Com um olhar pluridimensional sobre a EDUCAÇÃO, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida... este é um convite para conversar sobre educação.

16
Jan 17

Com já foi referido, os “Trabalhos” escolares fazem parte de uma avaliação contínua, normalmente são solicitados pelo professor a toda a turma, outras vezes, proposto a alguns estudantes de forma a proporcionar oportunidade para melhorem resultados. O contrário também pode ser uma mais valia, ou seja, o próprio estudante, pode propor, ao professor, a realização de um “Trabalho Escrito” como mais uma forma de avaliação.

 Assim sendo torna-se pertinente questionar: quais os aspetos a serem avaliados?

  • Respeito pela estrutura, referida anteriormente, (introdução, desenvolvimento, conclusão, etc…);
  • Rigor na linguagem e na utilização dos conceitos: ao grande tema do ‘Trabalho’ estão associados subtemas e conceitos que devem ser explicados e contextualizados;
  • Capacidade de justificação e fundamentação: boas explicações, justificações, argumentos e provas;
  • Estruturação e organização: respeitando a cronologia dos acontecimentos e/ou o encadeamento de ideias e subtemas;
  • Opinião crítica: manifestar a opinião de forma crítica sobre o tema em discussão/análise;
  • Criatividade: na forma como se cria e desenrola o trabalho, deve estar presente a imaginação e originalidade individual;
  • Capacidade de síntese e de orientação, para que o ‘Trabalho’ não se dissipe e exceda o tema proposto;  
  • Utilização das próprias palavras: nunca copiar na integra parágrafos ou textos e sempre que se realiza uma citação de uma frase referir o autor.

avaliar.jpg

 

publicado por Maribel Maia às 11:09

Janeiro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
13
14

15
17
18
20
21

22
24
25
27
28

29
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
subscrever feeds
Instagram
blogs SAPO