no tema e explicar os seus argumentos. Pedir esclarecimentos ao grupo de confronto e contra-argumentar sempre que não concorda com o que ouve. Procurar persuadir através da sua argumentação fundamentada, podem concordar ou discordar das opiniões que escuta. Deve ter estudado sobre o assunto e memorizado os pontos principais de defesa e argumentação.

Como podem verificar, para conseguirem uma boa postura e uma boa defesa devem reunir em grupo e preparar o debate realizando todos os apontamentos necessários. Para o moderador, se for selecionado, será um trabalho mais individual, deve preparar também o tema e as questões a serem defendidas e os tempos a oferecer a cada grupo.

  • Para os observadores: Não devem demonstrar desinteresse, por não estarem a participar de forma direta. O melhor é tirarem apontamentos, ao longo do debate, para no final apresentarem uma análise critica sobre o trabalho dos colegas e mostrar domínio sobre o tema apresentado.

trabalhos grupo (1).jpg

 

Fatores condicionantes/impulsionadores da aprendizagem

Aprender significa desenvolver competência físicas e mentais para responder a situações e resolver problemas, significa criar novas conexões mentais que auxiliem a capacidade de raciocínio e de reflexão. Aprender e saber mais sobre o Eu, o Nós e o mundo, é saber ser, estar, conhecer e aprender… aprendizagem significa evolução…

Mas para o ser humano poder evoluir precisa de condições que propiciem e melhorem esta competência.

 

No entanto, estamos rodeados de algumas situações que podem condicionar a nossa evolução e limitar a nossa aprendizagem. De uma forma generalizada, alguns fatores que condicionam a aprendizagem são:

 

  • Fatores físicos: quando pensamos em aprender pensamos em algo apenas intelectual, mas a aprendizagem não está limitada a tal, termos uma boa saúde e uma boa capacidade motora pode ser algo influenciador neste processo, quando uma destas situações apresentam-se um pouco mais débil pode condicionar a aquisição de novos saberes;

 

  • Fatores psicológicos: a motivação para aprender, o gosto pelo conhecimento, pode influenciar positivamente novos conhecimentos, a timidez, a falta de confiança ou de autoestima pode, por exemplo, funcionar de forma oposta;

 

  • Fatores culturais: num mundo de culturas tão diferentes, nem em todas o direito à educação e à formação é assumida como uma necessidade básica e fundamental para a vida humana. A cultura pode permitir olhar novos horizontes, ou oprimir pensamentos;

 

  • Fatores ambientais: privilegiados são todas aquelas pessoas que têm boas escolas públicas, acesso igualitário à educação e onde todos valorizam este conceito…numa sociedade e política que considera a educação fator primordial para a evolução do ser humano.

 

  • Fator familiar: uma família que apoia e orienta de forma cuidada e contínua o estudo e educação de quem cresce, pode ser um grande motor para o desenvolvimento de aprendizagens. A estabilidade emocional de quem cresce no ceio de um grupo de pessoas empenhadas a educar para o carinho, mas também para o conceito da palavra ‘não’, é mais um fator positivo…   

educarA.jpg

 

Junho:

férias para uns, estudo para outros!

Para alguns alunos as aulas estão praticamente no fim e o estudo também, para outros o estudo começa agora… seja devido às provas de aferição, seja devido aos Exames Nacionais.

Para quem vai estudar para estas avaliações deve começar por calendarizar o estudo, organizar material, definir os métodos e cumprir meticulosamente todas estas metas, só assim virão os resultados pretendidos e desejados.

Com o avançar do mês as avaliações surgirão nas pautas e os resultados de todo um ano letivo serão visíveis… nada como uma boa conversa em família para reflexão sobre a aprendizagem de todo um ano letivo… e não deve ser apenas uma avaliação quantitativa escolar… outras atividades extra e as várias atitudes ao longo do ano devem ser objeto de análise e diálogo!

Boas férias para uns, bons estudos para outros! 

junho.jpg

 

 

1 junho: Dia Internacional da Criança

                                

Diálogo entre mim e um/a estudante de 2ºciclo:

«Estudante: _E o dia 1 de junho, Dia da Criança, é feriado?

Eu: _ Não! Mas vocês também já não gostam de ser tratados como crianças! Pois não?

Estudante: _ Depende! Se fosse para não ter aulas, nem me importava!

Eu: _ Pois! Só querem ser tratados como crianças quando interessa…»

 

Este é um daqueles diálogos em que, nem sinto grande necessidade de escrever sobre ele, apenas pela conversa aqui descrita já, praticamente, toda a reflexão está proposta!

As crianças, procuram, continuamente serem consideradas, pelos adultos, como responsáveis e crescidas, contudo, sempre que encontram no conceito de Criança uma forma de proteção e atenção, logo mudam o discurso e os propósitos… e tudo isto, é só uma forma natural de serem crianças a tentar crescer!

Hoje é Dia Internacional da Criança e para tristeza da grande maioria das crianças, não é feriados nacional. Mas deve ser um Dia especial, relembrando os seus direitos, as dificuldades em que muitas ainda vivem e o quanto os países ainda têm de fazer e legislar para facultar de forma igualitária o acesso a Educação, Saúde, Cultura, e Proteção.

A Declaração Universal dos Direitos da Criança foi assinada a 20 de novembro de 1959, para fazer a diferença…. É sempre bom recordar!    

crianças.jpg

 

Pág. 2/2

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Vencedor:

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D