Com um olhar pluridimensional sobre a EDUCAÇÃO, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida... este é um convite para conversar sobre educação.

25
Set 17

Numa das minhas pesquisas de (in)formação profissional encontrei um Memorando que me parece muito adequado e útil às famílias e aos demais educadores, para os momentos em que definimos estratégias de ação educativa.

Embora seja raro, hoje a escrita não é de minha autoria, mas de outra autoria, que me parece bastante interessante e que, portanto, parilho….. espero que também vos pareça interessante!

 

Memorando de um filho aos pais

«Queridos mãe e pai:

Não me estraguem com mimos. Eu sei perfeitamente que não vou receber tudo aquilo que peço. Estou apenas a testar-vos.

Não se inibam de ser firmes comigo. Eu prefiro, dá-me segurança.

Não me deixem criar maus hábitos. Eu confio em vocês para os detetarem atempadamente.

Não me façam sentir mais pequeno do que sou. Isso faz com que me comporte de uma forma “estupidamente adulta”

Se for possível, não me corrijam à frente das outras pessoas. Prestarei mais atenção se falarem comigo calmamente e em privado.

Não tratem os meus erros como se fossem pecados. Isso altera o meu sentido de valores.

Não me protejam de consequências. Às vezes preciso de aprender da maneira mais dolorosa.

Não se preocupem quando eu digo “Odeio-te”. Eu não vos odeio, apenas odeio o poder que têm de me fazer sentir frustrado.

Não deem muita importância às minhas pequenas queixas. Às vezes fazem com que consiga a atenção que preciso.

Não sejam chatos. Se forem vou ter de me proteger e fingir que sou surdo.

Não se esqueçam que eu não me consigo explicar da forma que queria. Por isso é que nem sempre sou explícito no que digo.

Não me ignorem quando faço perguntas. Se o fizerem, vão perceber que vou deixar de vos perguntar, e começar a procurar informação noutro sítio.

Não sejam inconsistentes. Confunde-me e faz-me perder a fé em vocês.

Não me digam que os meus medos são ridículos. Para mim são reais e vocês podem fazer muito para me tranquilizar, se tentarem percebê-los.

Nunca sugiram que são perfeitos e infalíveis. Quando descubro que nem uma coisa nem outra são verdade, fico magoado e desiludido.

Nunca pensem que pedir-me desculpas os torna menos dignos. Um pedido de desculpas sincero vai-me fazer sentir muito mais próximo de vocês.

Não se esqueçam que gosto de experimentar coisas. E não consigo fazê-lo sem o vosso apoio. Envolvam-se e criem limites.

Não se esqueçam que eu estou a crescer a uma velocidade incrível. Eu sei que deve ser difícil acompanhar o ritmo, mas por favor, tentem.

Não se esqueçam que eu não consigo crescer sem muito amor e compreensão… mas não preciso de vos dizer, pois não?

Por favor, cuidem de vocês. Mantenham-se saudáveis e em segurança. Eu adoro-vos e preciso de vocês

 

(The Message International, June 1991 – pág. 40) Traduzido e adaptado por Up To Lisbon Kids®

 

Imagem relacionada

 

publicado por Maribel Maia às 10:46

12
Set 17

Quando eu estudava no 2º ciclo gostava bastante de personalizar a primeira página de cada caderno, ou de cada separador, quer por disciplina, quer por Período. Sei que ainda há muitas crianças e jovens que também gostam de o fazer, por isso, de forma a facilitar este processo, em anexo, deixo os separadores para imprimirem e colocarem nos respetivos cadernos ou capas. Os que gostarem, podem colori-los.

Separadores:

  • 1º ciclo
  • 2º  e 3º ciclo
  • secundário

separadores_secundario1.pdf

separadores_3ciclo_1P.pdf

separadores 1ciclo2018.pdf

 

Bons trabalhos manuais!

 

publicado por Maribel Maia às 10:49

04
Set 17

Nos próximos Post’s vou deixar-vos alguns documentos para imprimirem, que poderão ajudar na preparação, personalização e organização do novo ano letivo, venham visitar e fazer download do que entenderem!

 

Até breve!

 

 

canetas-e-lapis.jpg

 

publicado por Maribel Maia às 11:02

01
Set 17

Para alguns estudantes, o começo do novo ano letivo pode ser o repetir do mesmo ano de escolaridade, por não ter revelado, no ano anterior, o aproveitamento necessário à conclusão do ano.

No entanto, embora as causas da retenção possam ser diversas, repetir o ano escolar, não significa, por si, mais facilidades.

 Assim, para os que têm este ano esse desafio, cá ficam algumas propostas de trabalho, para começar já no início de ano:

  • Procure ajuda profissional, para acompanhamento ao longo de todo o ano letivo, Explicador, Psicólogo, etc., de acordo com as necessidades encontradas no ano anterior;
  • Crie novas rotinas de estudo, mais adaptadas ao estudante e mais rigorosas;
  • Compre livros de apoio ao estudo, das disciplinas em que existam mais dificuldades, estes devem ter fichas e exercícios propostos, com as devidas soluções;
  •  Inclua no material dicionários, gramáticas e livros do Plano Nacional de Leitura;
  • Defina uma tarde ou uma manhã do fim de semana como momentos de rever matérias com maior dificuldade;
  • A motivação e o desejo de evoluir devem estar sempre presentes;

 

Mesmo para os estudantes de secundário que optam por fazer um ano letivo de melhoria, às disciplinas com notas mais baixas, o empenho e dedicação deve começar já em Setembro!

 

Algumas propostas que gostariam de acrescentar?

dicas_reprovação.jpg

 

publicado por Maribel Maia às 10:50

28
Ago 17

Em termos práticos… não deixem a compra dos materiais para o último dia, nem procurem comprar tudo o que é passível de ser necessário… as solicitações de material chegam sempre com antecedência, por parte do professor e por norma são bastante específicas, podendo não se encaixar com o já adquirido.

Não optem por comprar material caro, pois os estudantes acabam por estragar, por mil e uma razões… nem cedam aos constantes pedidos de material novo, para que aprendam a zelar o que têm e para que valorizem gastos e investimentos.

Para os estudantes, a partir do 5º ano, é importante associarem ao material escolar uma capa de micas para poderem guardar fichas e testes de todas as disciplinas. Assim como, a aquisição de uma Agenda escolar onde devem assinalar todas as datas importantes, como entrega de trabalhos, datas de testes, avaliações recebidas e início/fim de períodos letivos.

Bom Ano Escolar!     

images (16).jpg

 

publicado por Maribel Maia às 12:04

25
Ago 17

Para muitos é o primeiro dia de aulas, pela primeira vez na escola, para muitos outros é o primeiro dia de aulas já com alguns anos de experiência… mas todos se sentem ansiosos: como serão os professores, quem serão os colegas… mudei eu? Mudou a escola?

Caros encarregados de educação, se eles já estão ansiosos não os aflija mais com as vossas ansiedades… todos sabemos que ela também paira constantemente nos vossos pensamentos, mas tentem não o demonstrar, um super-herói está sempre seguro e confiante… mesmo perante o mais temível dos inimigos….

regresso-as-aulas-sem-arruinar-o-orcamento.jpg

 

publicado por Maribel Maia às 10:52

21
Ago 17

No inicio deste mês já, por cá, fui escrevendo sobre o  começo do ano letivo referindo-me até ao material escolar.

Com o passar dos anos, torna-se mais fácil definir o que é necessário comprar no início do ano letivo. Contudo, no 1º ano, tudo parece mais complexo e as listas são sempre muito extensas.

Mas nada de preocupações acrescidas, cada escola entrega aos encarregados de educação uma lista com o material que deve ser adquirido, com algum tempo de antecedência… a lista será parecida à que aqui deixo, em anexo, para lerem e poderem ir preparando o vosso orçamento familiar.

Nos anos seguintes (2º a 4º ano) poderão reaproveitar algum material do ano anterior e substituir o obsoleto, para tal podem seguir as comprar pela lista do ano anterior pois, por norma as necessidades serão semelhantes! 

material escolar1.jpg

 

publicado por Maribel Maia às 10:52

27
Jul 17

Diálogo entre mim e um/a estudante de Secundário:

«Estudante: _ Nas férias vou tentar arranjar algum trabalho, queria juntar dinheiro para a faculdade…

Eu: _ Acho uma ótima ideia, ocupas o tempo e aprendes!

Estudante: _Pois é… vou procurar em cafés, ou assim…»

 

Ao longo destes anos, conheci muitos jovens que procuraram trabalho a tempo inteiro, ou a tempo parcial, durante as suas férias de verão. Uns pediram ajuda aos pais para irem ajudar nos empregos dos pais, outros procuraram o atendimento ao público ou outras empresas que procurem jovens dinâmicos.

Parece-me uma excelente ideia para os mais jovens que já valorizam o dinheiro e que pretendem adquirir mais responsabilidades e autonomia. Isso apoiará novas competências, novos valores e aumentará o currículo profissional.

Portanto, nestas férias aqui fica mais uma proposta aos estudantes mais crescidos!

Por aí, algum leitor/a que tenha tido essa experiência e que gostasse de a partilhar, aqui nos comentários?

aprendiz.jpg

 

publicado por Maribel Maia às 10:51

20
Jul 17

As férias de verão são, praticamente, três meses sem aulas, ou seja, sem educação formal, no entanto, eu sempre propus momentos de estudo, seja para fazerem os trabalhos propostos pela escola, que por norma as crianças do 1º ciclo trazem, seja alguns exercícios que relembrem a matéria dada.

As formas de estudar podem ser variadas e até divertidas… pode optar por utilizar jogos pedagógicos, comprando ou recorrendo às bibliotecas. Pode comprar os livros que algumas editoras propõem para férias… os estudantes mais crescidos podem optar por rever exercícios e matérias que considerem mais difícil ou que não conseguiram perceber em tempo de aulas.  Através da internet podem-se pesquisar temas que despertam o interesse maior dos estudantes e que os motive no conhecimento, por exemplo, Dinossauros ou Descobertas Científicas…

O estudo deve fazer parte da rotina semanal da criança ou jovem, podem sempre interromper para as semanas de férias que passam fora de casa, com a família.   

estudar (1).jpg

 

publicado por Maribel Maia às 12:13

14
Jun 17

Agora que o ano letivo chega ao fim, vale a pena perguntar-vos qual a opinião sobre as férias dos pequenos… e das novas rotinas que elas exigem…

Já aqui referi a importância das férias escolares para os estudantes, a enumerei várias das vantagens que a elas estão associadas. Sobre tal assunto tenho recebido algumas opiniões diferentes sobre a divisão de tais momentos, seja através dos encarregados de educação, ou através de comentários no Blog, muitas pessoas me acenam um desejo de verem o calendário de férias escolares alterado. Algumas das sugestões direcionam paragens maiores em férias de Natal e Páscoa, diminuindo-se nas férias de Verão, em que a maioria concorda serem demasiado extensas.
Não tenho uma opinião demasiado definida sobre este tema, contudo, concordo que as férias de Verão apresentam um período muito longo, o que pode provocar demasiado distanciamento das rotinas escolares e dificuldades para os pais em manterem os filhos ocupados com atividades promotoras de desenvolvimento emocional e intelectual.
Neste sentido as próprias escolas poderiam oferecer novos calendários escolares, adaptados a uma sociedade atual que carece de uma Educação contemplativa do desenvolvimento em várias áreas do Saber, para além das disciplinas atualmente existentes, como por exemplo, o desenvolvimento: das Artes, da Cidadania, da Igualdade, da criatividade… reflexividade…etc.

 

Ferias.jpg

 

publicado por Maribel Maia às 14:26

Setembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
13
14
16

17
18
20
22
23

24
26
27
28
29
30


mais sobre mim
pesquisar
 
subscrever feeds
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO