Com um olhar pluridimensional sobre a EDUCAÇÃO, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida... este é um convite para conversar sobre educação.

11
Fev 15

Aos explicadores/educadores chegam, por vezes, estudantes que, estando com dificuldade em uma ou mais disciplinas, recorrem a este apoio em vésperas do(s) teste(s). Nada mais difícil para um educador do que conseguir em uma ou duas horas orientar e explicar dias, semanas, de matéria de determinada disciplina.

O historial da estudante deve orientar a necessidade de recurso ao apoio educativo, seja com base no ano letivo anterior, ou com base nos primeiros testes do período, cabe portanto, ao encarregado de educação em diálogo com o explicador/educador definir o plano de apoio mais adequado.

Estes podem procurar apoio escolar para os estudantes, não só quando existem resultados negativos no aproveitamento escolar, mas também quando se denotam boas capacidades de aprendizagem, passiveis de serem melhoradas.

Estudantes com necessidades educativas especiais devem ter um acompanhamento o mais individualizado possível, para que o educador possa adaptar os métodos de ensino às especificidades do estudante.

Reconhecido a necessidade de apoio a determinada(s) disciplina(s), este deve ser contínuo ao longo do ano letivo e de forma individualizada, educador – estudante, ou em grupo de dois ou três estudantes, no mesmo ano escolar.

Por vezes os resultados negativos estiveram já presentes em anos anteriores e, nestes casos, a utilização das férias para apoio escolar deve ser opção, para consolidar conhecimentos basilares ainda não adquiridos.

images (6).jpg

 

publicado por Maribel Maia às 19:18

Fevereiro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
12
14

15
16
17
19
21

22
23
24
26
28


mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO