Com um olhar pluridimensional sobre a EDUCAÇÃO, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida... este é um convite para conversar sobre educação.

20
Jul 17

As férias de verão são, praticamente, três meses sem aulas, ou seja, sem educação formal, no entanto, eu sempre propus momentos de estudo, seja para fazerem os trabalhos propostos pela escola, que por norma as crianças do 1º ciclo trazem, seja alguns exercícios que relembrem a matéria dada.

As formas de estudar podem ser variadas e até divertidas… pode optar por utilizar jogos pedagógicos, comprando ou recorrendo às bibliotecas. Pode comprar os livros que algumas editoras propõem para férias… os estudantes mais crescidos podem optar por rever exercícios e matérias que considerem mais difícil ou que não conseguiram perceber em tempo de aulas.  Através da internet podem-se pesquisar temas que despertam o interesse maior dos estudantes e que os motive no conhecimento, por exemplo, Dinossauros ou Descobertas Científicas…

O estudo deve fazer parte da rotina semanal da criança ou jovem, podem sempre interromper para as semanas de férias que passam fora de casa, com a família.   

estudar (1).jpg

 

publicado por Maribel Maia às 12:13

11 comentários:
Li o post e lembrei - me dos meus tempos de escola, em que eu fazia os trabalhos de férias no primeiro dia, para não me lembrar mais o resto verão!

Boa tarde!
Bailarina Da Lua a 20 de Julho de 2017 às 12:23

Considero mais grave aquelas crianças que os deixam para o último dia de férias e depois é um desespero para eles e para a família...

Quer dizer que fiz bem? Tendo em conta que falo de 30 anos atrás?
Bailarina Da Lua a 20 de Julho de 2017 às 12:56

Bem, a escola não mudou assim tanto... Eu acho que cada caso é diferente, existem crianças que precisam das férias para melhorar e desenvolver competências, para outras não fará tanta diferença se não estudarem muito nas férias...
De uma forma geral, considero que estudar nas férias só poderá trazer mais valias!
Beijinhos

Cada criança é uma criança.
Concordo que se dedique um pouco do tempo de férias ao estudo!

Beijinhos
Bailarina Da Lua a 20 de Julho de 2017 às 13:05

Também acho que não se deve cortar o estudo pela raiz, e devemos arranjar estratégias de estudo... há tantas coisas divertidas que se podem fazer e estão a aprender.
Mamã Silvestre a 20 de Julho de 2017 às 14:56

É verdade, o estudo pode ser divertido e diferente dos dias de escola, podem se ver vídeos sobre algumas matérias, fazer jogos didácticos e pedagógicos, traduzir músicas de línguas estrangeiras...basta um pouco de imaginação!
Maribel Maia a 20 de Julho de 2017 às 20:42

É verdade, férias são sempre férias, mas é importante incutir nos nossos filhos um pouquinho de responsabilidade. O meu filho reclama imenso por ter de estudar nas férias, já a minha filha adora. Enfim... eu acredito que vale a pena o esforço!
a 20 de Julho de 2017 às 15:07

No estudo, algo é garantido: o esforço é sempre recompensado!
Beijinhos
Maribel Maia a 20 de Julho de 2017 às 20:43

Os filmes são também uma excelente opção. Poucos sabem que existe um Plano Nacional de Cinema para o Ensino Básico e o Ensino Secundário. Trata-se de uma lista de filmes de referência que visa «garantir o visionamento de um conjunto diversificado de filmes considerados significativos para serem estudados a nível nacional». As sugestões são mesmo muito interessantes e vão desde curtas-metragens a longas-metragens, passando por documentários.
Judite Gasparinho a 23 de Julho de 2017 às 13:49

Excelente dica também! Tenho que escrever, por cá, sobre esse Plano...
Muito obrigada!
Maribel Maia a 23 de Julho de 2017 às 19:42

Julho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
14
15

16
18
19
21
22

23
25
28
29

30


mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO