Com um olhar pluridimensional sobre a EDUCAÇÃO, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida... este é um convite para conversar sobre educação.

24
Abr 15

Diálogo entre mim e um/a estudante de 1ºciclo:

«Eu: _ Hoje, trouxeste tantos trabalhos de casa, porquê?

Estudante: _ Eles portaram-se mal, falaram muito e ficamos todos de castigo…

Eu: _ Tu portaste-te mal na escola?

Estudante: _ Eu não… mas pagamos todos!»

 

Grande parte dos encarregados de educação denotam a demora na concretização dos trabalhos de casa, mesmo que não sejam uma grande quantidade de exercícios. Esta demora nem sempre é pela dificuldade na sua realização mas pela falta de vontade em refletir ou procurar informação na matéria dada.

Para apressar este processo alguns encarregados de educação tendem a ajudar os estudantes na sua concretização, o que, não estando completamente errado, pode levar ao erro de lhes darem as respostas facilmente, colocando em causa, por vezes, a compreensão da matéria ou a pesquisa da informação.

Algumas vezes os estudantes também referem não entenderem as perguntas ou os exercícios apenas com a estratégia de que lhes sejam dadas as respostas de forma rápida.

Assim, sempre que o educador auxilia na concretização do TPC deve prestar especial atenção se o estudante aprendeu a matéria, voltando a explica-la se necessário, deve também esclarecer as dúvidas na concretização dos exercícios, orientando passo a passo esta realização, ou apenas corrigindo no final do exercício e explicando os erros cometidos, apoiando na correção.

images (17).jpg

 

publicado por Maribel Maia às 14:38

2 comentários:
É verdade. E em casa não sabemos explicar como o professor. Eu costumo ajudar a minha irmã a estudar em casa, ela nem precisa muito de ajuda poque por ela já tira notas muito boas, mas gosta de ajuda em resumos e para lhe fazer perguntas. Mas por exemplo na Matemática, só mesmo fazendo exercícios. E quando me diz que não sabe tento explicar de forma a não lhe dar nenhuma reaposta e ser ela a fazer todo o processo sozinha. Mas quando tenho de lhe explicar algo que ela não se recorda é complicado pois posso explicar de uma forma que não é a indicada. Muitas vezes sei como resolver certos exercícios e tenho de "estudar" a melhor forma de lhe explicar o que ela não entendeu, pois se não diz-me logo "a minha professora não ensinou assim".
*Márcia S.* a 24 de Abril de 2015 às 15:42

Sempre gostei muito de fazer os trabalhos de casa na altura em que estudava,mas tinha sempre que estar a ouvir música,senão,não me conseguia concentrar!! Mas,ui,ui,quando eram aqueles trabalhos mais difíceis,não tinha ninguém em casa que me ajudasse e,então,tornava-se uma tarefa um pouco complicada de fazer!!
sandranadadeespecial a 24 de Outubro de 2016 às 22:17

Abril 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
13
15
18

19
20
23
25

26
28
30


mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO