Com um olhar pluridimensional sobre a EDUCAÇÃO, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida... este é um convite para conversar sobre educação.

03
Out 16

 Diálogo entre mim e um/a estudante de 2º ciclo:

«Estudante: _ Ontem tive um dia mau!

Eu: _Porquê?

Estudante: _ Parti a minha caneca preferida… era mesmo a minha caneca preferida!!!

Eu: _Devemo-nos importar com as pessoas, não com os objetos!

Estudante: _ Mas era a minha caneca preferida porque me fazia lembrar a minha avó.

Eu: _ Ficas com essa memória na mesma… só que os objetos não duram para sempre…

Estudante: _Pois não… é pena!»

 

Pretendo refletir sobre a Inteligência Emocional, pois não sendo ainda um assunto muito considerado em contextos formais de educação, deve ser tido em conta como conceito fundamental no desenvolvimento humano. Portanto, a Inteligência Emocional (QE) é tão importante como o Coeficiente de Inteligência  (QI), ambos sustentarão um estudante capaz de aprender e de crescer.

 

Contudo, uma criança emocionalmente inteligente não é uma criança que não chora, não faz birras ou não demonstra frustração, é sim uma criança capaz de lidar e compreender tais emoções, conseguindo interpreta-las e explica-las, melhorando estas capacidades ao longo da vida.

 

Neste sentido, assume-se que o desenvolvimento destas capacidades influenciam diretamente a aprendizagem em contexto escolar, pois, tanto melhor será o rendimento escolar quanto melhor estiver a autoconfiança do estudante,  a sua motivação para aprender e a sua boa capacidade de comunicar com os outros (pares/professores/educadores). 

 

Em termos gerais, a Inteligência Emocional promove no estudante:

  • Confiança em si e na sua conduta;
  • Mantém a curiosidade como sensação positiva;
  • Detém uma intenção de se superar;
  • Controla as suas ações perante si e perante os outros;
  • Aumenta a capacidade de cooperar com outros;
  • Apresenta maior motivação para comunicar e se exprimir.

 

Inteligência Emocional também se ensina????? Veja no próximo Post!!!!

images (4).jpg

 

 

publicado por Maribel Maia às 13:52

10 comentários:
Sem dúvida que é um tema a refletir! Obrigada por partilhar este momento e pensamento :)
Joana Freitas a 3 de Outubro de 2016 às 20:48

Sim, um tema ao qual se deveriam dar mais importância...
Muito obrigada!
Maribel Maia a 4 de Outubro de 2016 às 15:11

Excelente!
Na minha modesta opinião, penso que a inteligência emocional pode-se aprender.
MMM a 4 de Outubro de 2016 às 16:17

Muito obrigada!!! Também concordo consigo e no próximo Post apresentarei as minhas opiniões...
Maribel Maia a 4 de Outubro de 2016 às 16:21

Como é educar umenino asperger?
Anónimo a 31 de Outubro de 2016 às 18:14

Fui eu que coloquei a questao anterior. Bjs
amãedosPP's a 31 de Outubro de 2016 às 18:17

Asperger é apresentado, normalmente, como algo similar ao autismo, ou seja, as crianças demonstram dificuldades na comunicação, contudo são, muitas vezes, alunos com boas capacidades cognitivas...
A dificuldade a nível emocional poderá estar na comunicação, já que estes têm dificuldades em compreender expressões faciais ou a utilização de metáforas, logo adultos que lidam com estas crianças devem ter isso em consideração... O reforço positivo, a calma, o toque e o conhecimento das características de cada estudante são positivos e fundamentais para ajudar ao desenvolvimento...
Fundamental é também o acompanhamento por profissionais que ajudarão continuamente família e escola a apoiar o crescimento.
Agradeço a questão, pois asperger é autismo serão bons temas para eu, por cá escrever mais tarde.

o meu P maior ainda não tem um diagnóstico confirmado. Mas a dra de neuro desenvolvimento acredita que ele possa ser asperger, num grau bastante leve, ainda assim noto algumas características típicas destas crianças. Ele aprendeu a ler e a contar sózinho. Tem três anos. Obrigado pelo esclarecimento. Bjs

Se efetivamente for diagnosticado, sendo leve e com o apoio técnico e familiar adequado, certamente, tudo correrá pelo melhor e ele será uma criança feliz e bem integrada...
Muitas felicidades e obrigada pela partilha, é um excelente exemplo de que os pais devem estar atentos e procurar todo o apoio necessário.

Obrigado =)
a mãe dos PP's a 3 de Novembro de 2016 às 09:29

Outubro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
14
15

16
18
19
21
22

23
25
26
28
29

30


mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO