Com um olhar pluridimensional sobre a EDUCAÇÃO, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida... este é um convite para conversar sobre educação.

21
Dez 15

«Alunos do 2.º e 4.º anos de escolaridade do Ensino Básico vão ser submetidos de novo a provas de aferição sem efeitos na nota final a Matemática e Português. Avaliação de desempenho substitui os polémicos exames obrigatórios da era Nuno Crato…» (in: Jornal Expresso, 15 dezembro 2015).

 

Já por cá escrevi sobre o fim dos Exames Nacionais do 4º ano de escolaridade. Volto, hoje, a refletir sobre o tema levada pelas atuais discussões Parlamentares relativas à possível transformação dos Exames Nacionais de 6º ano e 9ºano em Provas de Aferição.

Sobre isto convém relembrar que os Exames Nacionais são realizados no final do ano letivo e contam em, média, 30% da avaliação final, são realizados nas disciplinas de Matemática e de Língua Portuguesa. As Provas de Aferição são fichas que não têm relevância avaliativa para o estudante, contudo procuram aferir o nível de ensino escolar Português.

Coloco estas discussões em destaque, uma vez que, deve ser tema refletido por toda a sociedade educadora, podendo-se realizar várias análises:

- Será que estes exames devem ser realizados apenas em níveis secundários?

- caberá ao estudante demonstrar todo o seu conhecimento através de uma única prova?

- serão os resultados dos exames reflexo da educação escolar de um país?

- as avaliações escolares deverão ser diferentes, atendendo aos diferentes níveis de ensino?

 

Quando assinalei o fim dos Exames Nacionais de 1º ciclo, muitos foram os leitores que assumiram a sua aprovação, o qual eu também manifestei a minha concordância… agora que existe a possibilidade de tal decisão se estender aos outros níveis escolares, gostaria de ler as vossas opiniões!

exames.jpg

 

publicado por Maribel Maia às 18:44

4 comentários:
Passei por aqui para te desejar um Feliz Natal e um Excelente 2016! =)
Chic'Ana a 23 de Dezembro de 2015 às 09:30

Muito Obrigada!
Maribel Maia a 23 de Dezembro de 2015 às 15:33

Não concordo, apesar de eu ter tido as ditas provas de aferição no 9ºano e 10ºano e 11º ano... e só exames no 12º ano...

Acho que no 7ºano e 9ºano os alunos já tem bem a noção do que a escola obriga e a devida responsabilidade para estudarem...
Já no 4º ano acho que os alunos ainda são muito imaturos para tal tarefa recaindo o apoio ao exame ao professor que passa grande parte do 4ºano a insistir nos exames e a insistir com os pais que tem de ajudar os filhos nos estudos
Niki a 28 de Dezembro de 2015 às 11:01

Obrigada Niki pela reflexão.... de facto a realização de exames apresenta, aos estudantes, uma responsabilização com que se irão deparar até ao ensino superior....
Maribel Maia a 28 de Dezembro de 2015 às 14:40

Dezembro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11
12

13
15
17
19

20
22
24
25
26

27
29
31


mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO