Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Educar (Com)Vida

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

Com um olhar pluridimensional, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida...este é um convite para conversar sobre educação.

As viagens de Finalistas… Sim? Não?

Diálogo entre mim e um/a estudante de 3º ciclo:

«Eu: _ Já está na altura de vocês começarem a pensar na viagem de finalistas?!

Estudante: _As escolas públicas normalmente têm… mas o meu colégio não faz….»

 

Quantas são as notícias reveladas pelos mass media, sobre as viagens de finalistas do ensino básico e secundário e nem sempre boas??? Quantos são os pais preocupados com estes dias de pura diversão??? Quantos os alunos que planeiam ansiosamente as suas férias em colegas, repletas de novas experiências e vivências???

Pois bem, sobre este tema não posso falar em experiência própria, nunca fiz uma viagem de finalistas, nem mesmo na faculdade…

Mesmo assim, e pelo meu contacto com estudantes que vivenciaram e vivenciam tais experiências, gostaria de escrever um pouco da minha opinião e partilhar com vocês reflexões sobre este tema pois, seja como for é parte integrante da educação de muitos estudantes.

Parece-me que a melhor forma de direcionar esta reflexão será definir pontos positivos e negativos destas Viagens de Finalistas, como em tudo na vida, existem sempre várias perspetivas de um mesmo tema. Assim, sendo: 

 

Aspetos positivos:

  • Momentos de experiências longe de casa, com elementos da mesma idade oferece várias oportunidades de crescimento e aprendizagem quer seja, social, emocional, prático, financeiro, etc;
  • A planificação e responsabilização destas férias contribuem para outras aprendizagens pouco desenvolvidas em contexto escolar;
  • As férias e o descanso, são merecidos para quem muito lutou pelos bons resultados escolares e muito se dedicou ao estudo, ao longo de vários anos;
  • Quem vai para um país onde exista necessidade de usar uma língua estrangeira é uma boa forma de a praticar;

 

Aspetos negativos:

  • Parece-me que o primeiro pensamento de todos os leitores, nos aspetos negativos, serão os excessos cometidos pelos jovens, alheios a pouco controlo dos adultos;
  • Não me parece que estas viagens, normalmente, antes da Páscoa pareçam de finalistas, já que ainda faltam muitas aulas e muitas horas de estudo;
  • Não será justo que um estudante que não passe de ano letivo tenha o direito a usufruir destas férias, por inúmeras razões;
  • Muitas vezes fica apenas planeado diversão (noturna e diurna) nada que inclua o aspecto educativo ou cultural.

Como sempre, fica o tema aberto a partilha de opiniões e a comentários!???!!!!

ferias2.jpg

 

Agenda os teus Exames Nacionais ou as tuas Provas de Aferição!

Para as crianças, os jovens e os encarregados de educação que ainda não têm agendado as datas e horários dos Exames Nacionais (1ª e 2ª Fases) ou das Provas de Aferição de 2018, cá ficam as datas a não esquecer!!!!

 

Em documentos para imprimir, em baixo!

datas Exames Nacionais 2018.jpg

datas ExNacionais 2018_2 FASE.jpg

datas_prova afericao_2018.jpg

 

datas_prova afericao_2018 (1).jpg

datas ExNacionais 2018_2 FASE (1).jpg

datas Exames Nacionais 2018 (1).jpg

 

Saber ler bem e com boa dicção!

Saber ler textos corretamente, apoiam na compreensão e no desenvolvimento de aprendizagens de forma transversal, ao longo de toda a vida, seja no meio escolar como nas mais variadas situações de vida.

Ter uma boa dicção, ou seja, ter uma boa capacidade de articular, pronunciar as palavras de forma correta, seja qual for a língua, apoiará uma expressão correta de ideias e de reflexões, assim como ajuda também na compreensão rápida do que se acabou de ler ou ouvir. Portanto, esta capacidade deve ser aprimorada, na mais terna idade… ficam algumas sugestões que melhorarão a dicção:

 

  • Praticar a pronuncia das palavras claramente e calmamente;
  • Realizar leituras em voz alta diariamente;
  • Recorrer a exercícios de Trava-Línguas;
  • Solicitar o apoio de um ouvinte para corrigir sons e pronuncias;
  • Realizar leituras de textos teatrais.

travalnguas-1-638.jpg

exemplo de um trava-línguas...

 

Apresentações Orais – Temas & Dicas

Qualquer que seja o ano escolar, os estudantes são avaliados pela sua capacidade de realizar trabalhos de pesquisa para apresentar oralmente em sala de aula.

Por cá, já escrevi algumas orientações de preparação e melhoria nas Apresentações Orais, no entanto aqui  ficam mais dicas e algumas propostas de temas para quando os professores propões temas livres…

Dicas para Apresentações Orais:

  1. Pesquisa informação sobre o tema;
  2. Organiza a informação – Introdução, desenvolvimento, conclusão;
  3. Estrutura o tema para apresentares, entre 4 a 6 minutos;
  4. Treina com gravador de voz e avalia-te;

 

Temas para Apresentações Orais:

  • Alimentação Saudável;
  • Cuidados ambientais;
  • Discriminação;
  • Direitos das Crianças;
  • Biografia de um Autor/Artista;
  • Filme / livro;
  • Problemas dos jovens;
  • As redes sociais;
  • Perigos da Internet;
  • Viagens;

 

Mais algumas prpostas???

apresentação oral.jpg

 

Pág. 1/2

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D