Com um olhar pluridimensional sobre a EDUCAÇÃO, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida... este é um convite para conversar sobre educação.

18
Jun 15

Conversa entre mim e um/a estudante 2ºciclo:

«_Estudante: _Nunca mais chegam as férias…

_Eu: O que vais fazer nas férias?

_Estudante: Vou para o Algarve… aquilo é que são mesmo férias…. Estar com a família a fazermos o que quisermos… praia... descansar…»

 

Para quem está diariamente com estudantes certamente notou o cansaço dos últimos dias de aulas, o desejo, em contagem decrescente, de férias. A maior distração e contrariedade em estudar e fazer os trabalhos da escola. É, neste momento que percebemos o quanto as férias escolares se tornam imprescindíveis à vida saudável de um estudante.

Muito se discute sobre o tempo de duração destas férias de verão, e várias são as opiniões fundamentadas sobre a estrutura destes Tempos Letivos… neste post, não pretendo direcionar esta reflexão por tal caminho!

Pretendo apenas assumir a primordial importância destes tempos de paragem, de quebras de rotinas, de maior liberdade para outras aprendizagens educativas menos formais, contudo imensamente construtivas e de desenvolvimento pessoal.

As férias escolares promovem:

  • Descanso físico e mental;
  • Novas capacidades de sociabilização;
  • Desenvolvimento da inteligência emocional;
  • Aprendizagem e partilha de novos jogos e novas brincadeiras;
  • Novas experiências sociais e culturais;
  • Maior proximidade com a família (avós; tios; primos…);
  • Descoberta de outras capacidades e de outros gostos;
  • Novas experiências de educação informal.

 

Na minha opinião, sempre que o estudante precisar, deve ser incluído, ao longo destes meses de paragem, momentos de estudo, que poderá ser de poucas horas semanais. Nestes momentos, o educador deve ajudar a construir o estudo de forma um pouco mais lúdica e divertida para que, quem aprende se sinta motivado e curioso.

 

images (25).jpg

 

publicado por Maribel Maia às 11:27

7 comentários:
As férias escolares são mesmo imprescindíveis, no entanto considero que deveriam ter uma duração inferior nesta época do ano...
Na minha humilde opinião 3 meses acabam por ser demasiado tempo... Estas deveriam iniciar em meados de Julho e terminar inícios de Setembro... Sim eu sei que para os estudantes do secundário acabam por ser assim com os exames mas para os outros não são...
Sandra P. a 19 de Junho de 2015 às 13:08

O tempo de férias é, sem dúvida, assunto que deve ser refletido e discutido com toda a comunidade educativa... obrigado por partilhar a sua opinião!
Maribel Maia a 22 de Junho de 2015 às 15:25

As férias são sem duvida alguma indispensáveis!
Todos precisamos..
omeumaiorsonho a 19 de Junho de 2015 às 16:59

... e aprendemos tanto em tempo de férias..... Obrigada pela partilha!
Maribel Maia a 22 de Junho de 2015 às 15:33

Muito bem querida Maribel,excelente postagem que fizeste,os meus parabens,sim,as férias escolares são muito importantes!! Até breve Maribel,comenta os meus blogues tambem,beijinhos fofinhos,já estou a seguir-te!!
Sandra Afonso a 20 de Junho de 2015 às 12:37

Muito obrigado, pelo apoio e pela partilha!

De nada querida,muitos beijinhos!!
Sandra Afonso a 22 de Junho de 2015 às 15:34

Junho 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
13

14
16
17
19
20

21
22
24
25
27

28
30


mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO