Com um olhar pluridimensional sobre a EDUCAÇÃO, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida... este é um convite para conversar sobre educação.

07
Dez 15

Diálogo entre mim e um/a estudante de 1º ciclo:

«Eu: _E tu, o que recebeste no Natal?

Estudante: _Nada… não havia dinheiro…»

 

Esta conversa aconteceu comigo, há mais de dez anos, e confesso que a guardo até hoje como uma das mais significativas e perturbadoras conversas que tive com uma criança… e que em todos os anos me faz pensar nisto do Natal, da família, do consumo, da partilha…

Todos nós sentimos que esta época natalícia tem maior valor para a pequenada, que vibra com todos os momentos… as férias, a família, os presentes, os doces… e tanta coisa bela!

Acredito também que, para quem educa não é fácil fugir do atual conceito de consumismo que a sociedade ainda sustenta fortemente… eu mesma apenas mudei o meu conceito radicalmente quando tive este diálogo com esta criança… agora as minhas conversas, com estudantes, sobre o Natal centram-se na família, na alegria da festa e pouco nas prendas dadas ou recebidas.

Assumo que sou católica e que o nascimento de Jesus é, para mim, motivo de festa, alegria e família… contudo acredito que, em todas as casas, crentes e não crentes, se pode relembrar às crianças o verdadeiro sentido do Natal, valorizando-se os sorrisos partilhados, os abraços do pai, da mãe, dos tios, dos amigos… tendo gestos de ternura para com conhecidos e desconhecidos e mesmo, porque não, gestos de ajuda a quem mais precisa…

Considero que não devemos deixar passar uma data tão importante como esta sem falar de AMOR e de PARTILHA às nossas crianças…. e o desejo de que todas elas tenham os mesmos direitos!

395265_404121883001022_522925817_n.jpg

 

publicado por Maribel Maia às 10:52

10 comentários:
Há realidades muito tristes e marcantes, e é este também um desafio da educação: a integração, as diferentes classes sociais...
Chic'Ana a 7 de Dezembro de 2015 às 10:57

E tantas vezes estas situações estão mesmo ao nosso lado! Se a Educação e a Justiça funcionarem... talvez um dia estas realidades mudem...

É muito dificil, eu espero sinceramente que sim, mas tenho as minhas dúvidas! Resta-nos contribuir para a diferença, pelo menos conseguimos ajudar alguns casos..
Chic'Ana a 7 de Dezembro de 2015 às 11:10

Estamos no Natal, tempo de esperança e os pequenos gestos, por vezes mudam vidas, mesmo que não sejam todas, uma já faz a diferença!

Concordo plenamente!
Chic'Ana a 7 de Dezembro de 2015 às 11:25

Essa é a mensagem principal desta época mas infelizmente fica, muitas vezes, ofuscada por todo o consumismo.
Catarina a 7 de Dezembro de 2015 às 12:07

É preciso manter um saudável equilíbrio entre sentimentos natalícios e listas de presentes!

Bem verdade!
Catarina a 7 de Dezembro de 2015 às 17:28

Infelizmente há tantas crianças que não recebem um presente ainda se tivessem carinho para receber mas muitas nem isso.
É uma realidade bem triste
omeumaiorsonho a 7 de Dezembro de 2015 às 18:08

E o carinho é, sem dúvida, o mais importante para qualquer criança!
Maribel Maia a 8 de Dezembro de 2015 às 13:50

Dezembro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11
12

13
15
17
19

20
22
24
25
26

27
29
31


mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO